conecte-se conosco



Política MT

Prefeita do PSDB e vereadores declaram apoio a Jayme Campos

Publicado

em

A prefeita de Alto Paraguai, Diane Alves (PSDB) declarou apoio à candidatura de Jayme Campos para uma das duas vagas de Senador da República.

A prefeita disse que além do histórico político de Jayme Campos, prefeito por três mandatos de Várzea Grande, governador de Mato Grosso e Senador da República, o fato do mesmo ter experiência e trânsito em Brasília ajuda muito aos municípios a vencerem os obstáculos da burocracia dentro do Governo Federal.

Acompanhada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Alessandro Carvalho, mais conhecido como Xandu e pela vereadora Márcia Leite de Oliveira, além do ex-prefeito e atual secretário de Saúde, Eduardo Gomes, a prefeita sinalizou como fundamental ter um representante que possa abrir as portas dos órgãos de Brasília e também de Mato Grosso.

“Temos muita esperança na retomada do desenvolvimento do Estado o que ajudaria muito as cidades e por isso precisamos do compromisso de pessoas como Jayme Campos”, disse Diane Alves.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Xandu, frisou que Alto Paraguai depende muito de novos investimentos para conseguir ampliar os serviços públicos e melhorar a geração de emprego e renda.

“Apostamos em Jayme Campos por ele conhecer a realidade dos municípios e principalmente por estar através da prefeita Lucimar Sacre de Campos em Várzea Grande realizando uma grande gestão voltada para o social e para atender as demandas da população”, sinalizou o presidente da Câmara Municipal.

Jayme Campos por sua vez assinalou que vai colocar toda sua experiência e bagagem conquistada por todos os mandatos eleitos que já exerceu para ajudar as cidades, Mato Grosso e principalmente a população a ter acesso a serviços públicos que assegurem dignidade para todos.

“Saúde de qualidade, ensino de nível e segurança sempre presente acompanhados de obras e social transformam cidades e permitem que a população possa se dedicar em melhorar sua qualidade de vida, estudando, capacitando e buscando emprego para se tornarem economicamente ativos”, disse Jayme Campos assegurando que se aplicados de forma correta os recursos públicos transformam a realidade de todos.

Jayme Campos reafirmou o compromisso em aplicar no primeiro ano do seu mandato, R$ 70 milhões para que o futuro governador Mauro Mendes possa destinar estes valores para a reforma e melhoria de todos os hospitais regionais e municipais em Mato Grosso.

“Não apenas vamos em busca destes recursos, como também de sua liberação emergencial para que o quanto antes setores essenciais possam ser atendidos e contemplados com valores que serão destinados para atender a população que necessita do suporte público para os serviços de saúde, educação entre outros”, disse Jayme Campos.

Fonte: Assessoria

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

PLOA 2021 será discutido em duas audiências públicas

Publicado

em

A Assembleia Legislativa realizará duas audiências públicas nesta semana para discutir com a equipe econômica do governo e a sociedade civil organizada o Projeto de Lei de Orçamentária Anual – mais conhecida como PLOA 2021. O orçamento previsto, entre receitas e despesas, é de R$ 22,144 bilhões.

A primeira audiência pública será realizada amanhã (24), às 10 horas. A outra, na quinta-feira (26), às 9 horas. Ambas serão feitas por plataforma digital. A de terça-feira será conduzida pela Comissão de Constituição e Justiça e Redação (CCJR) e o outro debate, pela Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária.

A discussão em torno do PLOA 2021 será feita de forma virtual. As duas audiências públicas serão transmitidas pela TVAL – canal 30.1. Elas podem ser acompanhadas pelo site da Assembleia Legislativa: www.al.mt.gov.br.

Em tramitação na Assembleia Legislativa desde o último dia 20/10, o Projeto de Lei 913/2020 – que estima receita e despesa do estado de Mato Grosso para o exercício de 2021 – prevê um orçamento de R$ 22,144 bilhões. Até o fechamento desta edição (segunda-feira, 23), a peça orçamentária havia recebido apenas uma emenda. Ela é de autoria do deputado Silvio Fávaro (PSL), autorizando o Executivo a abrir créditos suplementares até o limite de 10% da despesa total fixada. No texto original, enviado pelo Executivo, o percentual é de até 20%.

O PLOA foi entregue ao Parlamento estadual no dia 30 de setembro pelo secretário estadual de Fazenda (Sefaz), Rogério Gallo, ao vice-presidente João Batista do Sindspen (Pros). De acordo com Gallo, o estado vai destinar 12% da receita (cerca de R$ 2,144 bilhões) para serem investimentos em diversos setores – saúde, infraestrutura, segurança pública, educação e na construção de hospitais regionais.

Em 2021, o PLOA projeta uma despesa corrente da ordem de R$ 19,383 bilhões. Desse total, cerca de R$ 14,686 bilhões ficam reservados para pagamento de salários dos servidores públicos e encargos sociais. O dispêndio com juros e encargos da dívida pública soma a quantia de R$ 343 milhões, e para a amortização da divida o montante é de R$ 444 milhões.

A tramitação e o conteúdo do PLOA 2021 podem ser conferidos aqui.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana