conecte-se conosco



Interior

Pré-candidato a prefeito pede suspensão de pagamento do IPTU durante a pandemia

Publicado

em

O ex-vereador e pré-candidato a prefeito de Jauru, Antônio Rosa Rodrigues, o Toninho Bora (PL), defende a isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), durante o período de pandemia. Bora usou as redes sociais para pedir que o prefeito Pedro Ferreira (PSD), se sensibilize com a maioria da população que sem renda, está vivendo basicamente do auxílio emergencial do Governo Federal.
O pré-candidato, ainda lembrou que o governador Mauro Mendes, suspendeu a cobrança do IPVA em Mato Grosso, como forma de minimizar os impactos financeiros da crise gerada pela paralisação de centenas de atividades, que assolam milhares de brasileiros e por tabela, moradores de Jauru.
Ele disse que a população recebeu com surpresa os carnês e tentou sensibilizar o chefe do Executivo.
“Que o nosso prefeito pudesse isentar o IPTU este ano, já que não está fácil,honrar os compromissos financeiros, com toda esta crise”, destacou
De acordo com o ex-parlamentar, com a crise econômica cada vez mais evidente, é necessário que o poder público faça sua parte para ajudar a evitar eventuais problemas. “Justificamos o referido pedido com o intuito de buscar uma forma de minimizar os danos causados aos munícipes e pequenos negócios afetados pela pandemia”, afirma
Em decorrência da pandemia do novo coronavírus e sua abrangência de proporções globais, são muitos os serviços que tiveram suas atividades paralisadas por tempo indeterminado.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Interior

PM prende casal por sequestro, cárcere privado e omissão de socorro

Publicado

em

 

Em Tangará da Serra, a Polícia Militar prendeu um casal por omissão de socorro, sequestro, cárcere privado, tortura e outros crimes, na tarde de segunda-feira (03.08), no bairro Jardim Olímpio. Os suspeitos foram detidos depois que a PM foi acionada por uma mulher que foi afogada em um tanque, torturada e mantida trancada pelo ex-marido na residência do casal; mãe e padrasto do autor das agressões físicas e emocionais praticadas contra a vítima.

Por volta das 5h da manhã, policiais militares foram acionados via 190 para socorrer uma mulher na região central do município. Ao chegar ao local, a vítima estava sendo encaminhada ao hospital pelo Corpo de Bombeiros. Os policiais foram até Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para conversa com a vítima. Ela descreveu que no domingo (02) foi agredida com socos, chutes e torturada com um fio pelo ex-marido.

A mulher descreveu que foi agredida das 09h até a noite na casa da ex- ogra. A vítima conta que a mãe do suspeito e o padrasto presenciaram toda a situação que ela estava passando e nada fizeram para impedir ou ajudá-la.

Na frente dos familiares, o homem afogou a vítima em um tanque, bateu a cabeça dela na parede, desferiu socos, chutes, queimou os documentos da mulher e a impediu de sair. Segundo a vítima que está bastante ferida, ela inúmeras vezes pediu socorro aos presentes na residência, mas ninguém a ajudou. Para tentar fugir, a mulher aguardou todos dormirem e na madrugada conseguiu pedir ajuda na rua.

Diante das graves denúncias e da situação física e emocional da vítima, os policiais de imediato realizaram diligências, localizando apenas a mãe e o padrasto do suspeito, apontados pela mulher como coniventes e omissos diante das agressões e situação de sequestro e cárcere privado.

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana