conecte-se conosco



Interior

Poconé aguarda liberação de recursos do Ministério da Defesa Civil para reconstruir pontes

Publicado

em

Reportagem do MT de Fato pegou estrada na última segunda-feira (03), e visitou as comunidades do Carrijo e Periquito, na zona rural do município de  Poconé, para conhecer de perto a realidade das pontes que foram destruídas durante o período chuvoso, o que levou o município a decretar situação de emergência que foi reconhecida pelo Ministério da Defesa Civil.

O reconhecimento do governo federal foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) em janeiro.

As águas, de acordo com a prefeitura, destruiram pontes e causaram grandes danos à infraestrutura pública e prejuízos a população, “que necessita das obras para que sejam retomadas suas atividades de subsistência”.

A portaria do governo federal é o primeiro passo para ampliar as ações de assistência e reconstrução das áreas prejudicadas.

O secretário de Obras, Ney Rondon explicou que a equipe de engenharia preparou um projeto para realização do maior programa de construção de pontes de concretos para substituir as pontes que foram levadas pela correnteza ou necessitam de reformas.

Na estrada velha de Cáceres, a ponte do Macaco caiu há mais de oito meses e até hoje o governo do Estado não tomou providências, para resolver o problema, a prefeitura formalizou uma parceria com os produtores para construir uma ponte de madeira até que o recurso do Governo Federal.

Na comunidade do Carrijo, as pontes estão praticamente intransitáveis, colocando em risco a vida de motoristas e alunos, pois são utilizadas para o transporte escolar.

Ney adiantou que a secretaria deve realizar reparos emergenciais, antes do retorno das chuvas, evitando maiores transtornos para a comunidade.

 

“Estamos  aguardando a liberação destes recursos, precisamos solucionar problemas crônicos e a prefeitura não dispõe do montante necessário para realizar estas obras, nossa esperança é que o governo volte a tomar conta das pontes acima de 12 metros que são de responsabilidade da Sinfra e que o Ministério da Defesa Civil disponibilize o que já foi autorizado”, detalhou o secretário.

Fonte: Elisângela Neponuceno-MT de Fato

 

 

Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Interior

PM prende segundo suspeito da morte de líder comunitário

Publicado

em

Policiais da 7ª Companhia de Polícia Militar de Jaciara (144 km de Cuiabá) prenderam nesta segunda-feira (25.01) o segundo suspeito de participação no assassinato de um líder comunitário rural no assentamento Resnacer União da Vitória, localizado a cerca de 50 quilômetros da área urbana a margem da rodovia BR-364.

A vítima de 56 anos, foi morta na noite do dia 14 de fevereiro de 2020, data em que a PM prendeu o primeiro suspeito. Hoje (25) pela manhã, os policiais receberam informações sobre o paradeiro desse suspeito e o prenderam em sua residência, no bairro Francisco Martelli.

De acordo com as informações levantadas e narradas pela equipe da 7ª Cia de PM, o suspeito, que tem 24 anos, também estava sendo procurado por um roubo ocorrido no dia cinco deste mês em um supermercado da cidade.

Acompanhado de seu advogado, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil Judiciária de Jaciara para demais medidas legais e apuração complementar dos dois crimes.

 

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana