conecte-se conosco



Sem categoria

MP-MT investiga empresário que teria ameaçado secretário de turismo por decreto que fechou comércio na cidade

Publicado

em

Um empresário de Poconé, a 104 km de Cuiabá, está sendo investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE) e pela Polícia Civil por ameaçar o secretário municipal de Turismo e Cultura, Manoel Pereira Leite, conhecido como Dodô.

G1 tenta localizar a defesa do empresário.

Em um áudio enviado pelo Whatsapp ao secretário, Luiz Augusto Moreira Amaral, conhecido como Luizinho do Barco, dono de um barco-hotel no município, diz que se a prefeitura insistir em manter o decreto municipal que dispõe sobre o fechamento do comércio por causa da pandemia de coronavírus, vai declarar guerra.

No áudio, ele cita o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, que afirmou que o país deveria voltar à normalidade, deixando de cumprir a quarentena antes determinada.

“Boa tarde Dodô, tudo bem? É o seguinte, eu estou indo embora do Pantanal amanhã tá? Eu vou colocar carro de som dentro de Poconé pedindo para o povo sair para a rua, trabalhar e cuidar dos seus velhos, que é o grupo de risco. Precisamos voltar a gerar o município. Meus turistas, que por ventura estiverem vindo, eu vou atendê-los da mesma forma. Se vocês da prefeitura quiserem conversar comigo e tratar desse assunto eu estou aberto a conversar. Mas se vocês continuarem com essa ideia de querer parar tudo e frear tudo, ir contra o governo federal, infelizmente vocês são meus inimigos, tá bom? Então amanhã eu estarei passando por Poconé, se você tiver interesse em conversar e o prefeito também, estou à disposição. Se não, partimos para a guerra”, disse Luizinho no áudio.

Conforme o promotor de Justiça de Poconé Alexandre Balas, o empresário passou a disseminar em grupos de Whatsapp locais, mensagens contrárias ao cumprimento das medidas sanitárias impostas, bem como remeteu áudio agressivo e ameaçador ao secretário.

O promotor determinou nessa quarta-feira (25) a autuação da notícia de fato e que a Polícia Civil abra investigação sobre o caso.

Por  G1 MT

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Saúde

32 leitos de UTI estão disponíveis para tratamento do coronavírus em Cuiabá e VG

Publicado

em

Relatório técnico elaborado pela força tarefa do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) revelou que 32 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estão disponíveis para atendimento exclusivo de pacientes acometidos pelo novo coronavírus (COVID-19) em Cuiabá e Várzea Grande.

O relatório foi elaborado pela Secretaria de Controle Externo (Secex) Saúde, no âmbito da força tarefa criada pelo presidente do TCE-MT, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, para auxiliar gestores de todo o estado no momento de enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19).

“Nesses dois dias, fizemos fiscalização in loco dos hospitais e pudemos constatar que temos à disposição para atendimento ao coronavírus, 32 leitos de UTI. Leitos completos com respiradores, equipamentos de proteção e equipes prontas, na região metropolitana. Em 15 dias, teremos mais 86 leitos de UTI, essa é a projeção que encontramos na rede de saúde”, afirmou o presidente do TCE-MT.

Além dos 32 leitos de UTI para tratamento de coronavírus em Cuiabá e Várzea Grande, a rede possui 132 leitos de enfermaria vagos, conforme relatório elaborado na quarta-feira (01).

“Com esses 32 leitos de UTI à disposição, reforça-se a tese de que as pessoas têm que ficar nas suas residências, ampliar o isolamento social, de resguardo em seus domicílios, para que a rede possa se preparar melhor e ofertar mais leitos de UTI”, alertou Guilherme Maluf, que além de conselheiro do TCE-MT, é médico.

Ao avaliar o trabalho preparatório do Estado e dos municípios de Cuiabá e Várzea Grande para o enfrentamento ao coronavírus, Maluf considerou que é bom. “As nossas equipes puderam constatar que o Estado e a Prefeitura de Cuiabá estão fazendo um bom trabalho, treinando suas equipes, melhorando leitos para receber os pacientes. Tem uma expectativa boa de suprirmos os leitos necessários, porém há necessidade de mais tempo”, confirmou.

O relatório demonstra ainda que os leitos de UTI estão disponíveis no Hospital Júlio Muller, Santa Casa, Hospital Metropolitano e no antigo Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC). Em relação aos ventiladores pulmonares, são 37 disponíveis em reserva para o atendimento exclusivo aos pacientes com coronavírus e 87 em manutenção.

Em relação aos insumos básicos para o pleno atendimento dos pacientes, o relatório aponta que são suficientes as máscaras cirúrgicas, luvas cirúrgicas, álcool 70 ou gel, protetores faciais, aventais e toucas.

Sobre os profissionais de saúde para o atendimento aos acometidos pelo novo coronavírus, o relatório mostra que 231 médicos e 810 técnicos e enfermeiros estão disponíveis.

Já em relação à criação de unidades para atendimento de pacientes acometidos pelo COVID-19 nos próximos 15 dias, está prevista a entrega de 30 leitos de UTI no Hospital Metropolitano, 40 na Santa Casa e 16 no Júlio Muller. Em relação aos leitos de enfermaria, estão previstas as entregas de 180 no Hospital Metropolitano, 40 na Santa Casa e três no Júlio Muller.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana