conecte-se conosco



Sem categoria

Tite convoca Seleção com uma novidade, retorno e ‘um brasileiro’

Publicado

em

Foto: Pedro Martins / MoWA Press

 

 

 

O técnico Tite revelou, nesta sexta-feira, na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, a última lista de convocados de 2018. Para os amistosos contra Uruguai e Camarões, nos dias 16 e 20, em Londres, respectivamente, o treinador, diferente do que era esperado, promoveu apenas uma novidade: Allan, meia do Napoli.

No geral, a lista, de novidade em relação as duas anteriores ao pós-Copa de 2018, promoveu o retorno de Paulinho, voltante que atua no futebol chinês, e a vinda do goleiro Brazão, do sub-20 do Cruzeiro. Tite preferiu não chamar jogadores que estavam no radar da Seleção e que estivessem envolvido na reta final do Campeonato Brasileiro. O único que foi chamado que atua no futebol nacional foi o zagueiro Dedé.

– Cria impacto. Não são testes, são oportunidades. Meu cargo exige que eu tenha bom senso, que eu projete o que o campeonato é, o que eu gostaria se fosse técnico do clube – justificou Tite sobre este cenário do calendário brasileiro.

Vale lembrar que, em tese, os dois compromissos que fecham o ano de 2018 serão os últimos que a comissão técnica da Seleção Brasileira fará observações visando a Copa América do ano que vem, que será realizada no Brasil. A ideia de Tite é que a primeira convocação do ano que vem seja já com o grosso do grupo que ele imagina para a competição. A primeira data Fifa acontecerá em março.

Os adversários dos amistosos do mês que vem trazem boas lembranças para o Brasil. Nos últimos encontros goleadas por 4 a 1. Diante dos uruguaios, o jogo aconteceu em março do ano passado, em Montevidéu, pelas Eliminatórias. Já diante dos africanos, ocorreu na última rodada do Grupo A da Copa do Mundo de 2014, em Brasília.

CONFIRA A LISTA DE CONVOCADOS

GOLEIROS

Alisson (Liverpool-ING)

Ederson (Manchester City-ING)

Brazão (Cruzeiro)

LATERAIS

Marcelo (Real Madrid-ESP)

Filipe Luís (Atlético de Madrid-ESP)

Fabinho (Liverpool-ING)

Danilo (Manchester City-ING)

ZAGUEIROS

Marquinhos (PSG-FRA)

Miranda (Inter de Milão-ITA)

Pablo (Bordeaux-FRA)

Dedé (Cruzeiro)

MEIAS

Casemiro (Real Madrid-ESP)

Walace (Hannover-ALE)

Philippe Coutinho (Barcelona-ESP)

Allan (Napoli-ITA)

Arthur (Barcelona)

Paulinho (Guangzhou -CHN)

ATACANTES

Neymar (PSG-FRA)

Firmino (Liverpool-ING)

Gabriel Jesus (Manchester City-ING)

Richarlison (Everton-ING)

Douglas Costa (Juventus-ING)

Willian (Chelsea-ING)

 

 

Sem categoria

Consumidores inadimplentes podem renegociar dívidas na 7ª Semana Nacional de Educação Financeira

Publicado

em

Os consumidores que possuem pendências com instituições financeiras e de telecomunicações podem renegociar suas dívidas até o dia 29 de novembro pela plataforma de reclamação online consumidor.gov.br. A iniciativa da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon/MJSP) integra a programação da 7ª Semana Nacional de Educação Financeira (ENEF), promovida pelo Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF).

Neste ano, o tema do evento é Resiliência Financeira: Como atravessar a crise? e a Senacon reforça a importância de os consumidores terem uma vida financeira saudável nesse período atípico, com a pandemia de Covid-19. O prazo médio de respostas na plataforma consumidor.gov.br é de sete dias, com 80% das demandas resolvidas. Participam da ação as empresas Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Santander, Banco do Brasil, BMG, Banco PAN, Oi Vivo, Claro e Tim.

Como renegociar

Para renegociar suas dívidas, os consumidores devem acessar a plataforma www.consumidor.gov.br, realizar um cadastro (caso ainda não o tenha), selecionar a instituição financeira ou de telecomunicação com a qual deseja negociar e formalizar sua solicitação de renegociação de débitos na plataforma. Seguindo o procedimento padrão de abertura de reclamação na plataforma. Depois de preencher a solicitação, o consumidor deve selecionar no campo “Problema” a opção “Renegociação/parcelamento de dívida”. Já no campo “Descrição da Reclamação”, o consumidor deve informar que deseja participar da ação da 7ª Semana Nacional de Educação Financeira de renegociação de dívidas.

Online

consumidor.gov.br é a plataforma de registro de reclamações online que atua como uma alternativa para a solução do problema diretamente com as empresas cadastradas. Os procedimentos da plataforma não substituem os procedimentos administrativos, tal como processos, executados pelos Órgãos de Defesa do Consumidor e Procons, que permanecem à disposição para orientar e auxiliar o cidadão em seus pedidos de renegociação de dívidas.

As empresas registradas na plataforma têm o prazo de até dez dias para apresentar uma resposta. O consumidor, por sua vez, terá até 20 dias para avaliar se o atendimento prestado foi satisfatório ou não. Durante esse prazo, a pessoa poderá interagir com a empresa, para anexar documentos, tirar dúvidas ou complementar sua reclamação, caso necessário.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana