conecte-se conosco



Várzea Grande

Várzea Grande paga o décimo terceiro e Lucimar anuncia pagamento do salário de dezembro

Publicado

em

Apontando para os importantes números do crescimento nos investimentos e na transparência de dados oficiais, a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos anunciou que na data de hoje, 18, o 13º salário dos servidores públicos municipais amanheceu creditado nas contas dos mais de 7 mil servidores.

Receberam o 13º salário, os servidores da Prefeitura Municipal, do Departamento de Água e Esgoto – DAE/VG e da Previdência de Várzea Grande – PREVIVAG.

Com isto, a atual gestão cumpre com o calendário anunciado no final de setembro próximo passado que estabeleceu datas para os pagamentos dos salários de outubro, novembro, 13º e dezembro, este último previsto para ser pago no próximo dia 27 de dezembro.

“Com mais este pagamento dos salários dos servidores estamos resgatando nosso compromissos e principalmente permitindo que o funcionalismo planeje suas festividades de final de ano, o mesmo acontecendo com o comércio e a indústria que executa seus investimentos com base na certeza de que haverá possibilidade de vendas”, disse a prefeita.

Lucimar Campos assinalou que apesar das dificuldades impostas pela crise econômica que afetou o Brasil e principalmente Mato Grosso, Várzea Grande está conseguindo se destacar graças as medidas adotadas pela sua gestão no controle dos gastos, redução das despesas e principalmente na otimização dos investimentos, “pois investindo em obras e ações públicas a economia gira e a vida melhora para todos”, disse ela.

“Fiquei extremamente satisfeita com os resultados do Relatório do Multi Cidades feito pela Confederação Nacional dos Prefeitos – CNP, que apontou para o crescimento nos investimentos em nossa cidade entre os anos de 2016 e 2017 acima da média nacional, com 41,5%, o que representou R$ 211,00 por habitante, um valor significativo e que demonstra nosso compromisso com a população e com a cidade”, ponderou Lucimar Sacre de Campos.

A prefeita garantiu ainda para o próximo dia 27, o pagamento do salário de dezembro, fechando o ano de 2018 com todos os salários sendo rigorosamente pagos no mês trabalhado e em alguns casos antecipado, quando ocorre uma folga no caixa do Tesouro Municipal.

Ela frisou que o servidor público de Várzea Grande é uma peça importante para a Administração Municipal, pois através dele que as políticas públicas são executadas e colocadas em prática.

“Só levamos saúde através dos médicos e enfermeiros. Só garantimos Educação através dos professores e técnicos. Só temos obras através do esforços os engenheiros e arquitetos. Só melhoramos a segurança através dos Guardas Municipais. Só promovemos o social através das assistentes sociais e agentes e todas essas profissões contam ainda com o suporte dos agentes administrativos, dos motoristas, dos técnicos, dos auxiliares, dos agentes de limpeza, enfim, todo o universo de servidores públicos nos ajuda a fazer de Várzea Grande uma cidade mais humana e melhor para se viver”, comemorou a prefeita.

Várzea Grande

Governo apresenta diretrizes do BRT a VG

Publicado

em

A equipe técnica da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) apresentou, durante a reunião nesta sexta-feira (22.01), à equipe técnica da Prefeitura de Várzea Grande as diretrizes do plano funcional da rede integrada do transporte coletivo para a  implantação do Ônibus de Trânsito Rápido (BRT), movido à eletricidade.

Na ocasião, já foi discutida a ampliação do modal na cidade, que teria apenas um eixo do transporte em caso de manutenção das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), entre o Aeroporto Marechal Rondon em direção à região do CPA, em Cuiabá. Com o BRT, será possível integrar outras grandes regiões de Várzea Grande, como a do Cristo Rei, até o centro da cidade, e contribuir para o desenvolvimento do município.

Durante a reunião, o engenheiro Arlindo Fernandes mostrou que o sistema do BRT prevê a operação de linhas expressas que podem fazer percurso saindo da calha viária planejada para o VLT, nos eixos de Várzea Grande sentido CPA e sentido Coxipó, em Cuiabá. Desse modo, proporcionará maior alcance social, uma vez que vai atingir as regiões mais populosas e também mais distantes do eixo estrutural do VLT.

No caso de Várzea Grande, essas linhas podem levar os passageiros da região do aeroporto até o centro de Cuiabá sem nenhuma parada, com maior rapidez e redução do tempo de viagem. Além disso, é possível a instalação de outros terminais para além dos já previstos no plano do VLT, como o do aeroporto, atendendo a várias outras regiões da cidade que não seriam beneficiadas caso não houvesse a  implantação do BRT.

“O BRT traz uma possibilidade de ajustes no projeto. O VLT, por ser uma metodologia ferroviária, tem uma rigidez. O BRT tem toda uma flexibilidade e não precisaria operar somente do Aeroporto até a Prainha, como estava previsto o VLT. Como também poderia operar com uma linha expressa prevendo a não parada. A demanda do BRT é capaz de atender muito mais eixos e mais passageiros”, disse.

Representando a prefeitura de Várzea Grande, Claudio José da Silva pontuou que a cidade tem o interesse de inserir um novo contexto no BRT, a fim de que a população do município tenha acesso com maior facilidade ao centro de Várzea Grande. O objetivo é que, com a implantação do BRT, a cidade possa construir um sistema de integração do transporte coletivo de todos os bairros em uma única região, no centro.

“Aquele terminal do aeroporto, que é o ponto de repouso da frota do VLT, está a 800 metros para frente da rotatória. Não temos interesse de manter esse traçado. Nos não temos interesse no momento de continuar ativado o terminal André Maggi.  Queremos o prolongamento na área central, na Avenida Couto Magalhães com um binário na avenida Filinto Mulller, e que ia até uma rua que chamamos de Dito peixe, na Coronel Norberto”, disse.

Também representando a prefeitura de Várzea Grande, Enodes Soares explicou que o terminal do aeroporto, como estava previsto no VLT, não tem grande utilidade para o transporte do município, visto que o interesse é interligar as duas principais avenidas de Várzea Grande às regiões do Grande Cristo Rei, Chapéu do Sol e Parque do Lago e unificar a cidade.

“A ideia que estamos discutindo é construir um arco de integração dentro do centro, com a construção de algum terminal mais próximo dessa localidade, para que possamos redesenhar as linhas de ônibus para chegar até esse arco central, que é onde atende de fato a nossa população. A população de Várzea Grande não tem o interesse de chegar até o terminal do aeroporto. A nossa vontade é de trazer essa integração para o centro da cidade, interligar as duas principais avenidas de Várzea Grande, inclusive possibilitando a integração com a região do Cristo Rei que o aeroporto acaba separando”, afirmou.

 

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana