conecte-se conosco



Política MT

Wellington destaca representatividade da coligação em inauguração de comitê

Publicado

em

Crédito da foto: Fernando Rodrigues

O candidato ao Governo do Estado, Wellington Fagundes (PR), destacou, durante a inauguração do Comitê Central – Espaço 22, em Cuiabá, a importância e o cuidado que teve com a construção da Coligação “A Força da União”, que congrega dez partidos: PR, PMN, PROS, PCdoB, PODEMOS, PP, PT, PV, PRB E PTB e reúne o maior tempo de propaganda eleitoral na televisão e no rádio.

Para Wellington, se lançar ao Governo do Estado foi um grande desafio mesmo após exercer seis mandatos como deputado federal e, atualmente, no primeiro mandato de senador. “O desafio começou pela construção dessa aliança, que representa nosso povo. Temos aqui uma pluralidade com lideranças representativas de negros, índios, quilombolas. Por isso é uma aliança forte e confiável para enfrentar os poderosos. Essa aliança aqui representa a tolerância, a paciência e acima de tudo, o poder do diálogo”.

A candidata a vice-governadora, Sirlei Theis (PV), disse que a coligação representa muito bem a história de todos no Estado: “é a nossa história, a história de quem sabe fazer diferença”. Sirlei destaca que tem orgulho como servidora pública e como mulher de estar ao lado de Wellington. “Sei que estamos construindo um Plano de Governo que nunca foi feito antes. Wellington tem competência, tem qualificação e articulação política para reconstruir Mato Grosso. Estarei ao seu lado fazendo o melhor por Mato Grosso”.

Mariene Fagundes, esposa de Wellington, também selou o compromisso de ser uma primeira-dama envolvida com as causas que envolvem as mulheres trabalhadoras do Estado. “Aliás, esse compromisso já está firmado, afinal, temos um time de mulheres líderes e fortes à frente da nossa coligação. Como a nossa vice-governadora, passando pelo Senado, com Maria Lúcia, e pelas candidatas a deputadas federal e estadual. Temos todas um pacto para que as mulheres trabalhadoras tenham condições de deixar seus filhos com segurança em escolas bem equipadas, em tempo integral, com alimentação saudável. Vou contar com o apoio do governador Wellington para que avancemos nesta área, que hoje é a maior preocupação da mulher mato-grossense”.

Candidata ao Senado pela coligação, Maria Lúcia Cavalli (PCdoB), disse que só um líder como Wellington poderia ser capaz de construir uma chapa como essa. “Reunir um time de tamanha envergadura pelo seu nível de comprometimento com a população de Mato Grosso. Compromisso com a classe trabalhadora, compromisso em ofertar educação, saúde, emprego e segurança de qualidade. O mais importante é trazer a esperança de volta ao nosso Estado. Juntos, vamos lutar por um Mato Grosso mais justo e com desenvolvimento econômico e social”.

Na outra vaga ao Senado, está o deputado federal, Adilton Sachetti (PRB), que se emocionou ao narrar sua trajetória de vida, especialmente a partir do momento que chegou em Mato Grosso. Ele destacou que o Plano de Governo da coligação é tão grandioso como o próprio Estado. “Todo mundo tem desafios diários e devem ser vencidos todos os dias, sejam as donas de casa, os trabalhadores, os empresários. Nosso Estado precisa voltar a acreditar, a ter esperança no crescimento, no desenvolvimento. Mato Grosso é uma terra de oportunidades e as pessoas que vieram atrás delas têm que ter acesso a isto”.

O comitê central da campanha fica em Cuiabá, na Avenida Carmindo de Campos, 2.347.

Fonte: Assessoria

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Deputados votam 34 vetos, derrubam cinco e mantém 29

Publicado

em

Reunidos em sessão ordinária na quarta-feira (2), os deputados fizeram um mutirão e limparam a pauta de vetos em tramitação no Parlamento. Os deputados estaduais votaram 34 vetos do governador Mauro Mendes (DEM) a projetos e mensagens. Destes, apenas cinco vetos foram derrubados.

A pauta estava sobrestada por conta dos vetos que estavam em tramitação na Casa de Leis. Foram três sessões ordinárias para limpar a pauta de vetos e votar os projetos que estavam represados no Parlamento.

Os vetos derrubados foram o veto 86/20, veto 92/2020, veto 75/2020, veto 72/2020 e veto 90/2020.  O veto 86/2020, de autoria do deputado Dr. Gimenez, é veto total aposto ao Projeto de Lei nº 491/2020, que obriga as escolas da rede pública ou privada do Estado de Mato Grosso a adotarem medidas de prevenção a disseminação do coronavírus (Covid-19) em suas instalações, quando do retorno as aulas presenciais.  Outro veto derrubado, o veto 72/2020, de autoria do deputado Faissal, dispõe sobre a constituição do direito de uso de cadeiras cativas na Arena Pantanal. O Veto 75/2020, do deputado Thiago Silva, também derrubado, institui o Programa Cidadão da Paz, no âmbito do Estado de Mato Grosso.

Os vetos mantidos foram: Veto 47/2020, 56/20, 58/2020, Veto 60/2020, Veto 61/2020, Veto 63/20200, Veto 64/2020, Veto 65/2020, Veto 66/2020, Veto 67/220, Veto 68/2020, Veto 71/2020, Veto 74/2020,Veto 76/2020, Veto 77/2020, Veto 78/2020, Veto 79/2020, Veto 80/2020, Veto 81/2020, Veto 82/2020, Veto 83/2020,Veto 84/2020, Veto 85/2020, Veto 87/2020, Veto 88/2020, Veto 89/2020, Veto 91/2020, Veto 93/2020, Veto 73/2020 e Veto 62/2020.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana