conecte-se conosco



Polícia

Preso em Sinop falso policial acusado de extorsão

Publicado

em

O homem, de 26 anos, foi preso por policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) em Sinop, acusado de estar se passando por policial civil, usando uniforme com identificação da instituição. De acordo com o delegado da Derf, Diego Matimiano, o suspeito também estava praticando extorsão.

“Ele se passar por policial para extorquir vítimas com históricos criminais. Ele dizia que tinha mandado de prisão e iria conduzi-los até a delegacia e exigia dinheiro. Se alguma vítima reconhecê-lo nessa prática criminosa de extorsão, roubo ou algo ilegal procure a delegacia para denunciá-lo”.

No mês passado, os policias cumpriram mandado de busca e apreensão em uma residência no bairro Santa Marta, em Cuiabá, onde o acusado morava. No local, os policiais apreenderam uniformes completos da Polícia Civil, contento, inclusive, o brasão da Instituição.

Segundo a assessoria, a polícia recebeu uma denúncia e fotos do homem posando com o uniforme e armas. Analisando as imagens, a Derf conseguiu identificá-lo. Ele já possui passagens criminais por ameaça, lesão corporal e dano.

Após ser preso em Sinop, na quarta-feira à noite, ele foi encaminhado à Derf de Cuiabá, e pode responder por uso ilegítimo de uniforme ou distintivo e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Redação Só Notícias

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

PM prende quadrilha que invadiu mineradora para roubar ouro e dólares

Publicado

em

Em uma ação rápida, policiais militares prenderam dez pessoas que participaram de um roubo a uma mineradora, na região da Gleba São Vicente, no fim de semana, em Nova Lacerda. Quatro veículos e armas de fogo foram apreendidos. Duas pessoas foram baleadas pelos criminosos e conduzidas ao hospital.

Por volta das 21h30 de sábado(28), a equipe da Força Tática foi informada por funcionários de uma mineradora próxima a cidade de Conquista D’Oeste, que o local estava sendo invadido por assaltantes. De imediato, a PM foi até o local e se deparou com uma caminhonete Hilux abandonada pelo suspeitos. O veículo teria sido roubado.

Em diligência, outra  equipe da PM havia informado que teria prendido  um dos suspeitos em um carro Fiat Pálio. O homem detido entregou o nome de seu outro comparsa. Dando sequência as buscas e com a região cercada, os policiais conseguiram localizar mais três suspeitos em um carro Parati, alén de mais quatro homens em um carro Fiat. Os suspeitos estavam com as vestes sujas e apresentavam  escoriações pelo corpo.

Um dos suspeitos  confessou que praticou o roubo com os demais comparsas presos e disse que a quadrilha tinha guardado as armas utilizadas no assalto nas proximidades da mineradora.Ainda na diligência, os policiais apreenderam espingarda calibre 12, dois revólveres cal 38, uma pistola cal 40; sendo a pistola pertencente a Polícia Civil do Distrito Federal. Todas as armas estavam enterradas e enroladas com roupas camufladas.

Uma camionete Hyundai Santa Fé  foi apreendida com mais dois suspeitos que estavam hospedados em um hotel em  Conquista D’Oeste. Eles teriam dado apoio logístico ao restante da quadrilha.

A polícia encontrou em todos os veículos apreendidos na ação roupas e bolsas  camufladas. Os suspeitos confessaram o crime e relataram que parte do grupo conseguir fugir pela mata. Eles disseram ainda à PM que na noite de sábado se reuniram na casa de um deles para reunião para planejar a ação criminosa à mineradora.

De acordo com as vítimas, a quadrilha saiu da mata com roupas camufladas e os suspeitos saíram atirando em todos que foram visto, dois seguranças do local  que estavam  armados e com coletes balísticos foram alvejados e encaminhados ao hospital. Segundo os funcionários, o grupo rendeu e amarrou um casal  levando cerca de 4 kg de ouro em barra,  U$ 4 mil, jóias,  um revólver cal 380 e a caminhonete Hilux.

Todos os suspeitos foram presos e conduzidos à delegacia. A quadrilha foi presa por  crimes de porte ilegal de arma de fogo, roubo seguido de morte (tentado), sequestro e cárcere privado dentre outros crimes.

A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

PMMT

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana