conecte-se conosco



Política MT

Pedro Taques representa Mauro Mendes no TRE por vídeo de suposto pagamento de propina eleitoral

Publicado

em

O vídeo do suposto pagamento de propina eleitoral, que viralizou nas redes sociais e na imprensa, sugere a relação ‘promíscua’ pelo poder entre o deputado federal Valtenir Pereira (PSDB), o cacique peemedebista Carlos Bezerra e o candidato Mauro Mendes (DEM).

“O relacionamento histórico promíscuo parece ser a marca desta parceria entre Valtenir, Mauro e Bezerra. Eles já foram inimigos mortais, mas se uniram em nome do poder. Se unem sempre por conveniência para lotear secretarias. O vídeo deixa claro, como a água, que o dinheiro será aporte para segundo turno contra o governador Pedro Taques”, analisa o secretário-geral do PSDB, advogado Ussiel Tavares.

Mauro e Valtenir já foram arquirrivais por muitos anos. No auge na briga entre eles em 2010, quando perdeu a disputa para o ex-governador Silval Barbosa (MDB), Mauro chegou a chamar Valtenir de “meretriz” política. Mauro dizia que Valtenir queria vender a candidatura, pelo então PSB, para o cacique peemedebista Carlos Bezerra.

Ao tentar levar o PSB para apoiar Silval Barbosa, Valtenir declarou à imprensa: “não tenho na minha vida política o histórico de ter comprado um PRTB da vida”. A declaração refere-se ao início das frequentes disputas por poder partidário entre Valtenir e Mauro iniciadas em 2008. Naquele ano, Mauro perdeu a eleição para a Prefeitura de Cuiabá, sob a acusação de ter comprado o apoio do PRTB para compor a sua capa.

Com esse resgate histórico, o secretário-geral do PSDB avaliou que o vídeo, em que o deputado federal Valtenir Pereira aparece recebendo dinheiro do empresário Mauro Carvalho – coordenador de campanha de Mauro Mendes -, demonstra mais um capítulo dessas negociações. Na íntegra divulgada pela imprensa, é possível ver os técnicos de Mauro recolhendo os aparelhos eletrônicos usados na gravação do suposto pagamento da propina.

“O vídeo é só mais um capítulo desta trise história de briga e acordos esdrúxulos. Quando era presidente do PSB, Valtenir deu inúmeras declarações contra Mauro Mendes ao Governo. Além de sugerir apoio a Silval, Valtenir declarou que Mauro não era unanimidade da legenda. Com isso, Mauro saiu forçado do partido, e hoje está no DEM. Valtenir também não escondia o seu ódio por Carlos Bezerra, por suposta ligação com o assassino de seu próprio pai. No entanto, Valtenir já saiu do PSB, e se uniu ao MDB de Bezerra. Pelo visto, tudo foi perdoado, porque atualmente todos os personagens dessa trama de interesse estão juntos”, disse Ussiel Tavares.

Ainda segundo o advogado, o fortalecimento de Taques e a queda busca da rejeição perante os eleitores, conforme apontou a pesquisa Gazeta Dados, começam a ameaçar o “projeto de poder” do megaempresário Mauro Mendes e a “turma do Bezerra”.

Pedro Taques aparece em segundo lugar consolidado para a disputa do segundo turno das eleições, deixando para trás o terceiro Wellington Fagundes (PR). “Não temos dúvida de que estaremos no segundo turno, porque a população não tolera mais este tipo de conduta política”, concluiu Ussiel.

Pedro Taques representa Mauro Mendes no TRE por vídeo de suposto pagamento de propina eleitoral

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Governo abre inscrições para contratação temporária de professores, técnicos administrativos e apoio

Publicado

em

As inscrições para a contratação temporária de professores, técnicos administrativos e apoio começam nesta quinta-feira (03.12) e se encerram no dia 10 de dezembro. Todo o processo será online, conforme o edital de seleção 007/2020 da Seduc publicado no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira (30.11). Acesse o site da Seduc AQUI.

De acordo com o edital, “as normas e instruções para a realização de Processo Seletivo Simplificado (PSS/2021), será destinado à seleção, formação de cadastro e contratação temporária de profissionais para exercerem os cargos de professor, técnico administrativo educacional (TAE) e apoio administrativo educacional (AAE), nas funções respectivas de cada cargo, conforme cargos e/ou funções disponíveis para cada unidade escolar”. No próprio edital estão previstos os prazos para recorrer em cada etapa.

Para o cargo de TAE, as contratações serão nas seguintes funções: TAE, intérprete de libras, instrutor surdo, auxiliar de turmas, intérprete de línguas/imigrante. Para o cargo de AAE, estão disponíveis as seguintes funções: nutrição escolar, limpeza, vigilância e manutenção de infraestrutura.

A validação das inscrições deverá ser realizada na unidade escolar para a qual o candidato se inscreveu, no período de 18 a 30 de dezembro de 2020. Cada escola deverá se organizar para atendimento por agendamento.

O cronograma de atribuição prevê no dia 28 de janeiro de 2021, a primeira etapa na escola em que o candidato se inscreveu. A segunda etapa será a partir do dia 29 de janeiro na Assessoria Pedagógica.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana