conecte-se conosco



Cuiabá

Orla do Porto passará por segunda fase do projeto de revitalização

Publicado

em

Além da revitalização do Mercado do Porto, o prefeito Emanuel Pinheiro anunciou outras obras, também de revitalização, que visam trazer um novo conceito cultural e turístico para a nossa Capital. Os projetos de reforma pretendem transformar os principais pontos da cidade em grandes complexos contemplativos e estruturalmente participativos, com a presença de espaços culturais para exposições, apresentações e mostras artísticas.

O Projeto Porto Cuiabá se tornou um dos cartões postais de Cuiabá. Após a inauguração da revitalização da primeira etapa, a Prefeitura de Cuiabá ainda aguarda finalização do processo licitatório que já se encontra em fase avançada. Com o valor de investimento na ordem do R$ 3.769.959,31, recurso oriundo do Ministério do Turismo e com os projetos já aprovados pela Caixa Econômica Federal, a obra fica sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras.

A proposta prevê a continuação da requalificação urbana próxima à região do bairro do Porto, na Orla ao longo do Rio Cuiabá. Localizado na Avenida Manoel José de Arruda, a partir da ponte Júlio Muller até o antigo cais portuário, em uma área de valoroso acervo histórico e cultural para a cidade, por meio da promoção da reintegração do Rio Cuiabá ao convívio dos munícipes. “A ideia é resgatar e valorizar o patrimônio histórico e ambiental presente na região, bem como a promoção do convívio social e da prática de esporte e lazer, permitindo assim a transformação do local, em respeito aos aspectos ambientais e com isso fortalecendo o potencial turístico da região”, explicou o superintendente do IPDU, Márcio Puga.

Segundo ele, o projeto inclui a implantação de calçadões para caminhada e contemplação, ciclovia bidirecional com a intenção de se conectar com a existente e já consolidada na Orla do Porto I. Prevendo ainda, uma continuação ao longo da Avenida José Manoel de Arruda no sentido oposto, com calçadas, iluminação, mobiliário urbano, arborização, adequação de acessibilidade, instalação de esculturas com personalidades regionais, área coberta por lonas tensionadas destinadas às feiras locais, espaço com aparelhos para atividades físicas ao ar livre e área destinada para a implantação de estacionamento,  além da recuperação das margens do rio.

“Espera-se, com essas ações, tornar o local atrativo, dinâmico, resgatando esse importante patrimônio ambiental e cultural e contribuir para fortalecer na população cuiabana o sentimento de pertencimento a esse local, colaborando assim, para a sensibilização e preservação da memória cultural e histórica de Cuiabá”, finalizou o superintendente.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

378 mil eleitores estão aptos a voltar às urnas neste domingo (29)

Publicado

em

Cuiabá possui 378.097 eleitores aptos a votar neste segundo turno das Eleições 2020. Ao todo, são 1.109 seções eleitorais que estarão novamente abertas para receber os votos neste domingo (29.11). A votação ocorrerá das 7h às 17h, sendo que a Justiça Eleitoral orienta que os eleitores preferenciais (idosos e pessoas do grupo de risco para a Covid-19) exerçam o seu direito de voto nos primeiros horários do dia. Trata-se de preferência de horário e não exclusividade.

 

No primeiro turno, realizado no dia 15 de novembro, 294.861 eleitores de Cuiabá compareceram às urnas, o que representou uma abstenção de 22,01%. O número não foi distante das últimas eleições: Em 2018 a abstenção foi de 19.09%, em 2016 foi de 19.91% e em 2014 foi de 18,13%.

 

“Acreditamos que o protocolo de segurança sanitária aplicado foi fundamental para que as pessoas se sentissem seguras a comparecer às urnas. Neste segundo turno vamos repetir as medidas sanitárias e esperamos que a votação seja ainda mais rápida, pois ao invés de três candidatos, será apenas um, a da chapa da prefeito e vice-prefeito. Isso representa ainda menos fila que no primeiro turno”, destacou o diretor geral do TRE-MT, Mauro Diogo.

 

No domingo, de acordo com a legislação, o eleitor pode manifestar discretamente sua preferência por partido político, coligação ou candidato. Para tanto, pode usar individualmente uma bandeira, broche, emblema ou adesivo. A lei proíbe a chamada boca de urna, que é a tentativa de captar os votos de outros eleitores no dia do pleito. Impede também, até o final do horário de votação, a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado e bandeiras, broches etc., de modo a caracterizar manifestação coletiva, com ou sem o uso de veículos.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana