conecte-se conosco



Política MT

Propostas ao Cota Zero são entregues ao governo do Estado

Publicado

em

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) entregou na tarde de terça-feira (28) ao secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, a proposta alternativa dos lojistas e dos pescadores profissionais e amadores de Mato Grosso ao projeto de lei 666/2019 de autoria do governo do Estado.

Denominado de Cota Zero, o projeto de lei prevê a proibição do abate e transporte de peixe nos rios de Mato Grosso pelo período de cinco anos, a partir de janeiro de 2020. Ou seja, será proibido transportar, armazenar ou comercializar qualquer peixe pescado nos rios de Mato Grosso – independente da medida, espécie ou época do ano. Pescar e comer peixe, só no barranco do rio.

Pela proposta dos pescadores amadores e profissionais, será mantido os cinco kilos ou um exemplar para o pescador amador capturar e transportar e independentemente de cota, a pesca da piranha será permitida para gerar um controle ambiental.

Ainda consta a defesa pela proibição de pesca de espécies ameaçadas, degradadas e de valor aquisitivo considerado, por meio de estudos científicos e de análise técnica; a liberação do dourado; a criação de um programa técnico para soltura de alevino nos rios mato-grossenses para prever o repovoamento das espécies nestes rios em conjunto com estudos técnicos.

Já a proposta dos lojistas inclui a criação do programa Sema Itinerante ou Polícia Ambiental Itinerante, criação de um programa técnico para soltura de alevinos nos rios mato-grossenses e a proibição por meio de estudos técnicos científicos da pesca de espécies ameaçadas, porém, com a autorização de pesca do peixe dourado.

O deputado Wilson Santos elogiou a conduta do governo do Estado em dialogar com a categoria. “Essa abertura é importante para que possamos fechar um projeto de lei pautado pelo bom senso e possa conciliar a atividade pesqueira com a preservação dos rios”, disse.

O parlamentar foi responsável em liderar audiências públicas nos municípios de Rosário Oeste, Barra do Bugres, Poconé e no distrito de Bonsucesso em Várzea Grande.

O secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, ressaltou que o Executivo aguarda a conclusão de um estudo técnico científico da Assembleia Legislativa para, a partir daí, discutir a viabilidade do projeto Cota Zero.

“A partir daí teremos dados mais concretos para discutir o que pode ser aperfeiçoado no texto da lei”, disse.

Participaram da reunião representantes de associações e colônias de pescadores dos municípios de Cuiabá, Cáceres, Rondonópolis e empresárias do ramo de pescas.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Dr. Miguel Angel pede licença do cargo por 60 para ir para linha de frente contra o Coronavírus

Publicado

em

O presidente da Comissão de Saúde, o vereador  por Várzea Grande, Miguel Angel Claros Paz – Dr. Miguel (PSDB), pediu licença parlamentar para ir para a linha de enfrentamento contra o Coronavírus. O pedido foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal de Várzea Grande.

Quem deve assumir o posto é o suplente Izaias Gonçalves (PSDB), que já esteve na Casa de Leis em 2019 para suprir a licença de Joaquim Antunes (PSDB). Miguel declara que a missão como médico o chama para defender o povo.

“Estamos em momento delicado em todo o planeta, por conta da pandemia do Coronavírus, por isto venho pedir uma licença de 60 dias para ir à linha de frente para cumprir minha missão como médico”, destaca Angel.

Fonte: José Wallison

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana