conecte-se conosco



Política MT

Sine em Mato Grosso oferece mais de 1,4 mil ofertas de emprego

Publicado

em

Só o município de Sapezal é responsável por 500 vagas em áreas diversas, Lucas do Rio Verde e Cuiabá também possuem o maior número de oportunidades.

 

 

A Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso (Setas-MT) informa que estão abertas 1.459 vagas de emprego em todo o Estado. As ofertas são do Sistema Nacional de Emprego (Sine). O município de Sapezal, na Região Oeste, responde por 500 vagas, sendo o local com mais oportunidades.

Entre as ofertas de Sapezal, 138 são para operador de máquina agrícola, 105 são para auxiliar de linha de produção, 85 para auxiliar de expedição, 71 para auxiliar de agricultura, 38 para trabalhador agrícola polivalente, dentre outras.

Lucas do Rio Verde é o segundo local com maior número de vagas: são 236 oportunidades. Os destaques vão para 60 vagas de apanhador (na cultura), 35 de operador de processo de produção e 18 de técnico em instalação de equipamentos de áudio

Cuiabá é o terceiro local com maior número de vagas: 130 no total. Destas, 20 são para atendente de lanchonete, mais 20 para auxiliar de cozinha e outras 20 para consultor de vendas. Em menor número, ainda há vagas para auxiliar de limpeza, assistente de vendas, motorista entregador e orientador de tráfego para estacionamento.

Ainda na Capital, 23 vagas são exclusivas para Pessoas com Deficiência (PCD), sendo 12 voltadas para auxiliar de linha de produção, 4 para repositor de mercadorias, 2 para atendente de lojas, 2 para auxiliar de estoque, 2 para auxiliar de limpeza e 1 para porteiro.

Mais vagas, em mais municípios mato-grossenses, podem ser acessadas abaixo.

Interessados

As pessoas interessadas nas vagas devem procurar a unidade do Sine mais próxima de sua residência. Em Cuiabá, o Sine atende na unidade do Ganha Tempo Ipiranga, na Avenida Desembargador Lobo, s/n, Centro, e na unidade do Ganha Tempo CPA I, na Rua Alenker s/n, CPA I, Morada da Serra, das 8h às 18h, de segunda à sexta-feira.  Em Várzea Grande, o atendimento é das 10h às 19h, de segunda a sexta-feira, e está localizado no Várzea Grande Shopping, no bairro Jardim Aeroporto.

A Setas reforça que é importante que os cadastros dos trabalhadores no Sine sejam sempre atualizados. Para aqueles que ainda não possuem cadastro no sistema, é preciso procurar as unidades acima e realizarem o cadastramento. O processo é gratuito.

 

Isa Sousa | Setas-MT

Política MT

Descubra quanto cada deputado federal gastou em 2020

Publicado

em

Os deputados federais de Mato Grosso utilizaram bastante dos recursos disponíveis para o mandato em 2020. Entre os 8 parlamentares, quem mais gastou foi Carlos Bezerra (MDB). Com a soma da Cota Parlamentar de R$ R$ 447,6 mil adicionada a verba de gabinete no valor de R$ 1,2 milhão, o total de gastos chegou a R$ 1,449 milhão aos cofres públicos. Confira quanto cada deputado federal gastou.

Em seguida vem Nelson Barbudo (PSL), que gastou R$ 401,9 mil com a divulgação da atividade parlamentar e R$ 943,1 mil de gabinete, o que culminou na somatória de R$ 1,3 milhão ano  passado.

Já o deputado Dr. Leonardo (SD) teve gasto de R$ 349,4 mil da cota e R$ 943,1 mil do custeio do pessoal, com o valor final em 12 meses na casa do R$ 1,292 milhões.

Na atuação como deputado, o progressista Neri Geller gastou R$ 301 mil e com verba R$ 980,6 mil, a somatória dos valores no final resultou em R$ 1,292 milhões em 2020.

O parlamentar José Medeiros (Pode) informou que suas despesas foram na casa de R$ 289 mil com demonstração do seu trabalho e R$ 972, 6 mil de gabinete. No total o custo foi de 1,267 milhões.

Já o emedebista Juarez Costa teve gastos na ordem de R$ 251,7 mil com cota e R$ 993,7 mil com gabinete, somando R$1,260 milhões.

A deputada do Partido dos Trabalhadores (PT), Rosa Neide, teve R$ 242,7 mil em cota parlamentar e R$ 996,1 mil do dinheiro direcionado ao custeio do gabinete, o que totalizou R$1,248 milhões.

Filho do atual prefeito de Cuiabá, o deputado Emanuel Pinheiro Neto, conhecido como Emanuelzinho (PTB), declarou R$ 165,5 mil em atividade parlamentar e R$ 932,7 mil de verba para o custeio do pessoal, no fim a somatória foi de R$ 1.098 milhões.

 

Fonte Gazeta

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana