conecte-se conosco



Cuiabá

Motoristas do transporte coletivo se mobilizam para nova paralisação na sexta-feira

Publicado

em

Liderados pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da Baixada Cuiabana — SINTROBAC — os motoristas de ônibus de Cuiabá e Várzea Grande reunidos em assembleia geral nesta sexta-feira, 7, decidiram aderir à greve geral programada pelas centrais sindicais brasileiras para o dia 14 de junho em todo o país.

A greve geral tem como motivação a luta contra a reforma da previdência que na visão dos sindicalistas traz mudanças que dificultarão ao trabalhador o acesso à aposentadoria. O movimento ampliou a pauta na busca da adesão dos estudantes já mobilizados contra os cortes de verbas na educação.

Em torno de mil motoristas cruzarão os braços em apoio ao movimento que conta também com a adesão dos professores, trabalhadores nas indústrias, servidores públicos e diversos outros ramos de atividades.

A assembleia geral da categoria foi realizada no auditório da sede do Sest-Senat em Cuiabá e contou com a presença de lideranças dos trabalhadores das diversas empresas do transporte coletivo das duas cidades, onde debateram a organização do evento em Mato Grosso no sentido de ampliar seu alcance.

Ledevino da Conceição, presidente do SINTROBAC, representação sindical dos motoristas, justifica o apoio e participação de sua categoria no movimento grevista.

“Estamos participando da organização e buscando mobilizar o maior número possível de trabalhadores para esse dia de protesto contra a retirada de nossos direitos, principalmente contra as ameaças contidas no projeto de reforma da previdência, que do jeito que está irá dificultar em muito o acesso à aposentadoria, direito sagrado do trabalhador brasileiro. Por isso, no dia 14 nossa categoria irá cruzar os braços em protesto contra essa situação. O transporte coletivo vai parar na Capital e em Várzea Grande!”, avisou Ledevino.

Participaram da assembleia a convite da diretoria do Sintrobac os advogados Valdir Francisco de Oliveira advogado e Marisa Macedo, que abordaram aspectos da reforma da previdência defendida pelo governo.

“O estado tem a obrigação constitucional de garantir a previdência, agora querem tirar da lei essa obrigação. Ocorre, por exemplo que os bancos privados, que serão beneficiados com a previdência privada por meio da capitalização, podem, como empresa privada, quebrar um dia e deixar trabalhadores na mão. Por isso os trabalhadores têm que ter foco, é preciso ter consciência que essa reforma é prejudicial. Por isso é importante toda ação contra ela”, alertou Valdir Oliveira.

Em Cuiabá, a concentração do movimento grevista no dia 14 está programada para acontecer na praça Ipiranga.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Pinheiro cumpre compromisso e dá início na pavimentação da 2ª etapa do Jd. Imperial II

Publicado

em

Ainda em 2019, quando fazia a entrega dos 3,5 quilômetros de pavimentação de 15 ruas do Jardim Imperial II, o prefeito Emanuel Pinheiro assumiu o compromisso de retornar ao local para dar início à obra também na segunda etapa do bairro. O combinado com os moradores foi cumprido nesta segunda-feira (6), com a assinatura da ordem de serviço para continuidade da ação de infraestrutura.

Conforme o projeto, que foi elaborado pela Secretaria de Obras Públicas, serão mais 3,55 quilômetros de rede de drenagem de águas pluviais e pavimentação executados, em um prazo de 360 dias, pela empresa Geosolo Engenharia, Planejamento e Consultoria. Para atender a comunidade, localizada na região Leste da Capital, o Município investe o valor total de R$ 2.822.980,07.

“Estamos aplicando nessa obra um recurso que conseguimos no Banco do Brasil, em que contamos com o apoio do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, para destravá-lo. Pouco tempo atrás entregamos a primeira etapa 100% asfaltada, com uma obra de qualidade. Hoje, estamos estendendo esse benefício para a outra parte do bairro, que também poderá se orgulhar de morar no Jardim Imperial II”, explica o prefeito.

No local, já é possível acompanhar os maquinários percorrendo as ruas e fazendo o trabalho inicial de patrolamento e limpeza das vias. O projeto para o bairro contempla ainda a construção de meio-fio, sarjeta e todo calçamento. “Em todos os bairro atendidos pelo programa Minha Rua Asfaltada fazemos esse trabalho completo. No Jardim Imperial II, esse mesmo processo será respeitado”, comenta o secretário de Obras Públicas, Vanderlúcio Rodrigues.

Responsável pela indicação, tanto da primeira quanto da segunda etapa, o vereador Juca do Guaraná destaca que, dos vários gestores que passaram pela Prefeitura, o prefeito Emanuel Pinheiro foi o primeiro a de fato olha para a região. “Andamos rua por rua, por diversas vezes, para mostrar as dificuldades. Agora, só temos a agradecer por mais essa indicação atendida. Asfalto não é só estética. Asfalto é dignidade, saúde, qualidade de vida e humanização”.

Segundo a presidente da Associação de Moradores, Eliana Ferreira de Moraes, há mais de 20 anos os moradores aguardam pela chegada do benefício, que irá atender mais de 2 mil famílias. “Vários já passaram pelo bairro, mas nenhum colocou a obra em prática. Graças ao prefeito Emanuel Pinheiro e o vereador Juca do Guaraná, conseguimos trazer a pavimentação. É uma obra que representa saúde e valorização”, pontua.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana