conecte-se conosco



Cuiabá

Recurso de R$ 5 milhões para finalização do Nico Baracat II e III é aprovado na Câmara

Publicado

em

Foi aprovada por unanimidade de votos nesta terça-feira (19), na Câmara Municipal de Cuiabá, a proposta de lei que autoriza o poder executivo municipal a realizar aporte de recursos para a finalização e entrega dos Residenciais Nico Baracat II e III. O recurso aprovado é de R$ 5 milhões e será depositado à instituição financeira via Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

A conquista é fruto de ação do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro e o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, que vêm trabalhando em Brasília nas negociações junto ao Governo Federal e Caixa Econômica Federal. A proposta havia sido assinada pelo prefeito no dia 21 de outubro e sido encaminhada à Casa de Leis Municipal de Cuiabá logo em seguida para votação.

Há sete anos foi assinado o contrato para a construção do residencial Nico Baracat. Desde que assumiu o mandato, em 2017, Emanuel Pinheiro estabeleceu como uma das prioridades, destravar o processo junto ao Governo Federal para concretizar a entrega das chaves às famílias contempladas.

“Ontem entregamos a última etapa do HMC e hoje mais uma boa notícia chega para os cuiabanos com esta aprovação na Câmara. Em junho nós entregamos o Nico Baracat I e me comprometi a entregar o dois. Mas não era suficiente, era preciso lutar pela entrega do Nico III, essas pessoas já esperaram demais e essa história não podia mais se delongar. Por isso fomos buscar ajuda em Brasília com o deputado federal Emanuelzinho, que articulou as negociações deste aporte de recursos”, comentou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

Em 17 de junho de 2019, a Prefeitura de Cuiabá e a Caixa Econômica Federal entregaram 360 casas do Residencial Nico Baracat I. Durante a solenidade, foi anunciada a entrega das chaves da segunda etapa, com 443 casas, para o mês de setembro, com aporte financeiro de R$ 1,5 milhões oriundos da Fonte 100.

“É um momento muito feliz pra mim como deputado federal, poder atuar para destravar uma situação que vem se arrastando há tanto tempo e que envolve o bem-estar de tantas famílias da minha cidade, Cuiabá. Estou pronto para buscar cada vez mais o bem da nossa gente”, disse o deputado federal por Mato Grosso, Emanuel Pinheiro Neto.

O residencial está inserido no programa “Minha Casa, Minha Vida”, que tem diretrizes próprias e é coordenado pelo Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal, em parceria com a Prefeitura de Cuiabá.

“A gestão Emanuel Pinheiro tem essa preocupação com as pessoas, podemos ver isso em todas as secretarias, vimos isso com o comprometimento em entregar o HMC e novamente com o Nico Baracat, que mesmo não sendo responsabilidade do Executivo Municipal, será entregue para a população que precisa. E é isso que a Secretaria de Habitação tem feito e vai continuar fazendo, levar moradia digna ao povo de Cuiabá”, declarou o secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Air Praeiro.

Antes da entrega do residencial, a Prefeitura de Cuiabá realizou a pavimentação de 1,2 km da via de acesso ao residencial com pista dupla, drenagem, calçada e paisagismo no entorno.

2 Comentários

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Aliny Yasmim Ferreira Batista Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Aliny Yasmim Ferreira Batista
Visitante
Aliny Yasmim Ferreira Batista

Porém qual dia será o sorteio do 3 e quantos deficientes iram participar

Aliny Yasmim Ferreira Batista
Visitante
Aliny Yasmim Ferreira Batista

Porém tenho uma pergunta, quando será o sorteio do Nico Baracat 3 e quantos deficientes visuais, fisícos e auditivos iram participar?

Cuiabá

Abordagens nas barreiras sanitárias terão funções orientativa e preventiva

Publicado

em

Nas barreiras sanitárias que estarão instaladas em quatro pontos estratégicos de entrada e saída de Cuiabá, a partir desta quarta-feira (8), cerca de 30 servidores da Secretaria Municipal de Saúde irão aferir a temperatura corporal dos condutores e passageiros de veículos e aplicar um questionário, no qual constarão as seguintes questões: a procedência das pessoas (será solicitado comprovante de endereço ou passagem, por exemplo), motivo do deslocamento (se a trabalho, passeio, visita familiar), a temperatura corporal, se apresentou febre nos últimos três dias, se apresenta sintomas como tosse, dor de garganta, dor no corpo, dor de cabeça, desconforto ao respirar, alteração ou perda de olfato ou paladar, entre outros.

Caso a pessoa apresente sintomas da Covid-19, será orientada a procurar assistência médica em uma unidade e saúde mais próxima ou na rede privada, caso tenha convênio ou particular.

Também será dada a orientação para que a pessoa não permaneça na cidade, caso esteja apenas de passagem. Se for visitante, terá que cumprir quarentena domiciliar por 7 dias e tomar todas as medidas preventivas, como uso de máscara, lavagem constante das mãos com água e sabão ou usar álcool em gel e outras formas de diminuição do risco de contágio.

Procedimento nos ônibus rodoviários

A barreira sanitária também irá verificar a situação dos motoristas e passageiros de transporte rodoviário coletivo. Nesse caso, o fiscal sanitário irá:

– Observar o uso de máscara pelo condutor e demais passageiros

– Oferecer máscara aos condutores que não estiverem com a mesma

– Aferir a temperatura

– Aplicar o questionário em pessoas com temperatura acima de 37,5°C

– Ler as orientações para o condutor

– Encaminhar o condutor a uma unidade de saúde caso esteja com febre.

Funcionamento

Entre os dias 08 e 14 de julho, das 8h às 12h e das 13h às 17h, as barreiras sanitárias estarão instaladas em quatro pontos estratégicos de entrada e saída da capital: na rodovia federal BR-163/363/070 (saída para Rondonópolis), na MT-040 (estrada para Santo Antônio do Leverger), na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251, estrada para Chapada dos Guimarães) e na Rodovia Helder Cândia (MT-010, que liga Cuiabá ao Norte do estado).

Conforme a Diretoria de Vigilância em Saúde, a barreira sanitária entre Cuiabá e Várzea Grande não se faz necessária porque a cidade vizinha também deverá realizar a mesma medida nas suas demais entradas e saídas. A implantação das estruturas é uma estratégia adotada como forma de inibir o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19).

Cerca de 30 servidores da Secretaria Municipal de Saúde, além de agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana, policiais rodoviários federais e policiais militares que atuarão nas blitzes e segurança dos servidores.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana