conecte-se conosco



Polícia

Polícia Civil checa informações que circulam em redes sociais sobre coronavírus

Publicado

em

A Polícia Civil, por meio da Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), está apurando a origem de áudios oriundos de aplicativo de mensagem (Whatsapp) referentes a possíveis “fake news” em relação à propagação do coronavírus (Covid-19) em Mato Grosso.

Conforme o delegado da Gecat, Eduardo Botelho, todas as informações recebidas estão sendo checadas mediante informações repassadas pelos órgãos oficiais do Estado e, havendo discrepância, a pessoa responsável pelo áudio será notificada para prestar os devidos esclarecimentos.

Um exemplo é um áudio relacionado a uma médica pediatra, que foi verificado pela Gecat. A profissional foi solicitada para explicar as informações e se retratou sobre as informações repassadas. Ela afirmou à Polícia Civil que repassou a mensagem sem confirmar a procedência do áudio, porém, disse que sua intenção não foi propagar o pânico, mas, apenas alertar sua família acerca da gravidade da pandemia.

“Esta será a conduta padrão da Gecat em relação aos casos semelhantes, sendo possível inclusive a responsabilização criminal dos autores”, alertou o delegado Eduardo Botelho.

Ainda segundo o delegado, as mensagens “fake news” mencionam dados inverídicos sobre pessoas contagiadas pelo coronavírus, o que coloca em descrédito o os órgãos oficiais do estado como um todo.

A Polícia Civil de Mato Grosso permanece atuando para combater e reprimir ‘fake news’, assim como comportamentos delitivos que, porventura, desobedecerem a determinações sanitárias e de saúde, determinadas pelas autoridades, para se evitar ainda mais a disseminação da pandemia do coronavírus.

A Gecat alerta ainda que a população deve buscar informações pelos órgãos oficiais como o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde do Estado sobre as orientações e dados em relação ao coronavírus.

Denúncias sobre materiais “fake news” (áudio ou vídeo) podem ser feitas pelo telefone (65) 99973-4429 ou enviar mensagem eletrônica no e-mail: [email protected]

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

PM prende casal com armas, farda camuflada e mais de R$ 7 mil

Publicado

em

Em Peixoto de Azevedo (691 km de Cuiabá), uma equipe do Grupo de Apoio (Gap) do 22° Batalhão da Polícia Militar prendeu um casal e, em sua casa, apreendeu uma espingarda calibre 12 e uma pistola 380, grande quantidade de munição, R$ 7 mil em cédulas de real, além de farda policial do estilo camuflado, colete a prova de bala improvisado, lanternas, maçaricos e outros apetrechos.

Na casa localizada no bairro Santa Isabel, havia ainda, balança de precisão, garrafa com azougue (mercúrio usado no processo de garimpagem de ouro), joias (corrente com pingente e pulseira que seriam de ouro maciço), entre outros objetos.

Conforme narrativa da equipe do GAp que elaborou o Boletim de Ocorrência, as informações que embasaram a ação policial indicavam a presença de armas na casa onde morava um homem que seria suspeito de envolvimento com roubos em áreas de garimpo.

Entre as roupas militares apreendidas, gandolas (parte superior da farda) e a calça. Também havia mochila, chapéu e uma camiseta manga longa com capuz, todas as peças do estilo camuflado.

GAP/PMMT

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana