conecte-se conosco



Polícia

Polícia Civil prende integrantes de quadrilha de furto de gado

Publicado

em

Duas pessoas acusadas de integrar uma quadrilha de furto de gado foram presas em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, no domingo (06.01), em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) com apoio do Núcleo de Inteligência de Barra do Garças (502 km a leste) A ação resultou na prisão de duas vacas abatidas, uma arma de fogo e munições.

Os suspeitos, Diego Borges França, 27, conhecido como “Bode” e Jéssica Sousa Aguiar Winck, 27, são acusados de transportar gado abatido em um veículo Ford Fiesta. Gilson Vicente Silva, 23, também foi identificado como integrante da quadrilha e conseguiu fugir da ação policial.

As investigações desenvolvidas pela Derf Barra do Garças com apoio do Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional tinham o objetivo de apurar o furto de gado abatido em pasto aberto, dentro de propriedades rurais. A equipe de investigadores da Derf já monitorava a quadrilha e tiveram a informação de que os integrantes agiriam na noite de domingo (06), em uma propriedade rural da região.

Diante da informação, as equipes se posicionaram nas entradas da cidade para tentar monitorar a passagem do grupo criminoso, momento em que avistaram um veículo Ford Fiesta, passando pela Ponte do Rio Garças, aparentando estar carregado. Durante a tentativa de abordagem, os policiais deram sinais sonoros e verbais para que os suspeitos parassem, porém eles empreenderam fuga pelas ruas da cidade, entrando no mato com o automóvel, para fugir da prisão.

Os policiais identificaram os suspeitos e conseguiram realizar a prisão de Diego, quando ele já estava em sua residência. O segundo suspeito que estava no veículo, Identificado Gilson, conseguiu fugir pulando muros de residências. Na sequência, os policiais realizaram a prisão de Jéssica, namorada de Gilson e proprietária do veículo, utilizado para transporte do gado.

Jéssica também atuou como “olheira” da quadrilha, indo até as pontes da cidade para verificar possíveis barreiras policiais. No interior do veículo, foram apreendidas duas vacas abatidas e ação resultou ainda na apreensão de uma espingarda calibre 22, com silenciador no cano, 10 munições do mesmo calibre intactas, machados e facas.

Segundo o delegado titular da Derf, Wilyney Santana Borges Leal, no último ano, o grupo criminoso foi responsável pela grande maioria dos crimes de furto de gado através de abate individual nas propriedades rurai. “Eles efetuam disparos de arma de fogo no animal e depois retiram apenas a cabeça e a buchada, cortando o animal em 4 partes para agilizar o crime, carregando no interior de em veículos de pequeno porte”, explicou o deletado.

A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Barra do Garças com apoio do Núcleo de Inteligência, Delegacia Regional, Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), e Polícia Militar.

Polícia

Gado furtado em Nova Brasilândia é localizado em Santo Afonso

Publicado

em

Vinte cabeças de gado furtadas de uma fazenda no município de Nova Brasilândia (215 km ao sul) foram recuperadas em Santo Afonso neste domingo (17), após investigação iniciada pela equipe da Delegacia da Polícia Civil de Chapada dos Guimarães. A recuperação do gado furtado contou com apoio da Delegacia de Tangará da Serra e uma pessoa foi detida por receptação.

Durante investigação para apurar o furto, os investigadores obtiveram a informação de que o gado furtado estava sendo comercializado na região de Tangará da Serra. Em diligências na região, os policiais civis chegaram à propriedade de um homem de 36 anos, que informou ter adquirido bovinos cuja marca é a mesma da fazenda de Nova Brasilândia. Na pastagem da propriedade foram localizadas apenas 20 fêmeas.De acordo com o delegado de Chapada dos Guimarães, Alexandre Nazareth, foi instaurado um inquérito para apurar o furto à fazenda em Nova Brasilândia ocorrido no dia 11 de janeiro, quando 36 cabeças de gado bovino foram furtadas da propriedade.

O dono da propriedade foi encaminhado à delegacia e autuado por receptação.

A investigação sobre o furto de gado na propriedade em Nova Brasilândia prossegue para identificar os envolvidos. O delegado Alexandre Nazareth informou que, ao todo, foram levados em diversos carregamentos da propriedade 120 cabeças de bovinos.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana