conecte-se conosco



Política MT

Presidente do PRTB defende gestão Taques e vê retrocesso com MDB

Publicado

em

O presidente do PRTB, vereador por Cuiabá Marcrean Santos, aproveitou um evento de líderes comunitários, no fim da última semana, para tecer duras críticas ao grupo de oposição ao governador Pedro Taques (PSDB) nas eleições deste ano. Na avaliação do parlamentar, o MDB, partido da base de sustentação de Mauro Mendes (DEM) na corrida ao Palácio Paiaguás, representa o “maior fracasso de gestão pública já visto em Mato Grosso”.

“Se formos olhar para o lado de lá, vamos ver quem está somando com os candidatos de lá e vamos fazer a reflexão. O que o MDB representa para a população do estado de Mato Grosso é a maior derrota, o maior fracasso em gestão pública já visto em Mato Grosso, além de uma crise econômica que o Pedro Taques deu conta de resolver com todo o enxugamento da máquina, com toda seriedade, com toda ética”, defendeu.

O MDB foi o partido de Silval Barbosa, ex-governador que declarou em delação premiada ter roubado “por prazer” os cofres públicos e que ficou 1 ano e 9 meses preso. A sigla é uma das que apoiam Mauro Mendes no pleito deste ano.

Ciente do desgaste do MDB no Estado e nacionalmente, Mendes entrou na Justiça para impedir que seu nome seja ligado ao do presidente Michel Temer que, segundo recente pesquisa divulgada na imprensa nacional, possui alto índice de rejeição. A Justiça Eleitoral negou o pedido da defesa do democrata para que fossem retiradas da imprensa notícias que supunham a presença de Temer em seu palanque.

Segundo Marcrean, o Governo MDB de Silval em Mato Grosso entregou o Estado em situação financeira crítica. “Do jeito que o Pedro encontrou esse Governo, não ia resolver de um dia para o outro. Não existe mágico na política. O único mágico que eu conheço é o mágico ladrão. Ele entra, abre o cofre, rouba, sem qualquer respeito com o cidadão. Esse tipo de gente não tem o direito de voltar ao Governo, de estar no Poder representando alguém”, afirmou o presidente.

O vereador também lembrou importantes obras entregues pelo Governo Taques apesar dos problemas financeiros, como a duplicação da saída de Cuiabá para Chapada dos Guimarães, a obra do novo Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, as novas unidades do Ganha Tempo nos bairros CPA e Cristo Rei e as obras de mobilidade urbana inacabadas pela gestão passada.

“Se a gente cair de novo na mão dessas pessoas que já passaram pelo Estado e desse grupo que deixou Mato Grosso afundado no buraco, o que será da nossa população? Pedro Taques conseguiu fazer as coisas com responsabilidade, arrumou a casa e é o único que tem condições de continuar fazendo Mato Grosso seguir em frente”, completou Marcrean.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Deputados votam 34 vetos, derrubam cinco e mantém 29

Publicado

em

Reunidos em sessão ordinária na quarta-feira (2), os deputados fizeram um mutirão e limparam a pauta de vetos em tramitação no Parlamento. Os deputados estaduais votaram 34 vetos do governador Mauro Mendes (DEM) a projetos e mensagens. Destes, apenas cinco vetos foram derrubados.

A pauta estava sobrestada por conta dos vetos que estavam em tramitação na Casa de Leis. Foram três sessões ordinárias para limpar a pauta de vetos e votar os projetos que estavam represados no Parlamento.

Os vetos derrubados foram o veto 86/20, veto 92/2020, veto 75/2020, veto 72/2020 e veto 90/2020.  O veto 86/2020, de autoria do deputado Dr. Gimenez, é veto total aposto ao Projeto de Lei nº 491/2020, que obriga as escolas da rede pública ou privada do Estado de Mato Grosso a adotarem medidas de prevenção a disseminação do coronavírus (Covid-19) em suas instalações, quando do retorno as aulas presenciais.  Outro veto derrubado, o veto 72/2020, de autoria do deputado Faissal, dispõe sobre a constituição do direito de uso de cadeiras cativas na Arena Pantanal. O Veto 75/2020, do deputado Thiago Silva, também derrubado, institui o Programa Cidadão da Paz, no âmbito do Estado de Mato Grosso.

Os vetos mantidos foram: Veto 47/2020, 56/20, 58/2020, Veto 60/2020, Veto 61/2020, Veto 63/20200, Veto 64/2020, Veto 65/2020, Veto 66/2020, Veto 67/220, Veto 68/2020, Veto 71/2020, Veto 74/2020,Veto 76/2020, Veto 77/2020, Veto 78/2020, Veto 79/2020, Veto 80/2020, Veto 81/2020, Veto 82/2020, Veto 83/2020,Veto 84/2020, Veto 85/2020, Veto 87/2020, Veto 88/2020, Veto 89/2020, Veto 91/2020, Veto 93/2020, Veto 73/2020 e Veto 62/2020.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana