conecte-se conosco



Várzea Grande

Motorista embriagado é preso após bater carro em motociclista em Várzea Grande

Publicado

em

Um motorista de 39 anos foi preso após bater o carro em uma moto com dois adolescentes de 17 anos na madrugada desta quinta-feira (7), na Rua Pedro Pedrossian, no Bairro Jardim Aeroporto, em Várzea Grande.

Segundo a Polícia Militar, Márcio Lemos de Lima estava embriagado e dirigia em alta velocidade.
Após o acidente, ele tentou fugir sem prestar socorro, mas foi preso em flagrante.

Os adolescentes foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados ao Pronto Socorro de Várzea Grande.

A unidade de saúde informou que eles estão internados em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave.

O motorista teve apenas alguns ferimentos e foi levado ao pronto-socorro pela polícia para receber atendimento médico.

A moto ainda foi arrastada por alguns metros até parar em um poste de iluminação pública, que ficou destruído após a batida.

Depois do acidente, o motorista tentou pular o muro das casas para fugir.

De acordo com a polícia, o motorista estava em alta velocidade e com sinais de embriaguez.

Márcio já tem sete passagens pela polícia, sendo a maioria por tráfico de drogas e roubo. Ele também é monitorado por tornozeleira eletrônica.

Agora o suspeito deve responder por embriaguez ao volante, lesão corporal grave e omissão de socorro.

Devido a queda do poste, os moradores da região estão sem energia.

 

Redação

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Para discutir maior dotação orçamentária para a Saúde, líder da prefeita retira projeto por “pressão’ de vereadores

Publicado

em

A Câmara Municipal de Várzea Grande não acatou a proposta de distribuição de recursos do Governo Federal, destinados ao município, no valor de R$ 74 milhões, que segundo os Projetos de Lei 57,58 e 59/ 2020, de autoria do Poder Executivo que destinaria R$ 11 milhões para Secretaria de Seviços Públicos e R$ 32 milhões e suspendeu a votação do crédito adicional.
Para autorizar o crédito adicional especial, os vereadores devem aprovar o Projeto na Lei Orçamentária-LDO e no Plano Plurianual-PPA.
O Governo Federal repassará ao município em quatro parcelas, o valor de 74.548.585,48 milhões, com objetivo de diminuir os efeitos da queda de arrecadação de ICMS,FPM e ISQN e financiar às despesas de custeio das ações relacionadas ao combate do Covid-19.

O vereador Miguel Angel (PSDB) criticou a proposta de distribuição do recurso e argumentou que Várzea Grande necessita de leitos, medicamentos e equipamentos para profissionais da Saúde.
“Nós vereadores falamos que estamos lutando pela saúde do municípe e não podemos aceitar apenas R$ 4 milhões para o setor, um valor minimo, nós temos falta de medicamento, falta material para testagem, necessidade de hotelaria para atendimento de pacientes, melhorar o pagamento para os profissionais da linha de frente de combate a pandemia, este recurso deve ser todo aplicado na saúde, o que sobrar faz asfalto, faz Alameda, faz o que quiser”, detalhou.
Antes da retirada do projeto pelo líder da prefeita Pedro Paulo Tolares (DEM), o vereador Carlos Garcia apresentou emenda propondo 5 % do total dos recursos e metade da verba que conforme o texto seria destinada à Secretaria de Obras para a Saúde.

Já a vereadora Gisa Barros (DEM), explicou que os valores orçados para Secretaria de Infraestrutura (obras) e da Secretaria de Serviços Públicos, está na “contramão”, já que a Saúde ficaria com uma pequena parte.
“Precisamos investir em leitos de enfermaria, aquisição de medicamentos e kits covid, estamos em um momento onde a prioridade é investirr na Saúde”, cutucou a parlamentar.

O vereador Rogério de França – Rogerinho da Dakar (PSDB), também criticou o projeto e a falta de planejamento, por parte da prefeitura municipal.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana