conecte-se conosco



Política MT

Veja quem são os 24 deputados estaduais eleitos em Mato Grosso

Publicado

em

Os eleitores definiram, nas eleições deste domingo (7), a nova composição da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, composta por 24 deputados estaduais. Doze parlamentares conseguiram se reeleger. DEM, PT, MDB, PSD, PSL e PSDB elegeram dois candidatos cada.

12 dos candidatos que atualmente cumprem mandato foram reeleitos. São eles:

  • Janaina Riva (MDB)
  • Nininho (PSD)
  • Max Russi (PSB)
  • Eduardo Botelho (DEM)
  • Dilmar Dal Bosco (DEM)
  • Guilherme Maluf (PSDB)
  • Sebastião Rezende (PSC)
  • Gilmar Fabris (PSD)
  • Valdir Barranco (PT)
  • Silvano Amaral (MDB)
  • Professor Allan (PTB)
  • Wilson Santos (PSDB)

Os novos deputados escolhidos pela população foram:

  • Delegado Claudinei (PSL)
  • Xuxu Dalmolin (PSC)
  • João Batista Sindspen (Pros)
  • Dr. Gimenez (PV)
  • Silvio Favero (PSL)
  • Paulo Araújo (PP)
  • Lúdio Cabral (PT)
  • Dr. Eugênio (PSB)
  • Valmir Moretto (PRB)
  • Ulysses Moraes (DC)
  • Hermes Bergamin (SD)
  • Faissal (PV)

Confira abaixo a lista dos eleitos (os reeleitos estão marcados em negrito):

  • Janaina Riva
  • Nininho
  • Max Russi
  • Eduardo Botelho
  • Dilmar Dal Bosco
  • Guilherme Maluf
  • Delegado Claudinei
  • Sebastião Rezende
  • Gilmar Fabris
  • Lúdio Cabral
  • Valdir Barranco
  • Hermes Bergamin
  • Faissal
  • Valmir Moretto
  • Silvano Amaral
  • Xuxu Dalmolin
  • Professor Allan
  • Ulysses Moraes
  • Dr. Eugênio
  • Wilson Santos
  • Dr. Gimenez
  • Silvio Favero
  • João Batista Sindspen
  • Paulo Araújo
Fonte: G1

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

PF prende em Portugal suspeito de invasão hacker ao TSE

Publicado

em

Operação coordenada pela Polícia Federal (PF) em parceria com a Polícia Judiciária Portuguesa prendeu neste sábado (28), em Portugal, um suspeito de envolvimento no ataque hacker ao sistema Tribunal Superior Eleitoral do (TSE), que divulgou dados do tribunal no dia do primeiro turno das eleições municipais.

Segundo a PF, o inquérito policial aponta que um grupo de hackers brasileiros e portugueses, liderados por um cidadão português, foi responsável pelos ataques criminosos aos sistemas do TSE no primeiro turno das Eleições de 2020.

Estão sendo cumpridos, no Brasil, três mandados de busca e apreensão e três medidas cautelares de proibição de contato entre investigados nos estados de SP e MG. Além da prisão, em Portugal, é cumprido um mandado de busca e apreensão. As ações se desenvolvem com por meio da Operação Exploit.

Os mandados cumpridos no Brasil foram expedidos pelo Juízo da 1ª Zona Eleitoral do Distrito Federal, após representação efetuada pela Polícia Federal e manifestação favorável da 1ª Promotoria de Justiça Eleitoral.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana