conecte-se conosco



Cuiabá

Obras de troca de rede avançam no Centro Histórico de Cuiabá

Publicado

em

Fonte: Assessoria

Equipes trabalham durante o final de semana para garantir menor impacto na região

A substituição da antiga rede de abastecimento de água no Centro Histórico de Cuiabá avança nos dois primeiros finais de semana de execução de obras. Cerca de 400 metros de nova rede já foram instalados dentro do cronograma pré-estabelecido, que possui a previsão de término em setembro. Ao todo, serão 940 metros de novas tubulações, ramais e cavaletes. As obras contemplam trechos na Rua Comandante Costa, Cândido Mariano, Travessa João Dias e a Travessa da Praça Rachid Jaudy.

Priorizando o menor impacto aos moradores e comerciantes da região, a Águas Cuiabá realizou uma série de estudos e planejamentos. Após a análise a companhia, em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), optou pela realização da troca das tubulações durante os finais de semana. Nos sábados as obras acontecerão das 13h30 às 17h30, ao passo que aos domingos será 8h às 17h30.

O processo de troca de tubulação contempla algumas etapas, entre elas: a instalação da nova rede, padronização das ligações, que consiste na conexão da adutora (duto principal de abastecimento) até os hidrômetros instalados em cada unidade consumidora, testes de rede, desativação da rede antiga, acabamento e reposição de manta asfáltica. Até o momento, já foram instalados 200 metro de tubos PVC e outros 200 de rede de Polietileno de Alta Densidade (PEAD) na Rua Comandante Costa, entre o cruzamento com a Cândido Mariano e a Travessa João Dias. As regiões que receberam instalação também estão na reta final da etapa de padronização.

“É importante salientar que o processo de troca só termina com a reposição de manta asfáltica. As nossas equipes estão compromissadas com todo esse processo e continuamos em dia com nosso calendário. Vamos finalizar a obra com a manta asfáltica, ao fim de todos as outras etapas. Até lá, a companhia enviará caminhão pipa aos locais para amenizar a poeira da obra durante a semana”, informou o gerente de Manutenção de Redes da Águas Cuiabá, Paulo Mário Costa Cardoso.

Etapa importante para o saneamento da Capital, a região em obras conta com uma rede de abastecimento com mais de 40 anos de uso e que nos últimos meses necessitou de constantes reparos. A nova tecnologia empregada dispõe de excelente desempenho hidráulico garantindo mais segurança aos operadores de rede em caso de manutenção de rotina.

A renovação amplia a eficiência no abastecimento, beneficiando diretamente os bairros: Centro Norte, Centro Sul, Bandeirantes, Dom Aquino, Poção e Baú. A fim de garantir o rigoroso cronograma, o abastecimento na região será temporariamente interrompido durante a obra, retornando após a conclusão diária de cada etapa do serviço.

“As novas tubulações garantem o fim das manutenções emergenciais em razão da situação da estrutura da rede antiga. Isso estava resultando em muitos vazamentos naquela região, gerando perdas e demandas de serviços de reparos.  Com a instalação da nova rede a companhia amplia a qualidade da entrega do serviço à população”, explica Paulo Mário Cardoso.

 

Neste fim de semana

O cronograma de obras deste final de semana, sábado (21) e domingo (22), prevê a finalização da padronização das ligações, realização de teste e acabamentos na Rua Comandante Costa, nos trechos que já passaram pela instalação. Além disso, o cronograma prevê a instalação da nova rede até o cruzamento com a Isaac Póvoas e na travessa João Dias, trecho entre a Comandante Costa e a Barão de Melgaço.

Para que isso seja possível, a companhia conta com o apoio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) que oferece todo suporte para sinalização no tráfego.

Serviço

Troca de rede no Centro Histórico da Capital

Data: Somente aos Sábados e Domingos

Horário:

  • Sábado: das 13h30 às 17h30;
  • Domingo: das 8h às 17h30.

 

Sobre a Águas Cuiabá – A Águas Cuiabá assumiu o serviço de água e esgoto da Capital em 2017, com a responsabilidade de atender uma população de 580 mil pessoas. Desde então, trabalhou e investiu para o aumento do tratamento da água entregue ao cliente. Em conjunto com os Poderes elaborou projetos para atender cada vez mais cidadãos com os nossos serviços. Em razão das características de nossas atividades, também mantemos profunda inserção na vida das comunidades, onde desenvolvemos ações e programas que ajudam a elevar a conscientização socioambiental, alcançando milhares de pessoas.

 

Sobre a Iguá – A Iguá é uma nova companhia de saneamento que atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. Atualmente, está presente em cinco estados brasileiros: Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná, por meio de 18 operações, que, somadas, atendem a cerca de 6,6 milhões de pessoas. O alcance da prestação de serviços coloca a companhia entre os principais operadores privados do setor de saneamento no país. O nome Iguá é uma referência direta ao universo de atuação da companhia: em tupi-guarani, “ig” que dizer água.

 

 

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Quarta-feira (2): Mato Grosso registra 160.540 casos e 4.161 óbitos por Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (02.12), 160.540 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.161 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 814 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 160.540 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.900 estão em isolamento domiciliar e 152.973 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 144 internações em UTIs públicas 129 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 35,73% para UTIs adulto e em 15% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (35.649), Rondonópolis (11.910), Várzea Grande (11.370), Sinop (8.431), Sorriso (6.909), Lucas do Rio Verde (6.293), Tangará da Serra (6.178), Primavera do Leste (5.305), Cáceres (3.617) e Nova Mutum (3.415).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 126.268 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 533 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última terça-feira (1°.12), o Governo Federal confirmou o total de 6.386.787 casos da Covid-19 no Brasil e 173.817 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.335.878 casos da Covid-19 no Brasil e 173.120 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quarta-feira (02.12).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fernanda Nazário | SES-MT

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana