conecte-se conosco



Eventos

Ricardo Almeida encerra segundo biênio como magistrado do TRE-MT

Publicado

em

Participou de 194 sessões plenárias, recebeu em distribuição e redistribuição 440 processos, proferiu 201 decisões monocráticas, e proferiu 202 decisões colegiadas. Este foi um breve resumo do histórico de atuação do jurista Ricardo Almeida enquanto magistrado do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). Ele encerrou nesta terça-feira (09.07) seu segundo biênio como membro do Pleno da Justiça Eleitoral de Mato Grosso.

“Procurei honrar a cada dia que estive neste Tribunal, este privilégio de fazer parte do TRE-MT. O advogado está habituado a ver parte de uma situação, e ao longo destes quatro anos, me esforcei ao máximo para ver os casos sobre a ótica total, não apenas da parte. Quando sentei na cadeira de magistrado senti o peso que recebemos ao decidir sobre os interesses das pessoas”, pontuou Ricardo Almeida durante a cerimônia de despedida.

Em seu pronunciamento, ele agradeceu a oportunidade de aprender com cada um dos membros do Pleno, destacando as principais características de cada magistrado individualmente, fazendo referência inclusiva aos membros que já passaram pelo Pleno. Cumprimentou a todos os servidores da Justiça Eleitoral que tanto lhe auxiliaram. “Agradeço ao Tribunal de Justiça por ter me inserido em duas listas tríplices para concorrer a esta vaga, pela confiança dos desembargadores daquela casa. Destaco o trabalho da OAB, em especial os da Comissão de Direito Eleitoral, onde os advogados estão sendo unidos independente de seu tempo de carreira em um amplo processo de democratização. Muito obrigado a todos”.

Representando a todos os membros do Pleno do TRE-MT, a magistrada Vanessa Gasques, destacou o empenho do jurista. “Vossa excelência agora carrega em seu currículo a experiência de ser magistrado por quatro anos nesta destacada corte. Todo o trabalho que desempenhou sempre foi muito respeitoso. A classe dos juristas esteve muito bem representada. O senhor sempre demostrou um trabalho ético, técnico e profissional, que dignificou o trabalho desta corte. Tenho certeza que vossa excelência está tranquilo e sereno de ter cumprido com esse dever, que não é fácil”.

Ricardo Almeida atuou como diretor da Escola Judiciária Eleitoral de 21 de agosto de 2017 a 28 de janeiro de 2019, período em que coordenou o Fórum Nacional Propaganda Eleitoral nas Mídias Sociais, em parceria com o Coptrel, o curso Eleitoral para Acadêmicos de Direito, o Seminário Eleições 2018, Cenários e Perspectivas, entre outros.

O presidente do TRE-MT, desembargador Gilberto Giraldelli, também se manifestou na cerimônia. “Um profissional de primeira grandeza. É muito difícil julgar, e mais ainda julgar semelhantes. Vossa excelência deu um exemplo de sua maior virtude que é a humildade. Cito uma oportunidade onde esteve como relator de um processo, e, ao ouvir a sustentação oral e posicionamentos dos demais magistrados, reconheceu que não havia se observado para determinado ponto, votando opostamente ao relatório que havia trazido escrito, isso é evoluir, é fazer justiça, não se apegar ao orgulho, e sim buscar a verdade”.

O desembargador parabenizou a atuação do jurista enquanto esteve atuante no TRE. “Só quem passa pela função de juiz sabe o quanto é difícil se manifestar e fazer justiça. Por vezes, somos mal interpretados, atacados, até de maneira covarde, quando optamos por um lado ou pelo outro. Juiz não fica em cima do muro, é sim ou não. Foram quatro anos se portando de maneira exemplar”.

Além da presença de amigos, familiares e outros advogados, a despedida contou com a fala de reconhecimento da Procuradoria Regional Eleitoral, representada pelo promotor José Ricardo. “Observei um magistrado com serenidade, segurança e conhecimento técnico no julgamento de processos. A contribuição que foi dada, inclusive mudando votos, é uma capacidade que suscita admiração. Parabenizo vossa excelência pela preocupação especial com a fiscalização da aplicação dos recursos públicos. Este é um legado que ficará para o TRE-MT”.

A Ordem dos Advogados do Brasil também prestou suas homenagens por meio do presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB-MT, Luiz Alberto Derze. “A advocacia sentiu-se muito bem representada durante os quatro anos que vossa excelência exerceu o magistério na vaga destinada aos advogados. Ao longo deste período, demonstrou absoluta independência, serenidade, isenção e imparcialidade, marcas que fazem do jurista um excelente magistrado. De fato, vossa passagem fez o TRE-MT caminhar para frente. O doutor Ricardo trouxe o seu entusiasmo da advocacia para magistratura, era satisfatório vê-lo falar do orgulho que ele tinha em poder contribuir para sociedade mato-grossense, com Justiça Eleitoral, obrigado”.

 

Matéria Daniel Dino

Assessoria TRE-MT

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Eventos

Ex-aluna do Senac-MT, curso PQA, compartilha história de sucesso

Publicado

em

Moradora do município de Primavera do Leste (231 Km de Cuiabá), a jovem Camila Daniele, hoje com 30 anos, formada em Marketing e Arquitetura, é colaboradora da empresa Cotrimac – Construção e Acabamento, há 16 anos. E o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-MT) tem uma participação especial nessa carreira de sucesso.

Camila ingressou na empresa, aos 14 anos de idade, por meio do Programa de Qualificação do Aprendiz (PQA), oferecido pela instituição que é o braço de qualificação profissional da Fecomércio-MT.

Ao participar de um bate-papo no Minuto Senac-MT, transmitido pelo Instagram, Camila explicou que ingressou em um curso do Senac-MT por iniciativa da família, e depois sua irmã e primos também fizeram cursos oferecidos pela instituição. “Eu fui o exemplo. Daí eles pensaram: se deu certo com a Camila, vai dar certo com o restante também, vamos colocar no Senac-MT”, diz.

Desde sua criação, o Senac-MT tem o compromisso de oferecer Programas de Aprendizagem Profissional Comercial destinados a jovens na faixa dos 14 aos 24 anos, encaminhados pelas empresas do setor do comércio de bens, serviços e turismo.

“Por isso que a gente fala que, se o jovem aprendiz focar e quiser isso para vida profissional dele, o Senac-MT entrega prontinho. Depois, a empresa consegue renovar o contrato do aprendiz como profissional. Por isso que é interessante o curso do Senac para aprendiz, porque a empresa consegue “moldar” o profissional com a cultura da empresa”, avalia a gerente de vendas da Cotrimac.

Dentro da empresa, Camila Daniele atuou em vários setores graças à bagagem e à formação profissional proporcionada durante o curso. Atualmente, ela trabalha no setor comercial da empresa. “Aquilo foi me motivando até eu ter certeza sobre a área que eu queria atuar na Cotrimac, onde eu pude me qualificar melhor e dar o melhor para a empresa”, observa.

No caso de Camila, após concluir o curso e atingir a idade para ser contratada, foi efetivada como funcionária na empresa com todos os benefícios. Hoje contabiliza 16 anos como funcionária e conhece todos os setores, desde o administrativo, financeiro até o estoque e reposição de mercadorias nas gôndolas.

“A gente tem um carinho imenso pelo Senac porque eu ainda tenho muito contato com a gerente da escola e com os instrutores do cursos de aprendizagem, porque a empresa mantém contrato com o Senac para a formação do jovem aprendiz todos os anos”, destaca Camila, ao observar que sempre há um instrutor do Senac indo até a empresa para acompanhar o aprendiz.

Conforme a profissional, sua história de sucesso, a exemplo de outros colegas que estão há duas, três décadas na Cotrimac, também se deve à valorização do ser humano e ao apoio que a empresa oferece aos colaboradores.

Sobre a parceria do Senac-MT com as empresas para o curso de aprendizagem, Camila deixa um conselho: “Quem puder, faça essa parceria. É essencial a empresa ter esse aprendiz, pois consegue moldar o jovem da forma como gostaria de ter o colaborador. O Senac, do seu lado, está lá para colocar a teoria, passar as informações. É uma parceria de sucesso que vai longe e não pode parar”, finaliza.

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana