conecte-se conosco



Últimas Noticias

Possível aprovação do PLC 02/2019 é contestado por setores empresariais de MT

Publicado

em

Diversos representantes de setores ligados ao comércio de Mato Grosso se reuniram na tarde desta segunda-feira (14.01) para discutir a tramitação do projeto de Lei Complementar 02/2019, de autoria do Poder Executivo que estabelece normas de finanças públicas, voltadas para a responsabilidade de gestão fiscal, já que nos últimos anos o Estado acumula um déficit orçamentário significativo, sendo que para 2019 a projeção é de R$1.950.000,00.

Para a classe empresarial mato-grossense, caso o PLC seja aprovado pelos deputados, irá resultar no aumento da carga tributária, a qual já é considerada extremamente alta pelos setores. “Mato Grosso tem a maior carga tributária do Brasil, não é possível que tenhamos mais aumentos. O empresário não aguenta pagar nenhum real a mais de impostos”, disse Nelson Soares Junior, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), que também esteve presente na reunião.

Os empresários defendem ainda, que se houver mais aumento na carga tributária, consequentemente ele será repassado aos preços das mercadorias, já tão difíceis de se comercializar nesse momento de crise. “Além disso, também retornaremos à guerra fiscal e concorrência desleal com outras unidades federativas que praticam cargas tributárias menores, o que certamente ocasionará perdas para as empresas comerciais e segmentos detentores de tais incentivos e benefícios em território mato-grossense”, alertou Soares.

Com objetivo de que o projeto não prossiga em tramitação, o setor empresarial decidiu dialogar com o governador do Estado, autor do PLC e também buscar o apoio dos deputados estaduais para que o projeto não seja aprovado e que com isso prejudiquei ainda mais o setor empresarial de Mato Grosso e consequentemente o consumidor que pagará a conta final.

“A reunião foi muito produtiva para fazermos um alinhamento da nossa posição e de que forma iremos agir para não sermos ainda mais afetados com a carga tributária. Nós estamos vendo a preocupação do governo em diminuir despesas, em cortar gastos e em tentar equilibrar as dividas do Estado, porém, nós não podemos pagar por erros políticos de administrações passadas”, finalizou Soares.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa – CDL Cuiabá

Últimas Noticias

Homem que perdeu a memória espera contato de familiares em Minas Gerais

Publicado

em

Um senhor de Cuiabá que perdeu a memória está perdido na cidade de Ouro Fino (446,9 km de distância de Belo Horizonte-MG), o senhor fez uma consulta em uma unidade de saúde do município e não consegue voltar para casa.

Por mais que perdeu a memória, fazem 8 dias que ele chegou na cidade e está perdido. Os filhos são chamados pelos nomes de: Junior Peres da Cruz
Filha Ester Peres dos Santos da Cruz.

O senhor Altino Domingos da Cruz já está sob a condução da Polícia do local esperando contato de parentes que possam reconhecê-lo para retornar a sua residência.

Pessoas da cidade de Ouro Fino-MG, que acompanham o caso e estão compartilhando e ajudando na divulgação das informações, fazem apelo e ressaltam alguns dados importantes da situação do Sr. Altino.

“Já comunicamos a Polícia, e estamos aguardando uma viatura chegar… Ele disse que faz 5 ou 8 dias que ele não sabe voltar pra casa.
Atualizado: Ele mostrou uma receita que confirma que ele consultou no postinho de saúde do Ouro Fino hoje.

Espero que logo encontrem o filho dele Junior Peres da Cruz. Ele disse que mora em Cuiabá no Serra Dourada.

Se alguém souber quem é, ou conhece a família. Agradeço🙏”.

 

O telefone para contato de pessoas que souberem dos familiares do idoso perdido pode chamar no telefone: (65) 9 9800-3300.

 

A equipe do MT de Fato se dispõe na divulgação e podem entrar em contato com nossa equipe se caso alguém souber de mais informações.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana