conecte-se conosco



Várzea Grande

Sete são presos em ‘boca de fumo’ durante festa de facção em Várzea Grande

Publicado

em

Sete pessoas foram presas na madrugada desta quarta-feira (12), no bairro São Mateus, em Várzea Grande. A denúncia que levou a Polícia Militar até o local informava a realização de uma festa na ‘boca de fumo’, onde foram encontradas mais de 100 porções de drogas.

 

De acordo com as informações, PM fazia rondas pelo bairro, por volta da 00h40, quando recebeu a denúncia de que uma festa estava acontecendo em uma das quitinetes do local.

 

A casa foi apontada como ponto de tráfico comandado por membros de uma facção criminosa. Quando a polícia se aproximou, flagrou a movimentação dos suspeitos, sendo 4 homens e 3 mulheres. Eles tentaram correr e esconder várias sacolas, mas foram surpreendidos.

Em contagem, policiais encontraram 77 porções de cocaína, 27 de maconha, além de uma pedra grande de pasta base e 2 porções grandes de maconha.

 

Também havia na casa uma porção grande de ácido bórico, bem como balanças de precisão e R$ 977 em espécie. Celulares do grupo foram apreendidos e vão auxiliar na investigação sobre o tráfico na região.

 

Uma das jovens presas confirmou que é traficante e que já teria sido presa pela polícia em dias anteriores. Houve princípio de confusão, que foi contido pelos policiais.

Gazeta

Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Várzea Grande

Governo do Estado e Prefeitura de VG se unem na construção de mais casas e apartamentos

Publicado

em

 

O Governo de Mato Grosso através da MT Participações e Projetos S.A (MT PAR) e a Prefeitura de Várzea Grande irão formalizar parceria para edificações de novos residenciais na segunda maior cidade do Estado através de parcerias.
O prefeito Kalil Baracat recebeu em audiência o presidente do MT PAR, Werner Santos, que reforçou o pedido do governador Mauro Mendes de formalizar parceria com os municípios para a empreitada de novos conjuntos habitacionais, tanto de casas como de apartamentos, dependendo da área e das obras complementares.
A audiência foi acompanhada pelo vereador Denival Rodrigues Galibert, ou Sargento Galibert, que defende a política habitacional para fomentar o desenvolvimento e a qualidade de vida, além do ex-deputado estadual e atual diretor administrativo da entidade, Wagner Ramos e assessores.
O prefeito sinalizou que tem interesse e se possível pretende ampliar a participação da cidade para contemplar os moradores com a dignidade de uma moradia.
“Parcerias para beneficiar Várzea Grande e sua população sempre serão bem vindas e nossa cidade está aberta para vencer as demandas existentes no campo habitacional”, disse Kalil Baracat.
O presidente do MT PAR, Werner Santos, frisou, que o interesse do governador Mauro Mendes é atender ao máximo possível os municípios que desejarem formalizar a parceria que envolve o Governo Federal com o Programa Casa Verde e Amarela que substituiu o Minha Casa, Minha Vida e pode contemplar famílias para três rendas estabelecidas, o Governo do Estado com obras de infraestrutura como asfalto, calçadas, meio-fio, sarjetas e os municípios com a área para construir as unidades e as obras complementares como água e energia elétrica. Os equipamentos sociais como Escolas, CMEIs serão executadas em parceria do Estado e do Município.
“Temos interesse urgente em fomentar a geração de emprego e renda e também de garantir a dignidade de um lar para a maioria das famílias com renda de um salário-mínimo até R$ 7 mil mensais, sem descuidar principalmente daqueles com renda mínima e para isto estamos unindo esforços com o Governo do presidente Jair Bolsonaro, Governo Mauro Mendes e com prefeitos interessados em atender as demandas habitacionais de sua população”, disse o presidente MT PAR.
A previsão do Governo Federal é oferecer para o programa um média de R$ 25 bilhões de investimentos anuais do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e R$ 500 milhões do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS, fundo privado, mantido por bancos) e gerar 2,3 milhões de postos de trabalho até 2024, entre diretos, indiretos e induzidos.

 

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana