conecte-se conosco



Cuiabá

Médicos questionam pagamento em duplicidade de salário na Unimed; assessoria alega legalidade

Publicado

em

Em denúncia encaminhada ao MT de Fato, médicos cooperados da Unimed em Cuiabá, decidiram questionar a atual diretoria sobre o recebimento em duplicidade do pagamento de salário, por parte de membros do Conselho Administrativo.

Segundo documento enviado a redação um dos profissionais, protocolou oficio na última terça-feira (08), solicitando documentos, para apurar os possíveis atos cometidos por parte do atual presidente.

Segundo os médicos, o recebimento não é ilegal, porém é antiético. O assunto causou polêmica e gerou discussão acalorada entre os cooperados.

“Os donos são os cooperados, no entanto me sinto no direito de aqui expressar minha opinião e dizer que é totalmente ilegal receber dinheiro, de quem já saiu da Unimed”, disse um dos profissionais.

O manifesto repercutiu e provocou inúmeras reações. Um dos médicos sugeriu que o atual presidente devolva o pagamento recebido com juros e correção, além de um pedido formal de desculpas aos cooperados.

No debate  em um grupo de whatsApp, eles citam que na década de 90, houve vacância em cargos do Conselho Deliberativo, porém ninguém se apropriou do salário, dos que deixaram a diretoria.

 

Outro lado

A assessora jurídica da cooperativa em Mato Grosso, Jaqueline Larrea rebateu os médicos e afirmou que não existe ilegalidade nem imoralidade em recebimento de salário, como está sendo levantado pelos cooperados.

 

Conforme a advogada, a Unimed, já tomou medidas jurídicas, contra os profissionais que estão divulgando as informações. Para a assessoria jurídica, o caso tem cunho eleitoreiro.

“O Unimed é uma instituição séria, com credibilidade e preza pela imagem da empresa, estas pessoas serão acionadas juridicamente e vão responder pela disseminação das informações publicadas. Quero que entenda que não existe legalidade nem imoralidade, todo trabalhador é digno de seu salário”, explicou a advogada.

Fonte: Redação

Cuiabá

Pinheiro suspende aumento na tarifa de água e esgoto e proíbe corte no abastecimento

Publicado

em

O prefeito Emanuel Pinheiro assinou nesta sexta-feira (22) o Decreto nº 8.313 suspendendo, pelo prazo de 90 dias, o reajuste anual das tarifas de água e esgoto em Cuiabá, referente ao exercício 2021/2022. A medida também foi adotada pelo chefe do Executivo municipal em 2020, em decorrência dos impactos financeiros ocasionados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Além disso, pelo mesmo período, a concessionária Águas Cuiabá continua proibida de realizar o corte no abastecimento de água para consumidores inadimplentes, mesmo daqueles que já receberam o aviso prévio do procedimento.

O documento deve circular na edição da Gazeta Municipal da próxima segunda-feira (25) e entra em vigor a partir de sua publicação, com efeitos retroativos a 1º de janeiro de 2021. No decreto, o prefeito justifica que a adoção das medidas leva em consideração o cenário de pandemia do novo coronavírus (Covd-19) ainda enfrentado na Capital, no qual o fornecimento de água é considerado primordial para a higienização e combate ao contágio do vírus.

Em caso de descumprimento, a concessionária tem o prazo de 24 horas para reestabelecer o fornecimento de água ao consumidor inadimplente. Caberá a Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec) realizar os estudos necessários para a recomposição do equilíbrio econômico-financeiro do contrato, caso se mostre necessário e mediante pedido fundamentado da Concessionária.

O ato tem como base legal as leis nº 9.987/95 e nº 11.445/07, que autorizam a adoção de medidas pelo Poder Concedente que repactuem condições do contrato de concessão, a bem do interesse público. “Desde março de 2020 estamos suspensão do reajuste e também a proibição do corte. A água é um bem essência nesse momento e vamos continuar adotando essas medidas enquanto for necessário”, pontua o prefeito.

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana