conecte-se conosco



Polícia

Operação conjunta combate poluição sonora e perturbação do sossego alheio

Publicado

em

Fortalecendo a segurança pública na região de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá), a Polícia Civil do município e a Polícia Militar deflagraram na madrugada de domingo (22.11) a operação Hypnos, com objetivo de coibir delitos de poluição sonora e perturbação do sossego alheio.

A ação integrada resultou na detenção de dois indivíduos, sendo um deles autuado em flagrante e outro responderá  a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Dois aparelhos de som também foram apreendidos.

Após várias denúncias sobre a prática de som em volume alto ocorrendo em pontos comerciais na cidade, os policiais civis e militares realizaram o trabalho em conjunto para fiscalizar os estabelecimentos.

Conforme o delegado de Vila Bela da Santíssima Trindade, João Paulo Berté, a ação teve como foco a repressão a contravenção penal de perturbação do sossego alheio (conforme artigo 42 da Lei de Contravenções Penais) e ao crime de poluição sonora (de acordo com artigo 54 da Lei de Crimes Ambientais).

“O intuito é dar continuidade a operação Hypnos para coibir a conduta da perturbação do sossego e poluição sonora, com aplicação das medidas pertinentes em cada caso, visando a responsabilização e conscientização dos infratores e atendendo os reclames da sociedade”, destacou João Paulo Berté.

A operação contou com a participação de 20 policiais civis e militares, além do uso do equipamento decibelímetro utilizado para aferir ruídos e a intensidade de barulhos. O nome Hypnos foi escolhido em referência ao Deus do sono na mitologia grega.

Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Polícia

Cinco motoristas são presos por embriaguez ao volante em Cuiabá

Publicado

em

Cinco motoristas foram presos por embriaguez ao volante durante a 1º edição da Operação Lei Seca, realizada na madrugada deste sábado (16.01), na Avenida Isaac Póvoas, região central de Cuiabá. A primeira operação do ano começou às 2 horas e seguiu até às 3h40.

No período, foram confeccionados 36 Autos de Infração e realizados 41 testes de alcoolemia. Ao todo, 17 veículos, entre automóveis e motocicletas, foram recolhidos e 13 Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foram recolhidas.

Do total de autos de infração, nove foram pelo artigo 165 (dirigir sob influência de álcool), oito pelo artigo 165-A (recusa a ser submetido ao teste de alcoolemia), um pelo artigo 162,I (conduzir o veículo sem CNH), dentre outros. Todos os AITs são aplicados com base na Lei Nº 9.503, do Código Brasileiro de Trânsito.

A Operação Lei Seca é realizada de forma integrada e coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI-E) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Nesta edição, participaram representantes das Polícias Militar (PM-MT), Civil (PJC-MT) e Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) e Sistema Penitenciário de Mato Grosso (Sispen).

A multa para o motorista que é flagrado dirigindo sob efeito alcoólico é de R$ 2.934,70. No momento do teste do bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime.

Quando a quantidade de álcool for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem a CNH retida e paga multa.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana