conecte-se conosco



Interior

Prefeitura retira lixo e entulhos de estradas turísticas em Poconé

Publicado

em

Foto: Assessoria de imprensa-Prefeitura Municipal de Poconé

A Prefeitura de Poconé realizou na última segunda-feira (28), ação  efetiva de limpeza e coleta de lixo no Porto Cercado e na Rodovia Transpantaneira, umas das principais vias turísticas do município.

Em entrevista exclusiva ao MT de Fato, o secretário de turismo do município, Manoel Salvador Pereira Leite, disse que a partir de 1 de setembro, a cobrança da Taxa de Turismo Sustentável entra em vigor e um dos objetivos é preservar o meio ambiente.

“Pela primeira vez estamos realizando este trabalho, não é de hoje que precisamos de ações que eliminem o despejo irregular de lixo, entulho, restos de construção nas rodovias turísticas da cidade, para se ter uma ideia, próximo ao Porto Cercado a população joga de tudo, animais mortos, sacolas e todo tipo de material inservível, o local virou um verdadeiro lixão”, relatou.

O secretário detalhou ainda que as equipes estão conversando com donos de pousadas localizadas na  Transpantaneira para fazer este trabalho até o Porto Jofre.  O objetivo é oferecer  auxílio do município para realizar a limpeza dos trechos de matas localizadas nas principais rodovias de acesso aos pontos turísticos.

Dodó adiantou que a prefeitura destinará equipes de limpeza, que vão descartar os lixos recolhidos nos caminhões , após recolhimento nos trechos pré-determinados.

 

‘’Fizemos uma parceria junto ao FUMTUR (Fundo Municipal de Turismo), a prefeitura e a secretária de transportes e vamos dar continuidade ao trabalho iniciado esta semana”, lembrou . Fizemos

 

A Lei º 1869/2017 estabelece a todas as agências de turismo a cobrança da taxa do Turismo Sustentável, que será destinado ao Fundo Municipal de Turismo (FUMTUR).

Fonte: Elisângela Neponuceno-MT de Fato

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Interior

Indígena é morta com tiro no rosto pelo marido em aldeia de MT

Publicado

em

Indígena identificada como Beatriz Morimã Tukumã, 14, foi morta com um tiro no rosto no final da manhã de terça-feira (24), disparado pelo marido, também indígena de 19 anos, na aldeia Mayrob, que fica 70 km da cidade de Juara (709 km ao Médio-Norte de Cuiabá).

O suspeito foi preso em flagrante pelo crime de homicídio e alegou que ‘não sabia que a arma estava carregada’.

 

De acordo com as informações, a Polícia Civil foi acionada pela enfermeira da aldeia, que foi comunicada que a menor foi atingida por um tiro e que estava ferida. Mas, ao chegar no alojamento da aldeia, Beatriz já estava sem vida.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana