conecte-se conosco



Eventos

Termo de cooperação destina R$ 248 mil para combate à Covid-19

Publicado

em

Termo de cooperação técnica e financeira firmado nesta quarta-feira (03) entre órgãos governamentais, iniciativa privada e instituições de ensino e pesquisa destinou R$ 248.000,00 para a aquisição de insumos necessários à automatização parcial do diagnóstico da Covid-19 em Rondonópolis. A parceria vai possibilitar o aumento da capacidade de testagem de pacientes e profissionais da saúde em mais de 500%.

O termo envolve o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 6 ª Promotoria de Justiça Cível de Rondonópolis, a Agropecuária Guarita S/A, Amaggi Importação e Exportação Ltda, Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) e a Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis.

Universidade Federal de Rondonópolis possui atualmente todos os equipamentos necessários para a realização do diagnóstico da doença utilizando os protocolos nacionais e internacionais descritos na literatura científica. Contudo, a maior parte dos equipamentos é antiga e existe um gargalo no diagnóstico que é a etapa de extração.

Com os equipamentos atuais é possível realizar a extração de no máximo 36 amostras/dia atuando em dois turnos e tempo total de 10 horas de trabalho. Com os recursos provenientes desta cooperação técnica será possível adquirir equipamentos modernos, fazendo com que o número de amostras processadas diariamente possa chegar a cerca de 200 testes/dia.

“O Ministério Público vem atuando fortemente no combate à pandemia e aqui em Rondonópolis não é diferente. Este termo de cooperação é mais uma das ações de enfrentamento à doença no município. É hora de unirmos forças. É o momento de iniciativa pública e privada trabalharem em prol de um bem maior, que é a vida de cada cidadão”, destacou o promotor de Justiça Ari Madeira Costa, que intermediou a parceria.

Ele ressaltou, ainda que os equipamentos adquiridos neste momento continuarão sendo de grande valia após o término da pandemia. Eles poderão ser direcionados em outras ações de diagnóstico de extrema importância na região, como a detecção do vírus da Dengue, Zika e Chikungunya, entre outras doenças.

O termo de cooperação foi firmado por meio de duas videoconferências. A primeira foi realizada entre o Ministério Público e as empresas Agropecuária Guarita e Amaggi. A segunda videoconferência contou com a participação de representantes do Ministério Público, da Universidade Federal de Rondonópolis e da Santa Casa de Misericórdia do município.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Eventos

Ex-aluna do Senac-MT, curso PQA, compartilha história de sucesso

Publicado

em

Moradora do município de Primavera do Leste (231 Km de Cuiabá), a jovem Camila Daniele, hoje com 30 anos, formada em Marketing e Arquitetura, é colaboradora da empresa Cotrimac – Construção e Acabamento, há 16 anos. E o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-MT) tem uma participação especial nessa carreira de sucesso.

Camila ingressou na empresa, aos 14 anos de idade, por meio do Programa de Qualificação do Aprendiz (PQA), oferecido pela instituição que é o braço de qualificação profissional da Fecomércio-MT.

Ao participar de um bate-papo no Minuto Senac-MT, transmitido pelo Instagram, Camila explicou que ingressou em um curso do Senac-MT por iniciativa da família, e depois sua irmã e primos também fizeram cursos oferecidos pela instituição. “Eu fui o exemplo. Daí eles pensaram: se deu certo com a Camila, vai dar certo com o restante também, vamos colocar no Senac-MT”, diz.

Desde sua criação, o Senac-MT tem o compromisso de oferecer Programas de Aprendizagem Profissional Comercial destinados a jovens na faixa dos 14 aos 24 anos, encaminhados pelas empresas do setor do comércio de bens, serviços e turismo.

“Por isso que a gente fala que, se o jovem aprendiz focar e quiser isso para vida profissional dele, o Senac-MT entrega prontinho. Depois, a empresa consegue renovar o contrato do aprendiz como profissional. Por isso que é interessante o curso do Senac para aprendiz, porque a empresa consegue “moldar” o profissional com a cultura da empresa”, avalia a gerente de vendas da Cotrimac.

Dentro da empresa, Camila Daniele atuou em vários setores graças à bagagem e à formação profissional proporcionada durante o curso. Atualmente, ela trabalha no setor comercial da empresa. “Aquilo foi me motivando até eu ter certeza sobre a área que eu queria atuar na Cotrimac, onde eu pude me qualificar melhor e dar o melhor para a empresa”, observa.

No caso de Camila, após concluir o curso e atingir a idade para ser contratada, foi efetivada como funcionária na empresa com todos os benefícios. Hoje contabiliza 16 anos como funcionária e conhece todos os setores, desde o administrativo, financeiro até o estoque e reposição de mercadorias nas gôndolas.

“A gente tem um carinho imenso pelo Senac porque eu ainda tenho muito contato com a gerente da escola e com os instrutores do cursos de aprendizagem, porque a empresa mantém contrato com o Senac para a formação do jovem aprendiz todos os anos”, destaca Camila, ao observar que sempre há um instrutor do Senac indo até a empresa para acompanhar o aprendiz.

Conforme a profissional, sua história de sucesso, a exemplo de outros colegas que estão há duas, três décadas na Cotrimac, também se deve à valorização do ser humano e ao apoio que a empresa oferece aos colaboradores.

Sobre a parceria do Senac-MT com as empresas para o curso de aprendizagem, Camila deixa um conselho: “Quem puder, faça essa parceria. É essencial a empresa ter esse aprendiz, pois consegue moldar o jovem da forma como gostaria de ter o colaborador. O Senac, do seu lado, está lá para colocar a teoria, passar as informações. É uma parceria de sucesso que vai longe e não pode parar”, finaliza.

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana