conecte-se conosco



Eventos

Verde Novo estabelece metas de ações para 2019

Publicado

em

As ações do projeto Verde Novo que serão realizadas no primeiro semestre de 2019 foram traçadas em reunião realizada nessa segunda-feira (22 de janeiro) entre representantes do Poder Judiciário de Mato Grosso, da Prefeitura de Cuiabá, do Instituto Ação Verde e do Grupo Petrópolis na sede do Juizado Volante Ambiental (Juvam).

Dentre os locais já definidos para receber o plantio de mudas, estão o Parque da Família – a ser inaugurado no mês de abril no bairro Terra Nova –, o bairro Morada do Ouro, a nascente do córrego da Prainha, a Rodovia MT-251, a Lagoa Encantada do bairro CPA III, as praças dos bairros Jardim Cuiabá e Jardim das Américas, além dos canteiros e rotatórias da Avenida Miguel Sutil.

“O que o projeto precisa para 2019 é a clareza de que o Verde Novo tem como destinatário o cidadão de Cuiabá. Tivemos apoio integral do presidente do TJ, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, para prosseguirmos e intensificarmos as ações este ano. O prefeito Emanuel Pinheiro tem vestido a camisa desde o início. Precisamos que todos acolham o projeto”, pontuou o juiz titular do Juvam, Rodrigo Curvo.

A intenção dos parceiros do projeto é realizar pelo menos 150 ações ao longo do ano e promover a distribuição e o plantio de mudas, além do principal, que é a conscientização das pessoas sobre a importância de rearborizar Cuiabá.

Além de traçar as metas para 2019, na reunião também foram apresentados os resultados do trabalho realizado no ano anterior, com 72 ações realizadas, especialmente em áreas públicas da cidade, como praças, parques e rodovias, e por meio da conscientização de crianças que estudam na rede municipal de educação, em creches e escolas.

Para este ano, o foco será envolver a população nas ações, seja pela iniciativa de pegar as mudas do projeto e plantar em casa, seja na indicação de áreas públicas que precisam de arborização e também na formação de bosques coletivos, onde cada cidadão irá plantar e zelar por uma árvore especialmente sua.

“Estamos mobilizando as famílias, todas as pessoas, envolvendo a cuiabanidade para que possa estar conosco desenvolvendo esse grande projeto de resgatar a nossa Cidade Verde, a Cuiabá dos nossos sonhos. Vamos convocar toda a população para vir conosco como parceira, junto com o Juvam, a prefeitura e todas as secretarias em sua transversalidade”, destacou a secretária extraordinária dos 300 anos, Cely Almeida.

As ações serão feitas semanalmente, com plantio e distribuição de milhares de mudas à população, sobretudo aos finais de semana. Nesta sexta-feira (25 de janeiro), serão distribuídas 700 mudas na Praça Alencastro, a partir das 8h, e plantadas 400 mudas na Rodovia MT-251 no sábado (26 de janeiro), às 7h30.

Mylena Petrucelli/Fotos: Vinicius Lima

Eventos

População aprova instalação de Escola Militar Tiradentes em Várzea Grande

Publicado

em

Em audiência pública realizada na noite desta quinta-feira (21.01) pais, alunos, comunitárias e moradores aprovaram a transformação da Escola Estadual Nadir de Oliveira, localizada no Bairro Jardim Glória, em Várzea Grande, em Escola Estadual Militar Tiradentes.

Reunidos na quadra esportiva da unidade escolar por mais de três horas, a comunidade conheceu e debateu sobre o modelo de ensino, regulamento, resultados, entre outros detalhamentos do ensino militar, um modelo que já é aplicado em outras sete cidades mato-grossenses. Também foi apresentado e detalhado o ensino e as atividades atuais desenvolvidas na Escola Nadir de Oliveira.

A população compareceu, se cadastrou para votar e teve direito a voz. Dois representantes de cada segmento, professores, pais, alunos, comunidade, lideranças, entre outros tiveram espaço para se posicionarem contra e a favor. Ao final ocorreu votação que aprovou a mudança.

Essa será a primeira escola militar de Várzea Grande e a segunda da região metropolitana. Em Cuiabá está instalada a mais antiga unidade de ensino público militar. A Escola Tiradentes cuiabana existe há 35 anos e atualmente tem cerca de 1.200 alunos matriculados.

O coordenador de ensino na Diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa (Deip) da Polícia Militar, tenente-coronel André William Dorileo, que fez a apresentação da escola militar, explicou que na nova escola será ofertado ensino a partir do 5º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio.

Dorileo também disse que, assim como as demais unidades militares, essa será uma escola pública da rede estadual de acesso gratuito e administração em parceria com a Secretaria Estadual de Educação. O tenente-coronel Dorileo também assegurou que os alunos que estão matriculados na escola terão garantia de vaga, exceto os que recusarem o ensino militar.

Também presente na audiência pública, o diretor da Deip-PMMT, coronel André Avelino Neto, avaliou a aprovação como uma grande vitória e oportunidade para comunidade várzea-grandense.

A partir de agora, informou Cel Neto, a Polícia Militar, por meio de sua Diretoria de Ensino e em parceria com a Seduc, dará início ao processo de transição para o ensino militar.

Atualmente, o Estado conta com sete unidades de Escolas Tiradentes que atendem cerca de 3.500 estudantes. Estão sediadas nas cidades de Cuiabá, Confresa, Rondonópolis, Juara, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Sorriso.

As escolas militares mato-grossenses são destaque nos exames do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). As notas referentes a 2019, apresentadas em 2020, superam a média da rede estadual.

Os alunos da Escola Tiradentes Cabo PM Israel Wesley Prado de Almeida, da cidade de Juara e a Escola Tiradentes Soldado PM Adriano Moraes Ramos, em Lucas do Rio Verde conquistaram as notas mais altas (7,1) das séries finais do ensino fundamental na avaliação do Ideb. Em Cuiabá, a Escola Tiradentes obteve o índice do Ideb de 6,4, o maior das escolas estaduais da baixada cuiabana.

 

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana