conecte-se conosco



Cultura

Museu de História Natural de Mato Grosso reabre as portas para visitação

Publicado

em

O Museu de História Natural de Mato Grosso reabre as portas na próxima sexta-feira, 16 de outubro, com todas as medidas de segurança recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Governo do Estado de Mato Grosso, para poder atender de forma segura todos os visitantes.

Por ser um espaço amplo, com mais de 10 mil m² de área verde, o visitante poderá circular entre a exposição, café, loja de artesanatos, parquinho infantil e apreciar a área verde na beira do Rio Cuiabá, em uma das principais avenidas da cidade. Uma ótima opção de lazer em um ambiente aberto em meio a natureza.

O Museu reabrirá com a inauguração da exposição das Máscaras Sagradas Waurá, uma etnia indígena do Parque Indígena do Xingu, que doou, em 2019, essas preciosidades para o Museu. Além da nova exposição, os visitantes também poderão viajar no tempo geológico e pré-histórico na exposição permanente que reúne fósseis de dinossauros, preguiças gingantes, tatus gigantes, fósseis marinhos de quando toda região de Cuiabá e Chapada dos Guimarães era mar e entender mais a história do planeta Terra e suas mudanças através do tempo.

O Museu de História Natural de Mato Grosso está localizado na Avenida Beira Rio, nº 2000, bairro Dom Aquino, Cuiabá (MT), com horário de funcionamento de quarta-feira a domingo, das 8h às 18h, e valor para visitação de R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia entrada).

O visitante deve seguir as regras internas do Museu como o uso de máscara obrigatório, respeito as demarcações de distanciamento e quantidade máxima de visitantes por sala da exposição. O Museu disponibilizará álcool em gel em suas dependências e equipe para tirar dúvidas sobre o uso do espaço.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cultura

Secel apresenta informações de editais que irão fomentar mais de 500 projetos culturais

Publicado

em

Nos próximos dias, a cultura mato-grossense terá acesso a variadas fontes de fomento que irão assegurar a retomada do setor. Com recursos da Lei Aldir Blanc, mais de 500 projetos poderão ser realizados por meio dos editais da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). No total, serão investidos quase R$ 25 milhões.

O processo para abertura dos editais está em fase final. Devido ao caráter emergencial, haverá um curto prazo para inscrição após o lançamento, por isso a secretaria estadual orienta para que os interessados comecem a estruturar seus projetos.

“Pela urgência em minimizar o impacto da pandemia no setor cultural, tudo precisa ser muito rápido. Então, preparem-se. É importante que o projeto já tenha pelo menos a concepção inicial, com objetivo, motivo, duração, número de envolvidos e público que será atingido. Teremos editais para todas as ações culturais e artísticas. É uma oportunidade única que não pode ser perdida”, adianta o titular da Secel, Alberto Machado.

Serão cinco editais que abrangerão diferentes possibilidades de ações em cada um deles. Abrangendo todos os segmentos culturais, as seleções públicas preveem demanda livre para a maioria das propostas, ou seja, não será especificado formato definido de execução. Nesses casos, serão aceitos quaisquer projetos que tenham relação direta com a manifestação artística citada no referido edital.

O maior de todos os editais será o MT Nascentes, que contempla todas as áreas, segmentos e linguagens. Com investimento de mais de R$ 13 milhões, a publicação vai selecionar 390 projetos.  Artes cênicas e visuais, literatura, música, artesanato, patrimônio histórico e culturas de matrizes africanas, urbanas e LGBTIA+ estarão acolhidas no edital, que contará ainda com ações formativas, implantação e revitalização de bibliotecas comunitárias, além de produções audiovisuais.

Para homenagear personalidades culturais mato-grossenses, o edital Conexão Mestres da Cultura une pesquisa, registro histórico e conceito de transmídia. Serão selecionados 60 projetos que incluem o pagamento obrigatório ao mestre referenciado ou ao detentor de direitos quando In Memoriam.  A homenagem poderá ser contada em diversas plataformas com a produção do conteúdo em no mínimo duas mídias diferentes.

Na área de economia criativa haverá um edital específico que vai impulsionar projetos de criação e desenvolvimento de produtos, serviços e processos inovadores em Mato Grosso. Serão selecionados 30 projetos divididos em mundo das artes, negócios digitais e criações funcionais.

Já o edital Conexão Cultura Jovem visa fomentar práticas de educomunicação em comunidades. A seleção vai beneficiar cinco projetos de instalação e gestão de laboratórios de comunicação e cultura.

Mostras e festivais são contemplados no edital que vai selecionar 30 projetos de diferentes categorias.  Nessa seleção pública, o objetivo é promover festivais, mostras, exposições coletivas, seminários, festividades e atividades formativas, abrangendo ações com e sem edições passadas. A execução poderá ser online ou presencial.

Poderão se inscrever nas seleções públicas pessoas físicas e jurídicas com ou sem fins lucrativos, desde que domiciliados no estado nos últimos seis meses.

Os editais completos serão lançados até a próxima semana. Para oferecer mais informações que possam ajudar na estruturação antecipada dos projetos, a Secel realiza uma transmissão ao vivo pelo facebook nesta sexta-feira (23.10), às 16h.

Assessoria de Comunicação 
Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT)
(65) 3613 0225

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana