conecte-se conosco



Cultura

Peça teatral celebra 40 anos do artista Ivan Belém

Publicado

em

Em comemoração aos 40 anos de carreira do artista Ivan Belém, estreia nesta terça (16/10), o espetáculo Progresso, um monólogo apresentado pelo artista homenageado, escrito pelo advogado Eduardo Mahon e dirigido pelo cineasta Luiz Marchetti.
A realização da peça tem o apoio da Secretaria de Estado de Cultura por meio de emenda parlamentar alocada na Lei de Diretrizes Orçamentárias para o fortalecimento das políticas culturais.
A obra multimídia fala sobre a decadência de uma cidade provinciana através de um cidadão moribundo, proporcionando reflexões sobre o homem, a cidade e o tempo, todos vivendo transformações simultâneas da cultura local e nacional.
Com classificação indicativa de 16 anos, a apresentação da peça teatral acontece na terça (16/10) e na quarta-feira (17/10), às 20h, no Teatro do Sesc Arsenal. Os ingressos custam 1 litro leite UHT ou R$ 5,00 e R$ 2,50 (meia entrada) e podem ser retirados a partir das 19h no local. Para comerciários e seus dependentes, a entrada é gratuita.
O artista Ivan Belém
Ivan Belém nasceu às margens do Rio Cuiabá, no município de Barão de Melgaço. A família mudou-se para Cuiabá com o bebê ainda recém-nascido.  Fixou-se no bairro da Lixeira, onde vive até hoje, na mesma casa.  Foi neste bairro durante a infância que conheceu o teatro, de forma improvisada no quintal dos vizinhos.
Na adolescência, entrou para o grupo de teatro do SESI, dirigido por Camilo Ramos dos Santos. Mais tarde fundou o Grupo Gambiarra, dedicando-se ao teatro infantil. Em sua segunda formação o Gambiarra passou a ter uma orientação mais política e tornou-se o primeiro grupo de Teatro de rua de Mato Grosso.
O grupo se dissolveu e Ivan Belém passou a formar dupla com o ator Liu Arruda, numa parceria de dez anos, atuando em bares, quintais e outros espaços alternativos. Assim surgiram as primeiras comadres do teatro mato-grossense: Nhara e Creonice, interpretadas, respectivamente, por Liu e Ivan. Inauguraram, assim, um gênero de comédia com identidade genuinamente cuiabana.
Com a morte de Liu Arruda em 1999, Ivan retomou as funções acadêmicas na UFMT, como pesquisador. Graduado em História, fez mestrado e doutorado em Educação, resultando daí a publicação de dois livros: “A Baía de Tchá Mariana: Mitopoéticas Africana e Pantaneira nos círculos de aprendizagens ambientais” e “Liu Arruda: a Travessia de um Bufão”.
Paralelamente deu continuidade ao Grupo Gambiarra, agora com sua terceira formação, encenando peças de autores mato-grossenses.  Além do teatro, atua também em circo, vídeo, rádio, TV e cinema.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cultura

Dupla sertaneja lança novo sucesso em Cuiabá

Publicado

em

Chegou em todas as plataformas digitais o novo lançamento da dupla Afonso e Gabriel, chamado “14/90 (Quatorze por Noventa)”. Um single sertanejo com videoclipe, disponível desde a última sexta-feira (20.11), que retrata como as emoções são capazes de alterar os sinais vitais de pessoas apaixonadas.

O single estava pronto desde fevereiro deste ano, mas devido a pandemia do COVID-19 e o momento de grande tristeza pelas perdas das vítimas do novo coronavírus, a dupla preferiu esperar. E agora, com o país se adaptando a esse novo normal e as pessoas retomando a vida social, sempre com todos os cuidados, decidiram que já era hora de lançar a música.

“Postamos uma variedade de conteúdos diversificados como a revelação da data de estreia, que contou nada mais, nada menos, com um chá revelação, parodiando o evento feito por pais para revelar o sexo do bebê. Também trouxemos um tipo de pesquisa popular para saber se as pessoas ainda acreditam que um relacionamento a distância, tema que a música aborda, ainda pode dar certo nos dias de hoje”, contaram Afonso e Gabriel.

Um vídeo que rendeu muitos comentários foi a história verídica do casal cuiabano João e Maria, já conhecidos em nossa capital por aparecerem em meados de 2017 em algumas notícias vendendo doces para pagar o casamento. Porém, desta vez a dupla trouxe uma outra perspectiva do casal, que poucos sabem, mas durante alguns anos mantiveram um relacionamento a distância. “João, corpo de uma igreja focada em missões, foi a trabalho missionário a São Paulo, onde morou por dois anos, e na época se correspondia com Maria através de e-mails e cartas. O vídeo traz a sensação da saudade e toda a emoção do reencontro, reafirmando ainda mais a temática da música”, revelam.

O nome da música 14/90 deixou uma interrogação na cabeça dos fãs sobre seu significado. A dupla explica que 14/9 é o primeiro grau de hipertensão arterial. “E foi comprovado que as emoções, como a saudade e o amor, são capazes de alterar os sinais vitais de uma pessoa como o caso retratado na música, sendo 14/90 uma licença poética da pressão 14/9, pontuaram.

Agora com a música no ar a dupla tem trabalhado a divulgação em suas redes sociais, aparecendo em diversos programas de TV do nosso estado e também veiculando através de rádios.

Foto: Acervo


Ana Sampaio

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana