conecte-se conosco



Várzea Grande

Prefeitura intensifica fiscalização das obras de creches

Publicado

em

A prefeitura de Várzea Grande vem intensificando a fiscalização de todas as obras em andamento na cidade, principalmente com foco para as obras dos Centros Municipais de Educação Infantil – Cmeis- ( Creches), que estão periodicamente sendo fiscalizadas pelo Setor de Engenharia da Secretaria Municipal de Educação de Várzea Grande.A prefeita Lucimar Sacre de Campos, acompanha também in loco a execução dos serviços,  em conjunto com o seu secretariado e  equipes técnicas.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos enfatizou que essa é mais uma ação municipal para o fortalecimento das ações de gestão “ Na Administração Pública não há espaço para improvisos. É partindo desta premissa que começamos o  aperfeiçoamento e criamos mecanismos de fiscalização de obras, principalmente as que envolvem recursos federais.Queremos é resultados satisfatórios, trazendo, sobretudo,  eficiência nos atos administrativos. Um bom gerenciamento e constante fiscalização, as obras, com certeza são entregues dentro dos prazos, salvo os problemas, que surgem, e que necessitam de soluções imediatas, enérgicas, por parte da gestão , para que as obras não parem. A Educação é  uma das prioridades da Prefeitura. Nós temos  investido para garantir acesso a uma educação de qualidade”, reforçou a prefeita.

O secretário municipal de Educação,Cultura, Esporte e Lazer , Silvio Fidelis destacou que os investimentos da gestão municipal visam beneficiar a população, oferecendo condições dignas para um ensino de qualidade. “ Hoje estamos  executando construções das novas unidades escolares, que  integra o conjunto de investimentos que vêm sendo realizados pela Prefeitura para ampliar o acesso à educação e melhorar as condições do ensino na cidade.

“Das 14 obras de CMEIs lançadas pela Administração Municipal, somente as unidades dos bairros Novo Mato Grosso, Gilson de Barros, Milton Figueiredo e Novo Mundo apresentaram problemas, mas em relação as demais obras,ainda neste ano de 2018, duas das 10 que encontram em andamento serão entregues e inauguradas dentro do cronograma estabelecido, localizadas nos  bairros Maringá I e Alameda .A Empresa Ayra Engenharia e Construção Ltda que venceu processo licitatório para construção destes quatro Centros Municipais de Educação Infantil, alegou  dificuldades financeiras, e deixou de cumprir os cronogramas de execução das obras. A prefeitura  notificou  por diversas vezes e instaurou a Comissão de Processo Administrativo que recomendou como punição para empresa Ayra Engenharia e Construção Ltda a rescisão do contrato decorrente da licitação em curso e  que a mesma seja impedida de contratar com o poder público municipal pelo período de 180 dias ou 06 meses e uma multa no valor de 15% de cada um dos contratos, lembrando que são dois contratos com duas obras cada um. Mediante a rescisão do contrato e a anulação do processo licitatório, a prefeitura já vai iniciar um novo processo licitatório para contratação de novas empresas de construção para a execução das referidas obras que envolvem recursos públicos federais do Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional – FNDE e do Tesouro Municipal de Várzea Grande”, explicou Fidélis.

Dando continuidade as visitas de fiscalização, a prefeita Lucimar Sacre de Campos e o secretário de Educação Silvio Fidelis, vistoriaram na manhã desta terça-feira (18) as obras da creche do Bairro Ouro Verde, cujas execuções giram em torno de 60% de obras concluídas.Visitaram também a Emeb Air Addor, que receberá obras de reformas, ainda este ano, localizada no Bairro São Simão.

“Essa ação demonstra o nosso compromisso em melhorar a educação de maneira que possamos garantir um ensino de qualidade em ambientes seguros e adequados”, diz Silvio Fidelis. Lembrando que o objetivo é elevar a qualidade do ensino básico, em Várzea Grande.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Várzea Grande entrega kits merenda escolar

Publicado

em

 

Seguindo determinação da prefeita Lucimar Sacre de Campos e do Comitê de Acompanhamento do Novo Coronavírus – COVID 19, Várzea Grande completou nesta sexta-feira, 27 de novembro, a entrega do quinto lote de Kits Merenda Escolar para os alunos da Rede Pública que estão inscritos nos programas sociais do Governo Federal. Essas cinco etapas somaram 62.500 mil entregas que são realizadas pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer.
A distribuição dos produtos está sendo realizada desde o início da suspensão das atividades presenciais nas unidades escolares. Com a entrega deste lote a secretaria atingiu a marca de mais de 60 mil kits ofertados aos estudantes e seus familiares.
Como explica o titular da pasta, Sílvio Fidelis, o objetivo da ação foi o de manter o alto valor nutricional das crianças e adolescentes que frequentam a rede pública, durante todo esse período da pandemia, além de reforçar o ensino pedagógico através do estudo a distância.
“A nossa intenção foi o de garantir aos estudantes acesso à alimentação balanceada e adequada durante o ano letivo, ainda que estivessem em casa. Muitos alunos dependem da alimentação que é ofertada nas unidades de ensino público de Várzea Grande, e com essa ação, estamos fazendo nossa parte. Este foi mais um compromisso desta gestão no fortalecimento da Educação Pública de qualidade”, destacou o secretário.
Fidelis disse ainda que a secretaria de Educação publicou em Diário Oficial dos Municípios, Nota Técnica com orientações quanto à distribuição dos kits, que é de responsabilidade das Unidades Escolares, que fazem ainda a programação de distribuição, por meio de comunicado aos responsáveis, para não gerar tumulto ou filas Toda a distribuição deve ser registrada conforme protocolo entregue as unidades, no preenchimento de formulário, contendo o nome da unidade escolar, nome do aluno, nº do NIS (Número de Inscrição Social), ano, turno e assinatura por extenso dos pais ou responsáveis.
A Nutricionista e Coordenadora de Alimentação Escolar, Mônica Aparecida Gonçalves, disse que as cestas são confeccionadas com base em orientação nutricional e, as quantidades dos produtos são para 30 dias, conforme o planejamento do cardápio oferecido nas escolas. Os kits são distribuídos para alunos das unidades escolares, além dos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), e são para os estudantes de baixa renda e cadastrados no programa Bolsa Família.
O kit é composto por produtos básicos para alimentação, como arroz, feijão, macarrão, óleo, açúcar, farinha de mandioca, leite e biscoito. No caso dos alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil, as antigas creches terão um complemento de 1 kg de carne (bovino ou suíno) ou frango.
O presidente do Conselho de Educação, Adão Eugênio da Silva acompanhou todo o processo de confecção e distribuição dos kits de alimentação dos cinco lotes, e disse que a Administração Municipal cumpriu com o compromisso em ofertar a merenda escolar aos alunos da Rede Pública Municipal, apesar dos contratempos ocorridos durante esse ano, por conta do coronavírus, e da suspensão das aulas presenciais.
“Sabemos que muitos alunos têm na merenda escolar uma refeição principal, por isso é gratificante ver que a Secretaria Municipal de Educação de Várzea Grande, conseguiu suprir essa necessidade, mantendo em dia essa tão importante alimentação. Todo o processo foi realizado de forma eficaz e transparente”, atestou o presidente.
A subsecretária Benedita Ponce esteve na unidade anexa da Secretaria de Educação para acompanhar in loco a separação dos kits alimentação e o carregamento dos produtos que já começam a ser destruídos nas unidades escolares a partir de amanhã.
As primeiras entregas foram nas escolas Júlio Domingos de Campos e Abdala José de Almeida, com maior número de crianças atendidas. As demais entregas serão feitas nas demais unidades escolares, seguindo um cronograma definido pela coordenadoria de alimentação escolar.
Benedita Ponce anunciou que neste último lote – que compreende 12.700 kits alimentação – os estudantes irão receber além dos produtos alimentícios um panetone, que simboliza o período natalino. “2020 foi um ano atípico e os estudantes tiveram mudanças significativas, por isso queremos que eles se sintam abraçados por todos nós, na esperança de que o ano que vem possamos estar todos juntos novamente, e em um ambiente mais acolhedor e no convívio com os colegas e professores”, pontuou.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana