conecte-se conosco



Polícia

Operação policial prende cinco e apreende armas e munições

Publicado

em

Cinco pessoas foram presas com armas de fogo e munições, durante ação deflagrada pela Polícia Judiciária Civil, na zona rural do no município de Castanheira (779 km a Noroeste), na segunda-feira (13.08), para cumprimento de mandados de busca e apreensão domiciliar.

Vinte e dois policiais das Delegacias de Castanheira, Juína, Juruena, Cotriguaçu e do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), participaram da operação. O trabalho resultou na prisão de três homens e duas mulheres, além da apreensão de sete armas de fogo e diversas munições.

Os mandados judiciais foram expedidos pela 3ª Vara da Comarca de Juína, após meses de investigação da Polícia Civil em Castanheira, visando combater o comércio de armas de fogo e de droga, instalados na região.

No primeiro endereço, localizado na comunidade Cristo Rei, foram apreendidas duas armas de fogo (um revólver e uma espingarda) e diversas munições. O casal, F.A.T, 39, e K.A.D., 31, foram autuados em flagrante.

No segundo endereço, o suspeito S.A.C., 42, foi surpreendido em poder de duas espingardas sem numeração, um revólver calibre 38 e mais de 100 munições de diferentes calibres.

Em outra casa  no bairro Santo Antonio,  os policiais civis apreenderam um revólver e munições. Na ocasião, o morador M.C.P., 43, foi conduzido e autuado em flagrante.

No quarto endereço, no bairro Santo Antonio, a equipe localizou dezenove munições e uma porção de droga. No momento da chegada dos policiais, estava na casa a senhora R.P.T. de 62 anos, mãe do investigado F.A.T.

Após as buscas e apreensões, os envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Polícia, interrogados pelo delegado que coordenou a operação,  Marco Bortolotto Remuzzi.

Os presos responderão por crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido, de uso proibido, posse irregular de munições e comércio ilegal de arma e munições.

Conforme Marco Bortolotto Remuzzi, o êxito da operação é resultado do empenho e dedicação dos policiais, os quais diariamente estão enfrentando a criminalidade. “Bem como a confiança e auxílio prestado pela comunidade, que procura a delegacia para fazer denúncia”, destacou.

Assessoria | PJC – MT

Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Polícia

Homem que matou o próprio filho há dois anos é localizado e preso pela Polícia Civil

Publicado

em

Policiais civis de Chapada dos Guimarães localizaram na manhã desta quarta-feira (27), em Cuiabá, um homem de 66 anos que estava há dois anos foragido depois de ter cometido um homicídio na cidade.

Ele foi preso em sua residência, no bairro Serra Dourada, na Capital, e encaminhado à Delegacia de Chapada dos Guimarães para formalização do mandado de prisão.

Na noite do dia 27 de janeiro de 2019, no bairro Santa Cruz, em Chapada dos Guimarães, a Polícia Militar foi acionada apara atender uma ocorrência de lesão corporal. Quando os policiais chegaram à residência encontraram Reinaldo do Nascimento Silva, 29 anos, caído no chão com uma perfuração no abdômen causada por um instrumento cortante.

Vizinhos acionaram o Serviço de Atendimento Médico de Urgência, que socorreu o rapaz até o hospital municipal. Conforme as informações coletadas pela Polícia Civil durante a investigação, a vítima saiu de sua casa pedindo socorro e disse que tinha sido ferido pelo próprio pai após uma discussão entre ambos.

Reinaldo passou por atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito ainda na madrugada.

Desde então o pai e suspeito pelo homicídio ficou foragido até ser localizado nesta quarta-feira, em Cuiabá.

Após o cumprimento do mandado, ele foi encaminhado à unidade prisional de Chapada dos Guimarães.

 

 

Da redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana