conecte-se conosco



Várzea Grande

Prefeita visita ruas de bairros que serão pavimentadas no Grande Cristo Rei

Publicado

em

A Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Viação, Obras e Urbanismo inicia, ainda neste mês, mais uma etapa que prevê a pavimentação asfáltica de ruas e vias de bairros da cidade. A ordem de serviço foi dada pela prefeita Lucimar Sacre de Campos na manhã desta sexta-feira (04), o que permitirá a pavimentação de 180 ruas na cidade. A região do Grande Cristo está inserida nesta nova etapa.

Queremos com este programa de asfalto levar mais dignidade as nossas comunidades

Na região do grande Cristo Rei, a prefeita e sua equipe de trabalho composta por secretários municipais e vereadores, percorreram os bairros Jardim Vitória II, Joaquim Curvo e Hélio Ponce de Arruda, onde observaram as condições das vias que irão receber a pavimentação asfáltica. A prefeita Lucimar Campos conversou com os moradores e também ouviu as sugestões.

De acordo com a prefeita as vias que irão receber a pavimentação asfáltica são ruas que realmente necessitam desta intervenção e as obras irão promover uma série de melhorias no dia a dia dos moradores, implicando positivamente na saúde e no bem estar das famílias que residem no local. “Serão obras que irão impactar a vida dos moradores por isso pedimos que a população colabore com a prefeitura durante o período de obras. Queremos que os moradores sejam nossos parceiros e invistam também em suas casas, na construção de calçadas o que vai aumentar ainda mais o valor venal de suas moradias”.

O secretário de Viação, Obras e Urbanismo, Luiz Celso de Moraes lembra que já estão alocados junto ao Banco do Brasil (BB), o montante de R$ 25 milhões que estão sendo aplicados especificadamente, na pavimentação asfáltica de 20 quilômetros de asfalto novo que irá atender por exemplo, nesta nova etapa, os bairros Jardim Vitória II, Hélio Ponce de Arruda, Joaquim Curvo (na região do Cristo Rei), Cidade de Deus, Eldorado, 23 de Setembro e Jardim Esmeralda, abrangendo no total 25 bairros.

“O início das obras desta etapa está prevista para a segunda quinzena de janeiro, mas vai depender também do tempo, porque as chuvas comprometem a viabilização dos trabalhos. As obras serão concluídas no mês de maio, data alusiva ao aniversário de Várzea Grande”, destacou.

Edileuza Figueiredo Silva, moradora do bairro Joaquim Curvo se surpreendeu com a visita da prefeita na Rua São Paulo, onde ela reside há mais de 20 anos. Ela conta que há muito tempo sonha com a pavimentação asfáltica da via, e que agora está prestes a ver esse sonho realizado. “Nem acredito que vamos receber essa obra, mas pelo fato da prefeita estar aqui nos dá a certeza de que essa obra agora será edificada. Eu como moradora estou muito feliz, e agradeço a iniciativa da prefeita Lucimar que está olhando por essa comunidade carente de infraestrutura”.

A Rua Itália, localizada no bairro Jardim Vitória II, também será pavimentada. Os moradores Michele Nunes de Brito e José Aparecido Bonfim saíram de suas residências para acompanhar a visita da prefeita Lucimar Campos na localidade. Eles certificaram in loco o mapa onde mostra que as ruas onde moram também serão pavimentadas. “Me faltam palavras para expressar a minha alegria. Só quem mora aqui para dizer como a rua fica nos dias de chuva e de intenso calor, a poeira. É um sonho antigo, mas que está prestes a se tornar realidade”, comemorou José Aparecido Bonfim.

Mais investimentos: A Secretaria de Viação, Obras e Urbanismo irá investir R$ 115 milhões no pacote de obras que incluem drenagem, pavimentação asfáltica, construção de galerias pluviais, colocação de meio fio e recuperação de vias públicas, no ano de 2019. A prefeitura de Várzea Grande aguarda ainda a locação de R$ 80 milhões que também serão investidos no setor de infraestrutura. O empréstimo já foi aprovado pela Caixa e vai garantir a pavimentação de mais 100 quilômetros de vias públicas na cidade.

Já com recursos do tesouro municipal no valor de R$ 10 milhões a Prefeitura Municipal de Várzea Grande está em fase de conclusão das obras de pavimentação asfáltica de 5 quilômetros de vias de integração entre os bairros Alameda Júlio Muller e São Gonçalo. Na região rural os investimentos serão feitos na localidade de Limpo Grande que também terá 5 quilômetros de vias pavimentadas.

“A meta é garantir a segurança de quem trafega pelas ruas e avenidas, por isso estamos executando diversas obras, entre elas o recapeamento, novas pavimentações e a operação tapa-buraco. As ações são feitas também de acordo com as necessidades de cada região”, assegurou o secretário Luiz Celso de Morais.

Fonte: Secom-VG

Várzea Grande

Decreto estabelece retomada de aulas nas unidades de ensino públicas e privadas em Várzea Grande

Publicado

em

A Prefeitura de Várzea Grande estuda a adoção de medidas mais endurecidas para conter o avanço dos casos da COVID 19, já que por estar localizada na região metropolitana, a cidade é constantemente procurada para atendimentos médicos e de exames especializados de pacientes de outras cidades, Estados e até mesmo países que fazem fronteira com o Brasil.  A cidade ultrapassou nos últimos meses o percentual de 50% dos atendimentos na Rede Pública Municipal de pacientes de outras localidades.

“Não precisamos de novas medidas burocráticas e sim fazer cumprir com aquelas que constam do último decreto publicado em 19 de janeiro. Estamos atrás de resultados, de efetividade e de conscientização de todos, população e governantes de que a COVID 19 está aí e temos que manter a mesma sob controle para podermos levar a vida dentro de uma nova realidade, uma nova normalidade”, disse o prefeito Kalil Baracat.

De acordo com o último decreto n° 06, de 19 de janeiro, a Prefeitura de Várzea Grande, por meio do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus – Covid-19, definiu novas estratégias de enfrentamento e prevenção à Covid-19 para o município e teve o cuidado de atender as demandas pela Educação Privada e Pública.

O novo  Decreto  permite à retomada das atividades presenciais nas unidades de ensino privadas do município, no que se refere à educação infantil, observada 50% da capacidade máxima das salas de aula e respeitado o limite de até 15 alunos por turma. Nas demais modalidades de ensino privado: fundamental, médio e superior, fica autorizada a retomada, a partir de 01 de fevereiro, de forma remota, sendo que o ensino híbrido, deverá ser implantado a partir de 01 de março no ensino superior e demais modalidades a partir de 05 de abril. O ensino híbrido é composto por parte dos alunos presencialmente, parte acompanhado de forma virtual, em casa.

No que tange ao ensino nas unidades da Rede Pública Municipal, as aulas deverão ser iniciadas em 1 de março de forma remota e híbrida a partir de 5 de abril, respeitando os limites de alunos por sala de aula. “Após meses de paralisação por causa da pandemia de Covid-19, as escolas da rede privada de ensino estão autorizadas a retomarem as aulas e demais atividades presenciais do número de alunos matriculados. A autorização é válida para unidades educacionais de educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e superior”, destaca o secretário de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Silvio Fidelis.

O texto do decreto estabelece que todas as instituições de ensino que retomarem as atividades presenciais terão como obrigação adotar os protocolos sanitários específicos para o setor de educação, aprovados pelo Ministério da Saúde.“Quando o município passar para a fase amarela, o limite de alunos nas salas de aula será ampliado para 70% do número de matriculados. O índice de 100% só será aceito com o município na fase verde”, explica Fidelis.

Os cursos de idiomas, oficinas, cursos de pós-graduação e aulas práticas de ensino superior e técnico, aulas nos cursos ou “cursinhos” preparatórios, estes só podem atuar com turmas de, no máximo, 50% da capacidade de alunos por sala de aula.

Conforme o secretário, ensino público municipal, será retomado, de forma remota, a partir de 01 de março, sendo que o ensino híbrido deverá ser implantado a partir de 05 de abril.  As datas, poderão ser reanalisadas de acordo com o controle ou a evolução do combate ao Covid-19.

“Depois de todo esse período atípico, a volta às aulas presenciais também representará outra grande mudança na vida das crianças e jovens. Portanto, uma readaptação à realidade com distanciamento social e outras orientações sanitárias será necessária para o convívio da comunidade escolar”, frisa o secretário.

O Ministério da Educação (MEC) elaborou protocolo de biossegurança que traz orientações sobre medidas de prevenção individual e coletiva, como aferição de temperatura, limpeza e ventilação de ambientes, uso de máscara, disponibilização de álcool gel 70% e respeito às regras de etiqueta respiratória e de distanciamento social. Também deve ser feito o escalonamento do acesso de estudantes a refeitórios e praças de alimentação.

Todas as novas diretrizes a serem seguidas no município estão disponíveis na íntegra no Boletim Oficial do Município – COVID – 19 -, publicado no site oficial da Prefeitura de Várzea Grande.

 

Da redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana