conecte-se conosco



Polícia

Travesti é presa em flagrante após matar garota de programa a pedradas no CPA 3

Publicado

em

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) realizou a prisão em flagrante de uma travesti, suspeita de matar uma garota de programa na madrugada desta quinta-feira (25), na Capital.

A vítima E.R.M, 43, foi encontrada inconsciente em frente a um ginásio no bairro CPA 3, por volta da meia-noite. Após ser acionada pela Polícia Militar, uma equipe do Samu constatou o óbito da mulher. Durante atendimento da ocorrência uma travesti que estava no local se apresentou como testemunha do crime. Ela apresentava as mãos sujas de sangue e justificou que havia tentado reanimar a vítima.

Com a chegada da equipe da Polícia Civil (DHPP) a travesti começou a iniciar uma série de contradições – que a vítima estava atendendo 04 clientes ao mesmo tempo, depois que era um apenas, etc. Também apresentou nome falso aos policiais e foi conduzida a delegacia para esclarecimentos.

Na unidade policial ela foi identificada com o nome de registro de Adelmar de Carvalho Amorim, 31, (nome social: “Michele Latrocínia”). Ela possui ao menos seis passagens criminais, incluindo roubos, ameaças e um homicídio anterior.

Durante o procedimento de interrogatório, a travesti acabou confessando o crime e disse que apedrejou a vítima por desentendimento referente a compra de entorpecentes. Michele declarou que havia dado dinheiro para que a colega comprasse drogas para ambas, o que não veio a ocorrer.

A travesti foi autuada em flagrante pela delegada Jannira Laranjeira pelo crime de homicídio qualificado. Após os procedimentos de praxe na delegacia e recolha de material a ser periciado, Michele será encaminhada para audiência de custódia, no Fórum da Capital.

 

Assessoria | PJC-MT

 

Polícia

Policiais e conselheiros tutelares encontram seis irmãos abandonados pela mãe

Publicado

em

Policiais militares do 14º BPM de Poxoréu (a 251 km de Cuiabá) foram acionados pelos conselheiros tutelares de Primavera do Leste na noite desta quarta-feira (02.12) que crianças estariam abandonadas em uma casa, na Comunidade Rural São Gabriel.

No local, a denúncia foi confirmada. A adolescente de 15 anos, contou aos agentes que frequentemente a mãe se ausenta e a responsabiliza para cuidar dos cinco irmãos de 10, 07 e 04 anos, além das gêmeas de seis meses. Disse ainda que a mãe já estava ausente há dois dias e teria ido à cidade de Rondonópolis.

Diante da situação, os conselheiros encaminharam à adolescente e as crianças para o Lar das Crianças para serem tomadas as providencias necessárias

O boletim de ocorrência foi registrado e encaminhado a Polícia Judiciária Civil de Poxoréu para providencias que o caso requer. A mulher foi identificada.

Os policiais militares registraram por meio de fotos a condição precária que vive os seis irmãos. A geladeira sem alimentos, muita sujeira, roupas e vasilhas sujas e espalhadas pela casa. Caracterizando um local insalubre.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana