conecte-se conosco



Várzea Grande

Trio envolvido com crimes patrimoniais e tráfico de drogas é preso em Várzea Grande

Publicado

em

Três criminosos, com passagens por crimes patrimoniais e acusados de atuar com o comércio de entorpecentes, foram presos em flagrante pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG), da Polícia Judiciária Civil, na madrugada desta quarta-feira (09.01), no município.

O trabalho resultou na prisão em flagrante de, Marcilene Conceição Curvo, 32, Marcos Antônio Curvo, 23, e Flávio Rodrigues Carneiro, 41, pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, além de cumprimento de mandado de prisão contra Marcilene, apreensão de drogas e de objetos de origem ilícita.

As investigações iniciaram após a equipe da Derf-VG receber informações de que Marcilene, moradora do bairro Jequitibá, em Várzea Grande estava com mandado de prisão em aberto. Segundo a denúncia, a suspeita também tinha envolvimento com o comércio de entorpecentes na região. Em checagem no sistema, foi constatado o mandado de prisão em aberto contra a acusada, expedido pela 2ª Vara Criminal de Cuiabá.

Diante dos indícios, os policiais da Derf-VG foram até o endereço que a princípio estava vazio. Em conversa com moradores da região, as testemunhas relataram que a suspeita e seu irmão Marcos Antonio fugiram em um veículo Voyage preto, ao saberem da chegada da Polícia no bairro.

Em continuidade as diligências, os policiais seguiram para residência do irmão da suspeita, no bairro Solares Tarunã. No endereço, os investigadores avistaram o veículo suspeito. Marcilene estava em frente a casa sendo abordada pelos policiais e informada sobre o mandado de prisão em aberto em seu desfavor. Na casa, também estavam os suspeitos Marcos Antonio e Flávio que auxiliaram na fuga de Marcilene.

Questionada sobre a atuação com a venda de entorpecentes, a suspeita confessou que atuava no comércio ilícito e que havia dois tabletes de maconha escondidos em sua residência. Os policiais retornaram a casa da traficante, onde foram apreendidos as duas porções da droga, que estavam escondidas debaixo da caixa d’água do banheiro.

Segundo o delegado, Afonso Monteiro da Silva Junior, Marcos e Flávio possuem várias passagens anteriores, em sua maioria por crimes patrimoniais.

“No primeiro momento, o alvo era Marcilene, pois havia a denúncia do mandado de prisão em aberto em seu desfavor, porém a ação resultou na prisão de Marcos e Flávio, autores de diversos crimes como roubos, furtos, receptação, embriaguez ao volante, tendo Flávio passagem anterior também por tráfico de drogas”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT

Várzea Grande

Governo apresenta diretrizes do BRT a VG

Publicado

em

A equipe técnica da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) apresentou, durante a reunião nesta sexta-feira (22.01), à equipe técnica da Prefeitura de Várzea Grande as diretrizes do plano funcional da rede integrada do transporte coletivo para a  implantação do Ônibus de Trânsito Rápido (BRT), movido à eletricidade.

Na ocasião, já foi discutida a ampliação do modal na cidade, que teria apenas um eixo do transporte em caso de manutenção das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), entre o Aeroporto Marechal Rondon em direção à região do CPA, em Cuiabá. Com o BRT, será possível integrar outras grandes regiões de Várzea Grande, como a do Cristo Rei, até o centro da cidade, e contribuir para o desenvolvimento do município.

Durante a reunião, o engenheiro Arlindo Fernandes mostrou que o sistema do BRT prevê a operação de linhas expressas que podem fazer percurso saindo da calha viária planejada para o VLT, nos eixos de Várzea Grande sentido CPA e sentido Coxipó, em Cuiabá. Desse modo, proporcionará maior alcance social, uma vez que vai atingir as regiões mais populosas e também mais distantes do eixo estrutural do VLT.

No caso de Várzea Grande, essas linhas podem levar os passageiros da região do aeroporto até o centro de Cuiabá sem nenhuma parada, com maior rapidez e redução do tempo de viagem. Além disso, é possível a instalação de outros terminais para além dos já previstos no plano do VLT, como o do aeroporto, atendendo a várias outras regiões da cidade que não seriam beneficiadas caso não houvesse a  implantação do BRT.

“O BRT traz uma possibilidade de ajustes no projeto. O VLT, por ser uma metodologia ferroviária, tem uma rigidez. O BRT tem toda uma flexibilidade e não precisaria operar somente do Aeroporto até a Prainha, como estava previsto o VLT. Como também poderia operar com uma linha expressa prevendo a não parada. A demanda do BRT é capaz de atender muito mais eixos e mais passageiros”, disse.

Representando a prefeitura de Várzea Grande, Claudio José da Silva pontuou que a cidade tem o interesse de inserir um novo contexto no BRT, a fim de que a população do município tenha acesso com maior facilidade ao centro de Várzea Grande. O objetivo é que, com a implantação do BRT, a cidade possa construir um sistema de integração do transporte coletivo de todos os bairros em uma única região, no centro.

“Aquele terminal do aeroporto, que é o ponto de repouso da frota do VLT, está a 800 metros para frente da rotatória. Não temos interesse de manter esse traçado. Nos não temos interesse no momento de continuar ativado o terminal André Maggi.  Queremos o prolongamento na área central, na Avenida Couto Magalhães com um binário na avenida Filinto Mulller, e que ia até uma rua que chamamos de Dito peixe, na Coronel Norberto”, disse.

Também representando a prefeitura de Várzea Grande, Enodes Soares explicou que o terminal do aeroporto, como estava previsto no VLT, não tem grande utilidade para o transporte do município, visto que o interesse é interligar as duas principais avenidas de Várzea Grande às regiões do Grande Cristo Rei, Chapéu do Sol e Parque do Lago e unificar a cidade.

“A ideia que estamos discutindo é construir um arco de integração dentro do centro, com a construção de algum terminal mais próximo dessa localidade, para que possamos redesenhar as linhas de ônibus para chegar até esse arco central, que é onde atende de fato a nossa população. A população de Várzea Grande não tem o interesse de chegar até o terminal do aeroporto. A nossa vontade é de trazer essa integração para o centro da cidade, interligar as duas principais avenidas de Várzea Grande, inclusive possibilitando a integração com a região do Cristo Rei que o aeroporto acaba separando”, afirmou.

 

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana