conecte-se conosco



Variedades

Sine de Mato Grosso oferece 1.397 vagas de empregos nesta semana

Publicado

em

O Sistema Nacional de Emprego (Sine-MT) em Mato Grosso, vinculado à Secretaria de Estado e Assistência Social e Cidadania (Setasc), oferta 1.397 vagas de emprego nesta semana.  As vagas estão distribuídas em 28 municípios onde há unidades do Sine.

Em Sapezal, localizado a 529 km de Cuiabá, são 511 oportunidades de emprego, com destaque para áreas de auxiliar de linha de produção, operador de máquina agrícola e motorista carreteiro. Para os trabalhadores de Lucas do Rio Verde, a 332 km da Capital, são mais 208 vagas de emprego, sendo 100 vagas para operador de processo de produção.

Em Confresa e Sinop, distantes a 1.165 km e 480 km de Cuiabá, estão sendo oferecidas 134 e 128 vagas, respectivamente. Já em Cuiabá e Várzea Grande, são 53 vagas de emprego para o público em geral para mecânico, auxiliar administrativo, vendedor, enfermeiro, entre outros. Nas duas cidades, para as pessoas com deficiência (PCD) somam mais 23 oportunidades.

A coordenadora de Apoio ao Trabalhador e de Gestão do Sistema Público de Emprego do Sine, Simone Koeller, explica que o trabalhador pode verificar a disponibilidade das vagas sem sair de casa, através do portal  empregabrasil.mte.gov.br.

“É preciso fazer o cadastro. Havendo uma vaga que se encaixa no perfil, é preciso imprimir a carta de encaminhamentos e preparar-se adequadamente para o processo seletivo”.

O interessado também pode conferir as opções de emprego se deslocando-se até uma unidade do Sine. É preciso ter em mãos carteira de trabalho e documentos pessoais.

 

Redação

Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Variedades

Câmara pode votar nesta quarta resolução sobre prisão em flagrante de deputados

Publicado

em

As regras sobre prisão em flagrante de parlamentares são o primeiro assunto na pauta da sessão do Plenário prevista para as 13h55 desta quarta-feira (24). Os deputados podem votar o requerimento de urgência para o Projeto de Resolução (PRC) 12/21, da deputada Soraya Santos (PL-RJ), que altera a apreciação da prisão em flagrante de crime inafiançável.

A revisão dos procedimentos relativos à manutenção da prisão em flagrante de deputados foi anunciada pelo presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), na sessão que confirmou a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ).

De acordo com o PRC 12/21, após a prisão em flagrante do parlamentar por crime inafiançável ele será encaminhado à Câmara, permanecendo sob a custódia da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) até que o Plenário decida sobre a manutenção da prisão. A proposta prevê ainda que a CCJC se reúna imediatamente para proferir parecer prévio a respeito da manutenção da prisão. Em seguida, o Plenário delibera, exigindo-se, para a manutenção da prisão, o voto da maioria absoluta dos Deputados.

Outro pedido de urgência que pode ser votado trata do Projeto de Lei 558/21, da deputada Celina Leão (PP-DF), que estabelece que o relator do inquérito não poderá atuar como relator da instrução em processos de competência originária de tribunais.

A pauta inclui ainda a discussão de uma proposta de emenda à Constituição para dispor sobre as prerrogativas parlamentares. De autoria do deputado Celso Sabino (PSDB-PA), o texto ainda não foi apresentado formalmente.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana