conecte-se conosco



Polícia

Secretário de Sinop e irmão de prefeita são presos por furto de resíduos de asfalto

Publicado

em

Polícia prendeu no final da tarde de terça-feira (1), o secretário municipal de Governo de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), Jaime Dalastra, por furto de material fresado – resíduos de asfalto – que ficam armazenados às margens da BR-163. O material foi localizado na fazenda da irmã do secretário, que é a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli. Rota do Oeste, concessionária da via, foi quem identificou e confirmou o furto. Apesar do flagrante, Jaime foi solto por decisão judicial.

 

Segundo as informações da Rota, em nota, a empresa informa que identificou o furto do fresado, que “foi retirado sem autorização” do local de armazenamento. Foi esclarecido ainda que a Prefeitura de Sinop chegou a pedir o uso do material em outubro desse ano, mas não teve continuidade no processo.

 

“A Gestão Pública deixou de encaminhar informações solicitadas pela Rota do Oeste para formalizar o termo de doação”, explicou a concessionária, que utiliza parte do fresado na composição do asfalto, o restante é doado para entidades públicas que se compromete a utilizar o material em locais públicos e em benefício da sociedade.

 

Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada pela empresa e junto com a Polícia Civil, constatou que o material levado estava na fazenda da prefeita. Diante dos fatos, ele foi preso em flagrante e encaminhado para o presídio da cidade. Porém, momentos depois, decisão judicial deu liberdade para Jaime.

 

‘Fato particular’

Em nota, a Prefeitura de Sinop afirma que Dalastra foi ‘conduzido’ à delegacia para ‘esclarecimento’. Alegou ainda que o caso é ‘fato particular’ e por isso, está sendo acompanhado pelo advogado do suspeito, que deverá se posicionar sobre o caso.

 

Por outro lado, a prefeita Rosana convocou uma coletiva de imprensa para a manhã desta quarta-feira (2), no Paço Municipal. Quem falará será o procurador geral do município, Ivan Schneider.

Por Redação

Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Polícia

Cinco motoristas são presos por embriaguez ao volante em Cuiabá

Publicado

em

Cinco motoristas foram presos por embriaguez ao volante durante a 1º edição da Operação Lei Seca, realizada na madrugada deste sábado (16.01), na Avenida Isaac Póvoas, região central de Cuiabá. A primeira operação do ano começou às 2 horas e seguiu até às 3h40.

No período, foram confeccionados 36 Autos de Infração e realizados 41 testes de alcoolemia. Ao todo, 17 veículos, entre automóveis e motocicletas, foram recolhidos e 13 Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foram recolhidas.

Do total de autos de infração, nove foram pelo artigo 165 (dirigir sob influência de álcool), oito pelo artigo 165-A (recusa a ser submetido ao teste de alcoolemia), um pelo artigo 162,I (conduzir o veículo sem CNH), dentre outros. Todos os AITs são aplicados com base na Lei Nº 9.503, do Código Brasileiro de Trânsito.

A Operação Lei Seca é realizada de forma integrada e coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI-E) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Nesta edição, participaram representantes das Polícias Militar (PM-MT), Civil (PJC-MT) e Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) e Sistema Penitenciário de Mato Grosso (Sispen).

A multa para o motorista que é flagrado dirigindo sob efeito alcoólico é de R$ 2.934,70. No momento do teste do bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime.

Quando a quantidade de álcool for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem a CNH retida e paga multa.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana