conecte-se conosco



Cuiabá

MPMT requer condenação de envolvidos no “Caso Grampolândia

Publicado

em

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso apresentou nesta quarta-feira (03), as alegações finais no processo relacionado ao “Caso Grampolândia”. Em relação ao Coronel PM Zaqueu Barbosa foi requerida a condenação pelos crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica e realização de operação militar sem ordem superior. Devido à continuidade delitiva da prática dos crimes, fator que ocasiona o aumento da pena, a  condenação pode chegar até 23 anos de prisão.

Nas alegações finais também foi solicitada a condenação do Cabo PM Gerson Luiz Ferreira Correa Junior por falsificação de documento público e falsidade ideológica, cuja pena pode chegar até 18 anos de prisão, também devido à continuidade delitiva. Já o CEL PM Evandro Alexandre Ferraz Lesco poderá será condenado pelo crime de realização de operação militar sem ordem superior, que prevê de três a cinco anos de reclusão.

Em relação aos acusados CEL PM Ronelson Jorge de Barros e  Ten CEL PM Januário Antonio Edwiges Batista, o Ministério Público se posicionou pela absolvição.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Foragido da Justiça de Rondônia por diversos crimes é localizado em Cuiabá

Publicado

em

A Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) da Polícia Civil localizou nesta quarta-feira (24.11) mais um foragido da justiça e procurada na região Norte do País pelo crime de extorsão mediante sequestro. Ele foi localizado no bairro do Porto, em Cuiabá, após diligências realizadas pelo Núcleo de Busca e Capturas da Polinter de Mato Grosso.

Considerado de alta periculosidade, o homem de 36 anos estava com mandado de prisão decretado pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Ariquemes, em Rondônia, onde ele responde por crimes de porte ilegal de arma de fogo e roubo qualificado, sendo condenado a 12 anos de reclusão.

O foragido foi preso anteriormente pela participação em um crime de extorsão mediante sequestro praticado em outubro de 2008, na cidade de Monte Negro, também no interior de Rondônia. Na ocasião, o filho de um empresário do ramo madeireiro foi sequestrado por duas pessoas armadas e encapuzadas, quando entrrava em seu veículo. Os sequestradores exigiram 1 milhão de reais como pagamento para libertar o rapaz, que ficou mantido em dois cativeiros distintos, nos municípios de Vilhena e Ariquemes. Posteriormente, após o pagamento de parte do resgate, a vítima foi libertada. Com a evolução das investigações, os envolvidos no sequestro foram presos.

As diligências da Polinter para localização do foragido contaram com da equipe do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da DHPP de Cuiabá.

Após encaminhado à sede da Polinter para formalização do mandado de prisão, ele foi enviado a uma unidade prisional de Várzea Grande, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana