conecte-se conosco



Política MT

Sou pré-candidato, diz Walace Guimarães

Publicado

em

O ex-prefeito de Várzea Grande e pré-candidato a deputado estadual Walace Guimarães (PV), confirmou em entrevista exclusiva ao MT de Fato, que está no páreo para disputar o pleito eleitoral de outubro até a convenção estadual do Partido Verde, no próximo sábado (28).

Já a esposa, Jaqueline Beber Guimarães, concorrerá a Câmara Federal. A princípio o partido deve apoiar a pré-candidatura de Mauro Mendes (DEM) ao Governo do Estado.

 

‘’Até sábado tudo pode acontecer. Teremos a convenção do partido e será definido qual rumo iremos tomar. Se tiver alguma composição política que eu não concorde, lógico que eu posso desistir, mas se tudo encaminhar bem, continuo como pré-candidato a deputado stadual e a minha esposa a federal’’.

 

Após ter vencido as eleições de 2012, por 35.14% dos votos válidos, foi cassado da Prefeitura de Várzea Grande em 2015.

 

Em maio daquele ano, o juiz José Luiz Leite Lindote, da 58ª Zona Eleitoral do município, determinou a cassação dele e do vice Wilton Coelho, por suspeitas de gastos ilícitos no pleito de 2012.

 

No ano de 2017, ele foi denunciado pelo Ministério Público (MP), na 2 ª fase da Operação Sodoma, por supostamente ter articulado uma fraude em licitação, para desviar recursos públicos para financiar a sua campanha eleitoral e gerar propina para agentes públicos envolvidos no esquema. As acusações do MP contra Wallace Guimarães, foram baseadas no depoimento prestado pelo ex-secretário estadual de Administração, César Zílio.

 

O ex-prefeito nega todas as acusações e diz que é inocente.

Fonte: Gabriel Oliveira-MT de Fato

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Deputados votam 34 vetos, derrubam cinco e mantém 29

Publicado

em

Reunidos em sessão ordinária na quarta-feira (2), os deputados fizeram um mutirão e limparam a pauta de vetos em tramitação no Parlamento. Os deputados estaduais votaram 34 vetos do governador Mauro Mendes (DEM) a projetos e mensagens. Destes, apenas cinco vetos foram derrubados.

A pauta estava sobrestada por conta dos vetos que estavam em tramitação na Casa de Leis. Foram três sessões ordinárias para limpar a pauta de vetos e votar os projetos que estavam represados no Parlamento.

Os vetos derrubados foram o veto 86/20, veto 92/2020, veto 75/2020, veto 72/2020 e veto 90/2020.  O veto 86/2020, de autoria do deputado Dr. Gimenez, é veto total aposto ao Projeto de Lei nº 491/2020, que obriga as escolas da rede pública ou privada do Estado de Mato Grosso a adotarem medidas de prevenção a disseminação do coronavírus (Covid-19) em suas instalações, quando do retorno as aulas presenciais.  Outro veto derrubado, o veto 72/2020, de autoria do deputado Faissal, dispõe sobre a constituição do direito de uso de cadeiras cativas na Arena Pantanal. O Veto 75/2020, do deputado Thiago Silva, também derrubado, institui o Programa Cidadão da Paz, no âmbito do Estado de Mato Grosso.

Os vetos mantidos foram: Veto 47/2020, 56/20, 58/2020, Veto 60/2020, Veto 61/2020, Veto 63/20200, Veto 64/2020, Veto 65/2020, Veto 66/2020, Veto 67/220, Veto 68/2020, Veto 71/2020, Veto 74/2020,Veto 76/2020, Veto 77/2020, Veto 78/2020, Veto 79/2020, Veto 80/2020, Veto 81/2020, Veto 82/2020, Veto 83/2020,Veto 84/2020, Veto 85/2020, Veto 87/2020, Veto 88/2020, Veto 89/2020, Veto 91/2020, Veto 93/2020, Veto 73/2020 e Veto 62/2020.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana