conecte-se conosco



Variedades

Vencedora do “BBB4”, Cida perdeu prêmio de R$ 500 mil e vive em quitinete

Publicado

em

Campeã do “Big Brother Brasil 4”, a ex-babá Cida ganhou, na época, o prêmio máximo do programa, no valor de R$ 500 mil. Mas ela relata ter perdido tudo depois de ter sofrido um golpe: sem emprego fixo, ela hoje vive numa quitinete e vende bolos em potes para ter uma renda.
Parte da bolada também se desfez em empréstimos a amigos e parentes e honorários de um advogado, já que seu ex-companheiro procurou a Justiça para ter direito à metade do prêmio do reality. A ex-participante contou sua história no programa “Domingo Show”, da Record, neste domingo (1º).
Conheci uma pessoa, que se dizia assessora, e ela pediu pra ser fiadora de uma casa dela no Recreio [bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro]. Resumindo tudo, essa pessoa não pagou o aluguel da casa em que ela estava. Me colocaram na Justiça, negociei com a dona da casa. Gastei um dinheirão na reforma da casa da mulher. E o acordo dela foi tirar meu nome do processo. Gastei o dinheiro todo que tinha e ela não tirou. Fiz a reforma e ela agiu de má-fé”, explicou ela ao apresentador Geraldo Luís.

Na época, Cida era dona de um imóvel com piscina e dois quartos no município de Mangaratiba (RJ), que foi colocado em leilão.

Hoje, a ex-babá divide o mesmo quarto com o marido, que é motoboy e ganha cerca de R$ 1.500 por mês, e dois filhos, de um relacionamento anterior. Ela contou que alguns dos móveis foram doados pela ex-BBB Solange.

“Meu maior sonho é recuperar minha casa. Fiquei um ano sem passar lá. Agora já consigo passar na rua. Só a sala da minha casa era maior que esses cômodos aqui”, afirmou.

Por R7

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Variedades

Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial

Publicado

em

Por Agência Brasil – Brasília

A partir de junho, as agências dos Correios serão uma opção para quem quer fazer o cadastro para receber o auxílio emergencial do governo, benefício de R$ 600 mensais (R$ 1,2 mil para mães solteiras) pago a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados para amenizar os impactos do isolamento social adotado devido à pandemia do novo coronavírus.

Até este sábado (23), a Caixa Econômica Federal pagou R$ 60 bilhões de auxílio emergencial, somadas as primeiras e segunda parcelas. No total, 55,1 milhões de pessoas receberam a primeira parcela, enquanto a segunda parcela alcançou 30,4 milhões.

Nota divulgada pelos Correios esclarece que o início da prestação de apoio das agências postais neste cadastramento será em junho, mas ainda não tem data definida.

Conforme a nota, “as agências estão, nesse momento, em processo de adaptação dos sistemas para realização do serviço.” A estatal promete que “a data de início do atendimento, as formas de acesso da população e demais procedimentos serão amplamente divulgados pelos canais oficiais da empresa.”

 

Edição: Aline Leal

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana