conecte-se conosco



Várzea Grande

Menor foi morta a pedradas pelo ex após ele achar pílula do dia seguinte

Publicado

em

Weverton Cleber Silva de Jesus, 25, foi preso em flagrante na tarde de segunda-feira (28), pela equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), após confessar ter matado a ex-namorada Laine Alves Dias, 16, com golpes de pedrada no rosto. O crime aconteceu na madrugada de segunda, dentro da casa da vítima, no bairro São Mateus, em Várzea Grande. Segundo o suspeito, o crime aconteceu após ele ‘ficar cego’ ao achar uma pílula do dia seguinte na casa.

O corpo da menina estava em cima da cama, com várias lesões no rosto e sangue espalhado pelo travesseiro e no lençol e foi encontrado pelo ex-namorado da vítima, Weverton e por um amigo dele. Assim que a PM chegou na ocorrência, Weverton afirmou que eles terminaram na sexta-feira (25), mas que ficou preocupado após Laine não atender ligações, especialmente da sua patroa.

Inicialmente, ele pediu ao seu padrasto para ir atrás da menina na casa, já que ela era inquilina dele. O homem afirmou que chamou pela jovem, mas ninguém apareceu. Depois, o suspeito pediu ao amigo para ir ao local, mas sem sucesso. Weverton voltou à casa da vítima, na companhia do mesmo amigo, e arrombaram a porta, ‘encontrando o corpo’.

 

Polícia Civil e Perícia Oficial foram acionadas e assim que os investigadores terminaram os trabalhos na casa, solicitaram que Weverton, o padrasto e o amigo dele fossem até à delegacia para prestar depoimento. Uma amiga da vítima também foi ouvida, assim como a mãe de Weverton, que alegou saber do motivo da separação.

 

Confissão

A amiga da vítima, também menor de idade, contou que conversou com ela pela última vez na noite de domingo (27). Em um áudio de WhatsApp, apresentado durante o depoimento, Laine contou que Weverton havia deixado o gás da sua casa aberto. O suspeito foi o último a ser ouvido.

 

Após todos os indícios, ele acabou confessando ter matado a ex-namorada com golpes de pedrada. Sobre a motivação, afirmou que ‘ficou cego’ ao encontrar uma pílula do dia seguinte na casa de Laine e foi até o quintal, onde achou uma pedra e jogou no rosto da vítima. A pedra foi procurada, mas não foi encontrada.

 

Ele autorizou ainda os policiais a analisarem seu celular. Em um dos aplicativos, foi possível constatar por meio da localização, que ele deixou a casa da vítima por volta das 5h04 da madrugada de segunda-feira. Após a confissão, ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado para uma unidade prisional.

Gazeta

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Kalil resgata sonho de Nico e projeta construção de Avenida Perimetral

Publicado

em

Genuinamente várzea-grandense, o candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB) quer preparar a cidade para um futuro próximo e próspero. Para que a cidade avance sobre o progresso econômico e social, o emedebista pretende resgatar o projeto de seu pai, Nico Baracat (in memorian), da construção de uma grande Avenida Perimetral. O intuito é desafogar o trânsito da área Central e ligar duas regiões bastante populosas separadas pela grande distância.

A Avenida projetada por Kalil sairá da região do São Gonçalo, passando pelo fundo do Aeroporto, pela Avenida Júlio Müller e chegará até rodovia dos Imigrantes, no Capão Grande. “Essa Avenida vai desafogar as Avenidas Mario Andreazza, Júlio Campos, da FEB, ou seja, desafogar o centro de Várzea Grande. “Era um sonho do meu pai, Nico Baracat. Ele sabia do que Várzea Grande precisava e vislumbrou esse projeto, que agora será uma das minhas metas como gestor”, disse Kalil.

Conforme o projeto idealizado por Nico Baracat, a Perimetral que deve ter cerca de 15 Km, vai ligar os bairros Parque do Lago, Costa Verde, São Simão à Avenida Filinto Müller. A obra  será uma das marcas da gestão de Kalil e faz parte do plano de mobilidade urbana, que será implantado. As ações miram o progresso econômico e social do Município, buscando gerar um ambiente mais propício à atração de empresas, geração de empregos, oportunidades de negócios e distribuição de renda.

“A cidade evoluiu na gestão Lucimar. E tenho orgulho de ter feito parte desse trabalho. Foram 300 quilômetros de asfalto, escolas reformadas, criação de um centro odontológico, entrega de UPAs, a ETA de Bonsucesso. Mas a cidade precisa de mais. Várzea Grande cresceu desordenadamente. E hoje precisamos de mais transporte, mais asfalto, mais creches, mais ciclovias, implantação da onda verde para que o trânsito flua e o várzea-grandense chegue mais cedo no trabalho ou na sua casa”, pondera Kalil.

Kalil ainda projeta novos investimentos na área urbanística, com a construção de praças e áreas de lazer, sem esquecer dos projetos sociais, de uma melhor estrutura de saúde e qualidade no ensino. Várzea Grande  é daqui para melhor”, sinalizou Kalil, ao lembrar que seu pai morreu em 2012 num acidente automobilístico, enquanto trabalhava pelo Estado como secretário de Cidades. “Vou honrar a memória de meu pai e cada voto que receber nas urnas. Esse é o meu compromisso!”.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana