conecte-se conosco



Cidades

Variação nos preços do combustível é monitorada pelo Procon

Publicado

em

O Procon de Mato Grosso tem acompanhado o aumento no preço do combustível, que surpreendeu o consumidor mato-grossense nos últimos meses.  O monitoramento dos preços nos postos da capital iniciou em dezembro de 2019. De lá pra cá, foram realizadas três ações, sendo: entre os dias 13 e 20 de dezembro de 2019, nos dias 09 e 10 de janeiro e, a mais recente, nos dias 20 e 21 de janeiro de 2020. Uma quarta ação está em andamento.

Um dos motivos da elevação da tarifa deve-se aos reajustes realizados pela Petrobras, que passou novas tabelas de valores para as distribuidoras de combustíveis em 2020. Porém, a decisão de o quanto desse reajuste será passado ao consumidor depende dos critérios adotados pelo mercado e fica a decisão dos postos que serão afetados com o aumento.

Dados divulgados pela Secretaria do Estado da Fazenda (Sefaz) estimam que esse acréscimo possa chegar até a R$ 0,6 centavos para o consumidor. Porém, há casos de aumento de até R$ 0,30 centavos por litro. “Já encontramos casos de aumento no preço sem que os postos tivessem adquirido combustíveis com a nova tabela de reajustes”, explica o gerente de Fiscalização e Controle de Mercado do Procon-MT, Ivo Vinícius Firmo.

Segundo ele, o intuito das fiscalizações é verificar o preço de venda e aquisição. “A ação tem como objetivo examinar quais os valores que os comerciantes estão agregando ao combustível, como também, por quais preços eles estão comprando das distribuidoras”.

Casos de elevação sem motivo são classificados como aumentos arbitrários, que são proibidos, conforme está previsto no Art 39 do Código de Defesa do Consumidor – Lei 8078/90.  Desrespeitando ainda termos previstos no Art. 36 da Lei 12529/11, referente ao de defesa da concorrência, prevendo ilegalidade de aumentar arbitrariamente os lucros.

Desta forma, o Procon MT salienta a atenção do consumidor no momento da compra, exigindo sempre a nota fiscal que deve conter informações como ICMS, nome do estabelecimento, assim como valor pago pelo cliente. Para que, em casos de abusos, possa procurar uma unidade do Procon e registrar a reclamação.

 

Redação

Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Cidades

Condutor provoca acidente fatal na BR-235 e foge do local sem prestar socorro

Publicado

em

da Redação – Paulo Lemos

 

Um motoqueiro foi atingido em cheio por um outro veículo ainda não identificado na BR-235, na cidade de Nova Mutum (239,7 km de distância de Cuiabá), na manhã desta segunda-feira (22), segundo informações a vítima foi reconhecida como Gerson de Oliveira Nascimento, de 50 anos.

 

O motociclista, com o impacto da colisão entre os veículos, morreu no local, antes mesmo dos bombeiros militares chegarem para prestar os socorros.

 

O outro condutor não permaneceu na pista para prestar os primeiros socorros, que se caracteriza outro crime, conhecido como “omissão de socorro”, uma vez que a pena de detenção de dois a quatro anos, e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor. Se caso o omissor comprovar que evadiu do local por justa causa, o julgamento pode gerar uma pena de detenção, de seis meses a um ano, ou multa, se o fato não constituir elemento de crime mais grave.

 

A Polícia Civil segue fazendo as investigações para identificar o outro envolvido que fugiu do acidente. Enquanto o corpo de Gerson, segue para o Instituto Médico Legal (IML).

 

*Com informações SóNotícias*

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana