conecte-se conosco



Sem categoria

MPU abre inscrições de concurso com salários de até R$ 11 mil

Publicado

em

O Ministério Público da União (MPU) abriu nesta quinta-feira (23/8) as inscrições para o concurso público com 47 vagas imediatas e formação de cadastro reserva nas carreiras de técnico e analista. A remuneração inicial dos cargos é de R$6.862,72 e R$11.259,81, respectivamente. Ambos os cargos exigem jornada de 40 horas semanais. Confira aqui o edital completo.

No total, são 36 vagas para analistas e 11 para técnicos. Somente para o Distrito Federal são oferecidas cinco vagas para analistas e quatro para técnicos, além de cadastro de reserva.
O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) foi a banca escolhida para realizar o concurso. As inscrições começam nesta quinta e vão até às 18h do dia 10 de setembro e podem ser feitas no site da banca. A taxa de inscrição é de R$ 55 para os cargos de nível médio e R$ 60 para os de nível superior. O edital reserva 10% das vagas a pessoas com deficiência e 20% a candidatos negros.
As vagas estão distribuídas nos estados do Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Rio de Janeiro, Roraima, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Os aprovados serão nomeados em qualquer um dos Ministérios Públicos que compõem o MPU ou na Escola SUperior do MPU. Poderão também ser lotados em qualquer unidade administrativa do MPU dentro da UF de vaga para a qual concorre, de acordo com o interesse da administração.
O concurso terá prova objetiva para todos os cargos, mas a prova discursiva será apenas para o cargo de analista. As provas serão realizadas no dia 21 de outubro nas capitais dos 26 estados da Federação e no Distrito Federal.
Serão 120 questões de certo e errado, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de específicos, no esquema de correção do Cebraspe, em que uma questão respondida erradamente anula uma correta. Candidatos a analista serão avaliados pela manhã e técnicos à tarde.
Serão cobrados conhecimentos em língua portuguesa, legislação aplicada ao MPU e ao CNMP, acessibilidade e ética no serviço público a todos os concorrentes, além de conhecimentos específicos da área escolhida.  Os gabaritos oficiais serão divulgados às 19h de 23 de outubro.
A prova discursiva valerá 40 pontos e consistirá de dissertação, de até 30 linhas, sobre o tema Legislação aplicada ao MPU e ao CNMP, constante dos conhecimentos básicos.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cidades

Famílias terão geladeiras trocadas gratuitamente em Cuiabá e Várzea Grande

Publicado

em

Moradores de seis bairros de Cuiabá e Várzea Grande terão suas geladeiras substituídas gratuitamente por outras novas a partir de hoje. A iniciativa faz parte do projeto Nossa Energia, da Energisa Mato Grosso, em uma ação em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (SETASC).  Serão 450 famílias beneficiadas até janeiro de 2021 dividido em seis etapas. Nesta primeira semana, 75 aparelhos serão entregues no bairro Jardim Glória II, em Várzea Grande. Também receberão o projeto os bairros Jardim Alá e Mapim, em Várzea Grande, e Altos da Serra II, Altos da Glória e Jardim Florianópolis, em Cuiabá.

O projeto tem por objetivo trazer economia de fato no consumo de energia elétrica de clientes da Energisa e consiste em três etapas: visita de equipes das equipes do projeto Nossa Energia às casas de moradores para avaliar as condições das geladeiras em uso. Com base nessa análise, vem a segunda etapa, que é a de ranquear os equipamentos conforme requisitos técnicos pré-estabelecidos e informado aos participantes. A terceira etapa é a da troca. Em cada bairro, as 75 geladeiras que foram indicadas pela análise como as que mais precisam ser tiradas de uso serão substituídas por outras novas gratuitamente.

“ Essa ação trata-se de mais uma etapa do Programa de substituição de geladeiras desenvolvido pela Energisa Mato Grosso com recursos de Eficiência Energética, que visa atender famílias em situação de maior vulnerabilidade para que tenham o valor de suas contas de energia elétrica reduzidas aliviando o orçamento doméstico, ao substituirmos geladeiras antigas por novas mais eficientes. Com o programa, desenvolvido em parceria com o Governo do Estado, beneficiamos essas pessoas e contribuímos para uma melhor condição social das mesmas”, conta o diretor-presidente da Energia Mato Grosso, Riberto José Barbanera.

Todos os bairros e famílias que participam desta ação foram indicadas pela SETASC.  “Essa parceria com a Energisa foi um pedido que fiz ao governador e ao Riberto, pois  sei o quanto representa na vida das famílias mais carentes, que muitas vezes não têm condições financeiras para adquirir ou trocar sua geladeira por um eletrodoméstico mais econômico e essa troca vai ajudar inclusive na conta de energia. Agradeço a parceria e que possamos atuar cada vez mais juntos em prol dos que precisam das ações sociais do nosso Governo”, comenta a primeira-dama do Estado de Mato Grosso, Virginia Mendes.

A ação integra o projeto Nossa Energia, da Energisa Mato Grosso, que é realizado por meio do programa de Eficiência Energética, em parceria com a ANEEL.

Visitas seguras
Todos as equipes do projeto receberam orientações para tomarem todas as medidas de segurança ao entrar no imóvel para avaliar a geladeira. Os colaboradores que visitarão as famílias estarão com o crachá da empresa Avante Energia e Serviços Eireli, que é parceira da Energisa no projeto e estará com o uniforme do Nossa Energia.

Lâmpadas mais econômicas
Além de poderem participar da avaliação para a troca de geladeiras, todos as famílias que receberem a visita das equipes do projeto que tiverem interesse também poderão trocar lâmpadas fluorescentes e incandescentes por outras mais econômicas. Para isso, as lâmpadas antigas não podem estar danificadas e precisam já ter sido retirada dos receptáculos (conhecido mais popularmente por bocal). Há o limite de seis lâmpadas por família.

Descarte ecologicamente correto
Todos os equipamentos que a Energisa retirará das casas, assim como as lâmpadas, serão levados para um local de armazenamento para depois ter o descarte feito de forma ecologicamente correta, conforme as leis ambientais.
Veja o cronograma:

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana