conecte-se conosco



Variedades

Sisu abre inscrições para mais de 235 mil vagas

Publicado

em

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Começam hoje (22) as inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que vão até sexta-feira (25) na internet. Ao todo, serão ofertadas 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país.

Podem concorrer às vagas os estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação. Os candidatos poderão se inscrever no processo seletivo em até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as suas opções em instituição de educação superior participante, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência.

O resultado será divulgado no dia 28 de janeiro. A matrícula dos selecionados deve ser feita de 30 de janeiro a 4 de fevereiro.

Do dia 28 de janeiro ao dia 4 de fevereiro, os estudantes que não foram selecionados na chamada regular, em nenhuma das opções, podem manifestar o interesse em participar da lista de espera. Esses alunos serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro.

A principal novidade deste ano é que os estudantes que forem selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, aqueles que eram selecionados na segunda opção podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

Nota de corte

Uma vez por dia, o sistema do Sisu divulga as notas de corte de cada um dos cursos disponíveis. Trata-se de uma estimativa com base nos candidatos inscritos até o momento. Embora não seja uma garantia da vaga, é possível usar a informação para orientar a escolha.

Durante o período de inscrição no Sisu, o candidato pode consultar, em seu boletim, a classificação parcial na opção de curso escolhido. A classificação parcial é calculada a partir das notas dos candidatos inscritos na mesma opção. Trata-se, assim como a nota de corte, de uma referência e não de um garantia de vaga.

Durante o período de inscrição, o candidato pode modificar a opção de curso quantas vezes quiser. Será considerada no processo seletivo a última opção confirmada pelo estudante.

Aplicativo

Os candidatos podem acompanhar a inscrição pela internet, no site do Sisu, ou pelo aplicativo do sistema de seleção. Pelo app, é possível ter acesso às classificações parciais e notas de corte, ver o resultado final e a lista de aprovados.

Para ter acesso a resultados de edições passadas do Sisu e comparar a própria nota com as notas de corte anteriores, os estudantes podem acessar, gratuitamente, um simulador, desenvolvido pelo Ministério da Educação.

Ao entrar na página do simulador, o estudante coloca suas notas das disciplinas de ciências da natureza, ciências humanas, linguagem, matemática e redação de qualquer das edições do Enem que tenha participado. Depois, marca a alternativa “ampla concorrência” ou “lei de cotas” e, se desejar, usa os filtros disponíveis.

Fonte: Agência Brasil

Variedades

Frentistas descobrem ‘brecha’ em sistema e furtam R$ 130 mil de posto

Publicado

em

O proprietário de um posto de gasolina na Avenida Cândido Mariano, no centro da Capital, registrou boletim de ocorrência nesta segunda-feira (25) após descobrir que dois frentistas estavam furtando o local através de falhas nos sistemas internos e de cartões de débito ou crédito, utilizados pelo posto. Juntos, eles já haviam furtado cerca de R$ 130 mil, inclusive com o cartão da mãe de um deles.

Os frentistas furtavam o posto de gasolina desde abril de 2020. Durante nove meses, eles se aproveitaram de uma falha de comunicação dos sistemas utilizados para pagamento e registros do comércio. Os funcionários fingiam terem vendido algum produto ou serviço do posto e faziam o pagamento através de algum cartão de crédito ou débito. Entretanto, antes da confirmação da venda, eles cancelavam a operação.

No sistema do cartão de crédito constava que havia sido feita uma venda, mas que estava cancelada. Contudo, a transação não era comunicada ao outro sistema, interno do posto de combustível. Era dessa brecha que os frentistas se aproveitavam.

Eles utilizaram, durante os nove meses, diversos cartões, que ainda não foram identificados, exceto por um deles: da mãe de um dos funcionários. Após conversa com o proprietário do empreendimento, ambos pediram demissão na última quinta-feira (21). O caso foi registrado na 1ª DP (Delegacia de Polícia) da Capital e será investigado.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana