conecte-se conosco



Últimas Noticias

Suspeito de morte de Marielle é denunciado em crime envolvendo milícia

Publicado

em

O juiz da 3ª Vara Criminal da Capital, Alexandre Abrahão Dias Teixeira, aceitou denúncia do Ministério Público estadual contra Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando Curicica, e Charle Dickson Pereira da Silva, acusados do assassinato de André Luiz Barreto Serralho, ocorrido no dia 1º de agosto de 2016, em Curicica, Jacarepaguá, zona oeste do Rio.

De acordo com a denúncia, o crime teria sido cometido por motivo torpe, em razão de disputas internas dentro de organização criminosa popularmente conhecida como milícia que atua no bairro da Curicica. Orlando Curicica é investigado pela Divisão de Homicídios da Capital como suspeito pela morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Na decisão, o magistrado destacou que “o perfil violento, em especial destes denunciados, seus passados criminosos e a certeza de impunidade têm levado a prática desse tipo de conduta no nosso estado. Hoje, apenas para frisar, o Rio de Janeiro conta com inúmeras pessoas executadas em razão de confrontos promovidos por facções criminosas do tipo ‘milícia e/ou tráfico’”.

O magistrado também decretou a prisão preventiva de Orlando Curicica e de Charle Dickson, embora ambos já estejam presos, acusados de outros crimes.

Envolvimento em outras mortes

O juízo da 4ª Vara Criminal do Rio de Janeiro decretou no dia 27 de julho, a prisão preventiva de Orlando Oliveira de Araújo, conhecido como Orlando Curicica, suspeito de envolvimento com os assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. A prisão decretada pela Justiça, no entanto, não tem relação com o caso Marielle. O motivo é um homicídio ocorrido em 2015.

Curicica está preso desde outubro de 2017 e, em junho deste ano, depois de ser apontado como suspeito do assassinato de Marielle, foi transferido para a Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Ele nega envolvimento no crime.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Últimas Noticias

Governo de Mato Grosso adianta para o dia 16 de dezembro o pagamento do 13º salário

Publicado

em

O Governo de Mato Grosso vai antecipar o pagamento do 13º salário aos servidores públicos estaduais para o dia 16 de dezembro. A previsão inicial era que o pagamento ocorresse no dia 18 do próximo mês.

A confirmação do adiantamento foi anunciada nesta sexta-feira (27.11) pelo governador Mauro Mendes, após reunião com os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda) e Basílio Bezerra (Planejamento e Gestão).

“Acabamos de fechar mais uma reunião e definimos o dia 16 de dezembro para fazermos o pagamento do 13º salário. Então podem contar que no dia 16 de dezembro o décimo terceiro estará na conta, assim como no dia 30 de dezembro o salário de dezembro também será pago”, afirmou o governador.

Mauro Mendes lembrou que o Governo de Mato Grosso tem pagado o salário dos servidores todo dia 30 dentro do mês trabalhado, sendo que neste mês a remuneração também foi adiantada, tendo a folha sido quitada integralmente na data de hoje.

Além disso, para os servidores efetivos, 40% do décimo terceiro já foi quitada pelo estado no mês de junho.

“Estamos consertando o Estado. Parabéns a todos os servidores da Sefaz, da Seplag e de todas as secretarias que estão nos ajudando nessa tarefa de colocar ordem na casa. No ano que vem, vamos ter muita novidade boa para os servidores e para a população, e se Deus quiser nos próximos anos também”, relatou.

O secretário Basílio Bezerra ressaltou que esse adiantamento se deve às medidas tomadas pelo Governo de Mato Grosso desde o início da gestão, que equilibraram as contas do Estado.

“Herdamos salários de forma escalonada e graças a todas essas medidas temos condições financeiras de trazer esse benefício, conseguindo antecipar o pagamento, o que vai colocar na economia recursos na ordem de R$ 300 milhões e fazer com que o servidor passe um final de ano mais tranquilo, com recursos no bolso”, pontuou.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana