conecte-se conosco



Polícia

Polícia Civil prende suspeito de atirar em jovem por conta de batida em Lucas do Rio Verde

Publicado

em

O autor de uma tentativa de homicídio, por motivo fútil, ocorrida na tarde de domingo (20.01) na cidade de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte) foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, no município de Nova Mutum (264 km ao Norte).A ação contou com apoio da Polícia Civil de Nova Mutum e apoio da Polícia Militar de Lucas do Rio Verde.

Durante a fuga, o suspeito Pedro Henrique de Oliveira, 22, que conduzia uma caminhonete Hilux, se envolveu em um acidente com dois caminhões e acabou hospitalizado em Nova Mutum, onde recebeu voz de prisão no final da tarde de domingo (21.01)

A tentativa de homicídio foi praticada na Avenida Amazonas, centro da cidade de Lucas do Rio Verde, próximo a uma boate. O suspeito deu ré na caminhonete Hilux preta, que atingiu um veículo Astra  prata. O proprietário do automóvel danificado se aproximou para conversar com o condutor da caminhonete, e, antes mesmo de iniciar uma conversa, o motorista da Hilux, sacou uma arma de fogo e efetuou um disparo na cabeça do dono do Astra. Em seguida fugiu do local.

Com acesso a imagens de câmeras de estabelecimento, os policiais conseguiram identificar e qualificar o suspeito como sendo Pedro Henrique de Oliveira,  que já tem envolvimento com furto de defensivos agrícolas na cidade, inclusive, tento sido preso pela Polícia Civil por furto de R$ 250 mil em sementes de milho. Ele havia deixado a cadeia recentemente, cerca de 4 meses atrás.

Após a tentativa de homicídio, o suspeito fugiu em direção da cidade de Nova Mutum. No trajeto provocou acidente com dois caminhões que vinham no sentido contrário durante uma ultrapassagem. A caminhonete saiu da pista e o suspeito/vítima foi socorrido e levado para o hospital de Nova Mutum.

Conforme o investigador de Lucas do Rio Verde, Wladimir Mesquita, a  Delegacia de Nova Mutum foi acionada, por meio da delegada Angelina Andrade, que confirmou que o suspeito estava hospitalizado. No final da tarde, após receber alta médica, o suspeito foi preso em flagrante por tentativa de homicídio.

Os policiais ainda informaram que ele estava na posse de uma arma de fogo, e que poderia estar na caminhonete.  Uma testemunha no local do acidente, informou à Polícia, que tinha visualizado o suspeito jogando um objeto em meio ao mato.

Investigadores de Nova Mutum foram até o local do acidente, onde depois de mais de duas horas de buscas em meio a plantações, encontraram a pistola 380 com carregador de 15 munições e 13 munições intactas. A arma é a mesma usada na tentativa de homicídio em Lucas do Rio Verde.

Os motoristas das carretas tiveram escoriações leves e o jovem da tentativa de homicídio segue hospitalizado.

Polícia

Cinco motoristas são presos por embriaguez ao volante em Cuiabá

Publicado

em

Cinco motoristas foram presos por embriaguez ao volante durante a 1º edição da Operação Lei Seca, realizada na madrugada deste sábado (16.01), na Avenida Isaac Póvoas, região central de Cuiabá. A primeira operação do ano começou às 2 horas e seguiu até às 3h40.

No período, foram confeccionados 36 Autos de Infração e realizados 41 testes de alcoolemia. Ao todo, 17 veículos, entre automóveis e motocicletas, foram recolhidos e 13 Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foram recolhidas.

Do total de autos de infração, nove foram pelo artigo 165 (dirigir sob influência de álcool), oito pelo artigo 165-A (recusa a ser submetido ao teste de alcoolemia), um pelo artigo 162,I (conduzir o veículo sem CNH), dentre outros. Todos os AITs são aplicados com base na Lei Nº 9.503, do Código Brasileiro de Trânsito.

A Operação Lei Seca é realizada de forma integrada e coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI-E) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Nesta edição, participaram representantes das Polícias Militar (PM-MT), Civil (PJC-MT) e Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) e Sistema Penitenciário de Mato Grosso (Sispen).

A multa para o motorista que é flagrado dirigindo sob efeito alcoólico é de R$ 2.934,70. No momento do teste do bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime.

Quando a quantidade de álcool for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem a CNH retida e paga multa.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana