conecte-se conosco



Variedades

Senai MT abre 1.800 vagas para cursos técnicos em todo o Estado

Publicado

em

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai MT) está com vagas abertas para 18 cursos técnicos em todo o Estado. Nas modalidades presencial e semipresencial, os cursos têm carga horária entre 900 a 1.460 horas e estão disponíveis nos municípios de Barra do Bugres, Barra do Garças, Cuiabá, Juína, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Rondonópolis, Sinop, Sorriso e Várzea Grande.

Entre os cursos ofertados estão Eletrônica, Eletrotécnica, Eletromecânica, Segurança do Trabalho, Logística, Comércio Exterior, Manutenção e Suporte em Informática, Panificação, Confeitaria, Programação de Jogos Digitais, Design de Móveis, Automação Industrial e Internet das Coisas.

Vantagens

Com valores de parcelas que variam entre R$ 138 e R$ 257, a instituição oferece 40% de desconto para indústrias contribuintes, seus colaboradores e dependentes legais; 30% para as indústrias em geral, seus colaboradores e dependentes legais; 15% para ex-alunos do Senai MT (matriculados entre os anos de 2012 a 2019 – exceto os matriculados em cursos de iniciação EAD); e 10% para comunidade em geral para pagamento à vista.

Confira as vagas:

Senai Barra do Bugres

Presencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

Semipresencial Técnico em Segurança do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

 

Senai Barra do Garças

Presencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

Semipresencial Técnico em Segurança Do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

 

Senai Cáceres

Presencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Logística – Vagas 40 / CH 1060

Presencial Técnico em Segurança do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

 

Senai Cuiabá

Presencial Técnico em Administração – Vagas 40 / CH 1100

Presencial Técnico em Comércio Exterior – Vagas 40 / CH 900

Presencial Técnico em Manutenção e Suporte em Informática – Vagas 40 / CH 1100

Presencial Técnico em Panificação – Vagas 40 / CH 900

Presencial Técnico em Programação de Jogos Digitais – Vaga 40 / CH 1100

Presencial Técnico em Segurança do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

 

Senai Distrito Industrial

Presencial Técnico em Design de Móveis – Vagas 40 / CH 900

Semipresencial Técnico em Edificações – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

 

Senai Juína

Juína – Presencial Técnico em Segurança do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

Aripuanã – Presencial Técnico em Eletromecânica – Vagas 40 / CH 1540

 

Senai Lucas Do Rio Verde

Presencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Manutenção de Máquinas Industriais – Vagas 40 / CH 1460

 

Senai Nova Mutum

Presencial Técnico em Cibersistemas para Automação – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Manutenção de Máquinas Industriais – Vagas 40 / CH 1460

Semipresencial Técnico em Manutenção e Suporte em Informática – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Segurança do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Segurança do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

 

Senai Rondonópolis

Presencial Técnico em Automação Industrial – Vagas 40 / CH 1340

Presencial Técnico em Eletrônica – Vagas 40 / CH 1420

Semipresencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Internet das Coisas – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Manutenção de Máquinas Industriais – Vagas 40 / CH 1460

Presencial Técnico em Química – Vagas 40 / CH 1300

Alto Araguaia – Semipresencial Técnico em Segurança do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

 

Senai Sinop

Presencial Técnico em Automação Industrial – Vagas 40 / CH 1340

Presencial Técnico em Confeitaria – Vagas 40 / CH 900

Presencial Técnico em Manutenção de Máquinas Industriais – Vagas 40 / CH 1460

 

Senai Sorriso

Presencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Manutenção de Máquinas Industriais – Vagas 40 / CH 1460

Semipresencial Técnico em Segurança do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

 

Senai Várzea Grande

Presencial Técnico em Automação Industrial – Vagas 40 / CH 1340

Várzea Grande Presencial Técnico em Eletrônica – Vagas 40 / CH 1420

Presencial Técnico em Eletrotécnica – Vagas 40 / CH 1300

Presencial Técnico em Manutenção de Máquinas Industriais – Vagas 40 / CH 1460

Tangara da Serra – Semipresencial Técnico em Segurança do Trabalho – Vagas 40 / CH 1300

 

Redação

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Variedades

Policiais relatam como combateram pornografia infantil na internet

Publicado

em

Em artigo publicado na revista científica Nature três policiais federais apresentaram as estratégias usadas para o combate às redes de pornografia infantil. O trabalho faz uma análise da Operação Darknet que investigou, de 2014 a 2016, criminosos que atuavam em diversas partes do território brasileiro e no exterior. O estudo foi desenvolvido pelos policiais Bruno Requião da Cunha, Luiz Walmocyr dos Santos Júnior e Jean Fernando Passoldem em parceria com pesquisadores da Universidade de Limerick, na Irlanda.

As redes de produção e distribuição de conteúdo envolvendo abuso de crianças e adolescentes se organizam, segundo a descrição feita pelos pesquisadores, na chamada dark web – parte da internet que necessita de ferramentas específicas para ser acessada e com maiores possibilidades de anonimato. Pelos resultados da operação da Polícia Federal, os estudiosos apontam que apesar das redes envolverem milhares de usuários, a maior parte da distribuição é feita por um pequeno número de usuários.

Redes centralizadas

Segundo o estudo, apenas 7,4% dos membros das redes efetivamente publicam conteúdo ilegal e metade dos acessos a esses vídeos e fotografias é feito por um grupo de 0,27% dos participantes da rede. Os pesquisadores ressaltam que essa é uma “diferença marcante em relação a outras redes clandestinas”.

Nos dois anos de investigação, a Operação Darknet identificou, de acordo com o artigo, 182 usuários da rede de distribuição de pornografia infantil com quase 10 mil membros. Com o monitoramento do fórum, foi possível solicitar mandados de busca e apreensão e prisão para alguns dos elos considerados chave no esquema.

Os pesquisadores destacam que apesar de ser uma rede “robusta”, a operação foi bem-sucedida em interromper a maior parte das atividades criminosas. Segundo o artigo, apenas 10 usuários eram responsáveis por um terço das visualizações dos conteúdos de abuso, sendo que 8 deles foram presos na ação. No cálculo final, a operação conseguiu chegar aos membros que eram responsáveis por 60% do movimento no esquema.

 

Por Agência Brasil

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana