conecte-se conosco



Cuiabá

PM disponibiliza conteúdo de segurança para motoristas de aplicativo

Publicado

em

A Polícia Militar de Mato Grosso, com base no mapeamento de ocorrências de furtos e roubos contra motoristas de aplicativos (Uber) e no histórico das vítimas, elaborou uma cartilha com 18 dicas de segurança para aqueles que atuam no segmento. O trabalho é resultado de discussões lideradas pelos Comandos Regionais de Cuiabá e Várzea Grande com representantes da categoria. Além de Cuiabá e Várzea Grande, Sinop e Rondonópolis também passaram a exercer a respectiva atividade econômica.

“As orientações obedecem a um critério, uma sequência a partir do chamado até chegar ao cliente. São medidas de segurança que os motoristas devem observar como forma de prevenir e reduzir os riscos de violência.  As principais são para fazer contato com o cliente e não aceitar chamados (corridas) fora do aplicativo”, pontuou o coordenador do trabalho coronel Marcos Roberto Sovinski, e comandante do 2º Comando Regional da PM.

Foram realizadas reuniões com os motoristas para entender o funcionamento do serviço e posteriormente com a Associação de Motoristas de Aplicativos de Mato Grosso (AMA-MT), para homologar as discussões.

Para o vice presidente da AMA-MT, Kleber Campos, o material resume todas as colocações discutidas. “A melhor maneira é prevenir antes que ações criminosas como roubo e assalto aconteçam. E nesse contexto, a elaboração do conteúdo ficou perfeita. Já disponibilizamos nos grupos de whatsapp e repercutiu positivamente no quesito aceitação. A ideia é que coloquem em prática”, frisou ele.

De acordo com as dicas, no caso de áreas de risco, por exemplo, a recomendação é evitar o atendimento, especialmente se não conhecerem bem o local ou se as áreas são consideradas perigosas. A mesma cautela deve ser tomada com relação a bairros e comunidades afastadas, com muitos becos e vielas.  O cuidado pode evitar assaltos.

Também não se deve aguardar chamadas dentro do veículo parado. Além de procurar locais de maior movimento, como cruzamentos e postos de combustíveis, o melhor é sair do carro, trancá-lo e afastar-se um pouco enquanto aguarda a próxima corrida.

Uma boa iniciativa que deve ser praticada pelos motoristas é a de manter contato por meio de aplicativos de mensagens com os demais motoristas, usar códigos de segurança padronizados. Pois em situações de emergência é possível se comunicar e pedir ajuda aos colegas. E não deixar o celular no silencioso.

Corridas particulares fora dos aplicativos para pessoas desconhecidas jamais devem ser realizadas. No primeiro momento até pode parecer vantajoso economicamente, mas podem acarretar outros transtornos como ser usado para transportes de produtos ilícitos. O cuidado também diz respeito a aceitar pessoas que não sejam o solicitante da corrida, pode ser uma armadilha para roubo.

Outra dica é manter-se qualificado para a função. Participar de cursos, palestras e treinamentos oferecidos pela empresa do aplicativo ou outros oferecidos no mercado que envolva direção defensiva, primeiros socorros, manutenção veicular e de segurança veicular.

Até a cor do veículo pode influenciar numa ação criminosa. Cores neutras como prata, preto ou branco são mais visadas para assaltos porque são fáceis de serem vendidos e não chamam atenção em uma fuga.

E, “se estiver sendo vítima de um assalto (roubo), o melhor a fazer é manter a calma e obedecer ao assaltante. Evite movimentos bruscos e procure sempre avisar o assaltante de todos os seus movimentos, tipo, antes de remover o cinto de segurança, fale: irei retirar o meu cinto de segurança”,  diz parte do texto da cartilha.

Segundo Sovinski, além das dicas a PM realiza constantes blitz e abordagens em pessoas e veículos visando à redução do número de roubos.

Para acessar a cartilha clique aqui.

Cuiabá

Prefeito lamenta morte de judoca Fenelon Muller

Publicado

em

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro,  lamenta o falecimento do judoca mato-grossense, Fenelon Oscar Muller, que morreu na tarde desta terça-feira (25), vítima de um infarto fulminante. Ele foi campeão sul-americano em 1975 e conquistou o bronze no Pan-americano no México.  Fenelon era pai do judoca David Moura.

“Um ícone, um homem que levou Mato Grosso ao conhecimento do mundo por meio do judô. Todos que a conheceram sabiam de sua dedicação a este esporte ao qual o filho nos trás alegria de também ser campeão  dos Jogos Pan-Americanos de 2015. Fica aqui o meu pesar a todos os  famíliares. Que Deus conforme o coração de todos”, lamentou o prefeito.
Segundo familiares, não haverá velório e o corpo será cremado.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana