conecte-se conosco



Cuiabá

Abordagens nas barreiras sanitárias terão funções orientativa e preventiva

Publicado

em

Nas barreiras sanitárias que estarão instaladas em quatro pontos estratégicos de entrada e saída de Cuiabá, a partir desta quarta-feira (8), cerca de 30 servidores da Secretaria Municipal de Saúde irão aferir a temperatura corporal dos condutores e passageiros de veículos e aplicar um questionário, no qual constarão as seguintes questões: a procedência das pessoas (será solicitado comprovante de endereço ou passagem, por exemplo), motivo do deslocamento (se a trabalho, passeio, visita familiar), a temperatura corporal, se apresentou febre nos últimos três dias, se apresenta sintomas como tosse, dor de garganta, dor no corpo, dor de cabeça, desconforto ao respirar, alteração ou perda de olfato ou paladar, entre outros.

Caso a pessoa apresente sintomas da Covid-19, será orientada a procurar assistência médica em uma unidade e saúde mais próxima ou na rede privada, caso tenha convênio ou particular.

Também será dada a orientação para que a pessoa não permaneça na cidade, caso esteja apenas de passagem. Se for visitante, terá que cumprir quarentena domiciliar por 7 dias e tomar todas as medidas preventivas, como uso de máscara, lavagem constante das mãos com água e sabão ou usar álcool em gel e outras formas de diminuição do risco de contágio.

Procedimento nos ônibus rodoviários

A barreira sanitária também irá verificar a situação dos motoristas e passageiros de transporte rodoviário coletivo. Nesse caso, o fiscal sanitário irá:

– Observar o uso de máscara pelo condutor e demais passageiros

– Oferecer máscara aos condutores que não estiverem com a mesma

– Aferir a temperatura

– Aplicar o questionário em pessoas com temperatura acima de 37,5°C

– Ler as orientações para o condutor

– Encaminhar o condutor a uma unidade de saúde caso esteja com febre.

Funcionamento

Entre os dias 08 e 14 de julho, das 8h às 12h e das 13h às 17h, as barreiras sanitárias estarão instaladas em quatro pontos estratégicos de entrada e saída da capital: na rodovia federal BR-163/363/070 (saída para Rondonópolis), na MT-040 (estrada para Santo Antônio do Leverger), na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251, estrada para Chapada dos Guimarães) e na Rodovia Helder Cândia (MT-010, que liga Cuiabá ao Norte do estado).

Conforme a Diretoria de Vigilância em Saúde, a barreira sanitária entre Cuiabá e Várzea Grande não se faz necessária porque a cidade vizinha também deverá realizar a mesma medida nas suas demais entradas e saídas. A implantação das estruturas é uma estratégia adotada como forma de inibir o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19).

Cerca de 30 servidores da Secretaria Municipal de Saúde, além de agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana, policiais rodoviários federais e policiais militares que atuarão nas blitzes e segurança dos servidores.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Sintep/MT e Fórum Sindical realizam carreata contra a votação da Reforma da Previdência

Publicado

em

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) junto com o Fórum Sindical realizam nesta quarta-feira (12.08) uma nova carreata no Centro Político Administrativo (CPA) da Capital. A concentração será a partir das 7h30, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), onde será colocada para votação a Reforma da Previdência de Mauro Mendes, ou o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) nº 06.

Com o lema “Deputados se o governo não abrir a negociação, votem não”, o Fórum Sindical (composto por mais de 30 sindicatos e associações) pressiona os parlamentares de Mato Grosso a revogarem a PEC nº 06, ou PEC da Morte.

O projeto do governo, que até então tem a maioria dos parlamentares apoiando, irá fazer com que os servidores trabalhem mais tempo, ampliando a idade mínima para a aposentadoria. Desconta contribuições maiores, para na aposentadoria receberem menos. Será o fim da integralidade e paridade dos salários com os trabalhadores da ativa. Além de todos as perdas citadas, soma-se o confisco de 14%, conforme a Lei 654/2020, sobre aposentadorias acima de R$ 3.001,00.

Para o presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira, a luta é para conseguir que o número de votos parlamentares favoráveis, seja revertida a favor dos servidores e que esses deputados, em maioria, rejeitem a PEC nº 06. “É injustificável essa medida, já que não existem provas de que a Previdência de MT é deficitária”, destaca.

O Sintep/MT reforça a participação dos servidores públicos do estado para continuarem pressionando os deputados a respeitarem os direitos à aposentadoria. “É importante que todos colaborem enviando mensagens para os parlamentares pelas redes sociais, pressionem cada representante de sua região e, também os vereadores e candidatos apoiados pelos deputados. Temos que lembra-los que o maior combate será feito nas urnas, nas próximas eleições”, concluiu.

Serviço

O quê – Carreata contra a Reforma da Previdência, em tramitação na ALMT

Onde – concentração na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (Centro Político de Administrativo de MT)

Quando – 12/08/2020 – a partir das 7h30

Assessoria/Sintep-MT

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana