conecte-se conosco



Interior

MPE obtém decisão judicial que determina a correção de irregularidades no SUS

Publicado

em

A Justiça acolheu pedido liminar do Ministério Público do Estado de Mato Grosso e determinou ao município de Barra do Garças, que sane todas as irregularidades apontadas no relatório de auditoria realizada pelo Sistema Único de Saúde.

A partir da decisão, foi fixado o prazo de 2 dias úteis para que o município comunique aos sindicatos de trabalhadores, partidos políticos e às entidades empresariais o recebimento de todos os recursos financeiros destinados ao Fundo Municipal de Saúde por órgãos e entidades da administração federal direta e indireta.

O município terá, ainda, 30 dias para organizar a composição do Conselho Municipal de Saúde, observando 50% das vagas às entidades representativas de usuários, 25% às associações que representam os trabalhadores da saúde e 25% aos representantes do governo ou prestadores de serviços privados conveniados ou sem fins lucrativos.

Outro ponto importante da decisão trata dos requerimentos de elevação de nível e de classe, protocolados por servidores públicos municipais, pendentes de decisão administrativa, os quais deverão ser obrigatoriamente apreciados no prazo de 30 dias pela administração pública. Além disso, o juiz de Direito Michell Lofti Rocha da Silva também fixou o prazo de 90 dias para que a gestão pública conclua a apreciação de todos os pedidos administrativos de elevações de níveis e de classes a contar do seu protocolo pelo servidor peticionante.

De acordo com o promotor de Justiça Paulo Henrique Amaral Motta, a ação civil pública foi proposta após várias tentativas frustradas de solução administrativa junto ao Município, tendo como fundamento o Relatório da Auditoria do SUS n. 45/2017/SAUD, emitido pela Auditoria Geral do SUS.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Interior

Operação integrada encontra adolescentes consumindo droga e álcool e detém dono de espaço

Publicado

em

Durante trabalho integrado entre policiais militares do 11º BPM de Sinop (a 500 km de Cuiabá), agentes do Conselho Tutelar, Infância e Juventude e da Guarda Municipal, na madrugada deste domingo (29.11), foi identificado três adolescentes consumindo álcool e droga em um espaço de evento, localizado no bairro Setor Industrial. O proprietário foi detido por corrupção de menor e tráfico de droga,

Foram tirados de circulação 23 cigarros de maconha e 33 porções da mesma droga, 47 papelotes de cocaína e R$ 16,4 mil em dinheiro.

Na ação, os agentes encontraram no espaço três adolescentes entre 14 e 16 anos. Eles consumiam bebida alcoólica e carregavam porções de entorpecente. O trio contou que tinha comprado a droga e a bebida com o dono do espaço.

Questionado, o denunciado não soube explicar a situação. Os policiais encontraram dentro do caixa do estabelecimento as porções de droga e o dinheiro.

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana